Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






quarta-feira, 15 de outubro de 2014

ACI Digital: Perita em direito canônico e participante do sínodo explica o que é a Nulidade Matrimonial














NOTÍCIAS DIÁRIAS · www.acidigital.com










13 de outubro de 2014






Perita em direito canônico e participante do sínodo explica o que é a Nulidade Matrimonial

ROMA, 13 Out. 14 (ACI) .- Carmen Peña García, diretora especialista em Causas Matrimoniais da Universidade Pontifícia Comillas de Madri (Espanha) esclareceu que na Igreja não se “anula” nenhum matrimônio, mas se declara nulo –que nunca existiu– já que a mensagem de Jesus no Evangelho é precisa: “Não separe, pois, o homem o que Deus uniu”.

NOTÍCIA COMPLETA


SUGERIMOS HOJE:

CONFIRA O NOSSO ESPECIAL SOBRE O SÍNODO DOS BISPOS SOBRE A FAMÍLIA
http://www.acidigital.com/sinodo2014/

ASSINAR · RSS · MP3/PODCAST · RECURSOS · PUBLICIDADE


MANCHETES DO DIA











VATICANO
Bispos no Sínodo partilham: A Igreja é o refúgio das famílias do Iraque
Papa ofereceu orações pelos atingidos pela chuva e as inundações na Itália

BRASIL
12 de Outubro: Brasileiros celebram Nossa Senhora Aparecida e aniversário do Cristo Redentor
Milhares de brasileiros se preparam para homenagear a Mãe Aparecida, Senhora e Padroeira do nosso país

MUNDO
[VÍDEO] Hoje é aniversário do "Milagre do sol" de Nossa Senhora de Fátima

CONTROVÉRSIA
Cristãos da Índia dizem ao governo: Os terroristas não somos nós

VIDA E FAMÍLIA
Arcebispo latino-americano no Sínodo propõe que São José seja nomeado o padroeiro universal das famílias
Perita em direito canônico e participante do sínodo explica o que é a Nulidade Matrimonial





Católico em Dia



Evangelho:





Santo ou Festa:
Santo Eduardo, Confessor



Um pensamento:

"Vi que a felicidade no mundo no existe. Seu trato sempre me deixa um vazio que s preenchido por completo por Nosso Senhor".

Santa Teresa dos Andes













VATICANO








Bispos no Sínodo partilham: A Igreja é o refúgio das famílias do Iraque

VATICANO, 13 Out. 14 (ACI/EWTN Noticias) .- A morte e a migração forçada fazem parte do drama sofrido pelas famílias iraquianas às mãos do Estado Islâmico (ISIS), e frente a este cenário a Igreja se converteu no refúgio, a “família das famílias” para estas pessoas, afirmaram os bispos reunidos na Nona Congregação do Sínodo das Famílias.

Em conferência de imprensa em 10 de outubro, informou-se que nas exposições “se recordaram as dificuldades que vivem as famílias do Oriente Médio, em particular do Iraque”, pois “os numerosos conflitos repercutem gravemente na família, desagregada pela morte dos seus membros, obrigada a emigrar em busca de um lugar seguro para viver, privada de futuro para os jovens, enquanto os idosos estão abandonados a si mesmos”.

“A unidade da família cristã no Oriente Médio está profundamente sacudida e este fato afeta também a coesão social e nacional dos países da região. Diante destes cenários dramáticos, a Igreja representa um refúgio seguro, uma ‘família das famílias’ que oferece consolo e esperança. E também é necessário preparar os casais casados para serem ‘mediadores’ de paz e reconciliação”, expressaram.

Nesta sexta-feira a Santa Sé divulgou a mensagem dos padres sinodais na qual expressam a sua proximidade aos cristãos perseguidos e às outras minorias agredidas pelo Estado Islâmico, e também exortaram a comunidade internacional a restabelecer a convivência pacífica no Oriente Médio.


voltar ao início | comentar a notícia | arquivo

Papa ofereceu orações pelos atingidos pela chuva e as inundações na Itália

VATICANO, 13 Out. 14 (ACI/EWTN Noticias) .- Após a oração do Ângelus deste domingo na Praça São Pedro, o Papa Francisco expressou a sua proximidade às vítimas e a todos aqueles que sofreram com as inundações em Gênova (Itália).

O Santo Padre assinalou que “neste momento, o nosso pensamento vai a Gênova, duramente afetada pelas enchentes. Asseguro a minha oração pelas vítimas e todos aqueles que sofreram graves danos”.

“Nossa Senhora da Guarda sustente à querida população de Gênova, nos esforços coletivos para superar a terrível experiência”.

“Rezemos todos juntos a Nossa Senhora da Guarda (…) Maria Mãe da Guarda, proteja a Gênova”, concluiu.


voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


BRASIL








12 de Outubro: Brasileiros celebram Nossa Senhora Aparecida e aniversário do Cristo Redentor

APARECIDA, 12 Out. 14 (ACI) .- Milhares de fiéis lotaram o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, na celebração desta manhã, presidida pelo núncio apostólico no Brasil Dom Giovanni D’Aniello. O povo devoto que veio agradecer e pedir a intercessão da mãe de Jesus confirma o Evangelho deste domingo, que revela a importância da mãe de Jesus para a realização do primeiro milagre de Jesus nas Bodas de Caná (João 2,1-12). No mesmo dia o Brasil recorda os 83 anos da imagem do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

“A ordem aos servos é a última palavra de Nossa Senhora, não temos registro de outras palavras de Maria nessa ocasião. Essa é uma ordem que vale para todos os fiéis, para que vivamos fazendo sempre o que Jesus nos disser”, expressou Dom Giovanni.

O Núncio ainda explicou a atenção, de Maria e Jesus, às necessidades dos noivos das Bodas de Caná e que assim como no Evangelho de hoje, a Mãe e o Filho de Deus veem todas as necessidades de seu povo.

“Maria está atenta as nossas necessidades. Ela sabe que sem Jesus podemos fazer pouco ou nada, por isso Ela se preocupa para que Jesus faça presença e alegria em nossas vidas. O vinho jamais faltará se vivermos em contato com Jesus por meio de Maria. Ela sabe que Jesus não irá nos abandonar jamais e Ela fará que tudo aconteça na nossa vida conforme o Pai deseja”, disse.

Ainda em sua homilia Dom Giovanni falou do amor de Maria que aproxima seu povo como irmãos.

“Se Maria nos leva a Jesus nos aproxima também dos nossos irmãos. Ela é Mãe e nos faz sentir da mesma família de Deus. O coração de Maria infunde calor e força ao amor dos irmãos. Que Deus por intercessão de Nossa Senhora Aparecida nos abençoe para sermos sempre filhos seus”, concluiu.

Hoje também, neste Feriado do Dia das Crianças, o monumento do Cristo Redentor, um dos mais conhecidos cartões postais do Rio de Janeiro, também completou 83 anos. Às 11h teve início a missa de aniversário, que foi seguida pela Oração do Ângelus.

A comemoração do aniversário do Cristo Redentor movimentou as redes sociais desde o dia 8 de outubro com a ação “Vamos demonstrar nosso amor pelo nosso Monumento”, que consiste em incentivar as pessoas a publicar fotos com a hastag #CristoAmorBrasileiro e a escolher um motivo para essa demonstração de amor.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo

Milhares de brasileiros se preparam para homenagear a Mãe Aparecida, Senhora e Padroeira do nosso país

APARECIDA, 11 Out. 14 (ACI) .- Mais de 200 mil pessoas devem passar no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, até o próximo domingo, dia 12 de outubro, para a celebração da padroeira do Brasil. Neste domingo, o Núncio Apostólico, Dom Giovanni D'Aniello, presidirá a missa solene do Dia da Padroeira no Santuário Nacional. O arcebispo de Aparecida, Cardeal Raymundo Damasceno Assis, não poderá presidir porque está em Roma por ocasião do Sínodo Extraordinário dos Bispos para a Família.

Nesta sexta-feira, um terço transmitido via satélite marcou o 8º dia da novena. A oração foi feita simultaneamente unindo os santuários de Aparecida e de Fátima, em Portugal.

“Duas tradições, duas histórias e uma mesma certeza: sob qualquer título ou devoção, Maria, a mãe de Jesus, nos reúne em agradecimento ao dom da vida em seu Filho e Redentor Nosso Jesus Cristo”, disse o bispo de Leiria-Fátima, Dom António Augusto dos Santos Marto, que conduziu a oração em Portugal.

O evento conjunto faz parte das celebrações jubilares porque, em 2017, o santuário de Fátima celebrará 100 anos da primeira aparição de Nossa Senhora aos pastorinhos, e o santuário de Aparecida comemora os 300 anos do encontro da imagem no Rio Paraíba.

“Hoje somos de fato um só coração e uma só alma. Que nossa oração chegue ao céu e ilumine ainda mais esta preparação para o centenário de bênçãos que iremos celebrar em 2017. Estamos unidos em Cristo, com Maria, a mãe de tantos nomes, Mãe de Aparecida, Senhora de Fátima”, afirmou o bispo auxiliar de Aparecida (SP), Dom Darci José Nicioli, que presidiu a oração no Brasil.

Confira a programação do dia 12 de outubro em Aparecida:

0h às 4h30: Vigília Mariana

5h: Missa

7h: Missa das crianças

9h: Missa solene

10h30: Homenagem a Nossa Senhora Aparecida

13h: Missa

15h: Consagração solene

16h: Missa

17h: Procissão solene

19h: Missa de encerramento

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


MUNDO








[VÍDEO] Hoje é aniversário do "Milagre do sol" de Nossa Senhora de Fátima

FATIMA, 13 Out. 14 (ACI) .- No dia 13 de outubro de 1917, diante de milhares de peregrinos que chegaram a Fátima (Portugal), ocorreu o denominado “Milagre do sol”, no qual, após a aparição de Nossa Senhora aos pastorzinhos Jacinta, Francisco e Luzia, pôde-se ver o sol tremer, em uma espécie de “dança”, conforme relataram os que estavam aí.

Depois de uma chuva intensa, as nuvens escuras se abriram e deram espaço ao sol, que segundo as testemunhas, aparecia como um suave disco de prata. Então, a luz do sol tomou diferentes cores e o sol pareceu envolver as milhares de pessoas, que já estavam de joelhos.

O jornalista do jornal português O Século, Avelino de Almeida, estimou entre 30 mil a 40 mil pessoas, o número de presentes no momento do milagre, enquanto que o professor de ciências naturais da Universidade de Coimbra Joseph Garrett, que assim como o jornalista De Almeida esteve no lugar esse dia, estimou o número de testemunhas em 100 mil.

O milagre durou cerca de três minutos. Além do “Milagre do sol”, os pastorzinhos disseram ter visto imagens de Jesus, de Nossa Senhora e de São José abençoando a multidão.

Esta foi a última vez que a Virgem apareceu a Jacinta e a Francisco. Apareceu uma sétima vez a Luzia em 1920, alentando-a a dedicar a sua vida a Deus.


voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


CONTROVÉRSIA








Cristãos da Índia dizem ao governo: Os terroristas não somos nós

ROMA, 13 Out. 14 (ACI/EWTN Noticias) .- Os cristãos do estado indiano de Madhya Pradesh enviaram uma carta ao Governo recordando que “não somos terroristas e não estamos envolvidos em atividades criminosas e anti-sociais”.

Segundo a informação da agência Fides, a carta foi enviada depois de que a polícia local não deixou se realizar um encontro cristão na cidade de Jobat, no distrito de Alirajpur.

O encontro foi organizado em 1º de outubro pela “Moksha Foundation”, cuja sede é em Jhabua, em parceria com o fórum “All India United Christian Front”. As duas entidades tiveram sua licença negada depois do episódio do casamento de um jovem cristão com uma hindu, o que provocou algumas tensões inter-religiosas na área.

A polícia pediu ao Presidente da Moksha Foundation informações pessoais e sobre a associação detalhadas, inclusive informações sobre fontes de financiamento e os membros.

“Normalmente, a polícia recorre a estas medidas sob pressão de organizações nacionalistas radicais hindus”, explica uma nota enviada à Fides pelo Pe. P. J. Johny, porta-voz da Conferência Episcopal de Madhya Pradesh.

Segundo a polícia, se trata de controles rotineiros. “Questionamos o porquê destes controles e o motivo pelo qual a licença tenha sido negada”, acrescenta. Os cristãos devem organizar um novo encontro em uma próxima data.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


VIDA E FAMÍLIA








Arcebispo latino-americano no Sínodo propõe que São José seja nomeado o padroeiro universal das famílias

ROMA, 13 Out. 14 (ACI/EWTN Noticias) .- O Presidente da Conferência Episcopal de El Salvador, Arcebispo José Luis Escobar Alas, propôs oficialmente que São José, o fiel e casto esposo da Virgem Maria, seja nomeado o padroeiro universal das famílias.

“Deus queira que tenhamos esta graça posto que é modelo de marido, de pai, e protetor dos jovens. Mas também devemos considerar-lhe neste momento um defensor dos direitos da mulher e das crianças. Foi ele quem protegeu a Sagrada Família e o Divino Menino na fuga para o Egito, e constantemente. E deixe-me dizer mais uma coisa, São José continua cuidando de cada uma das nossas famílias”, explicou Dom Escobar em declarações a Rádio Vaticano.

O Arcebispo de São Salvador fez esta contribuição durante a sua intervenção no Sínodo Extraordinário dos Bispos para a família, que se celebra no Vaticano de 5 a 19 de outubro.

“Sem dúvida alguma o amor a São José está em toda a Igreja, ele é o padroeiro universal da Igreja. Também é o padroeiro dos operários. Mas, os bispos do meu país e o povo de Deus, consideramos que convém que São José seja o padroeiro universal da família, e isto é o que pedimos por escrito todos os bispos na nossa participação no Sínodo”, ressaltou.

Dom Escobar agradeceu ao Papa a organização do Sínodo dos Bispos, “pelo grande valor que tem” e porque “o estar aqui é uma garantia a favor do acompanhamento das famílias da América Latina que sofrem tanto pela pobreza”.

“Sem dúvida alguma é uma obra do Espírito Santo, foi o Espírito Santo quem iluminou o Papa Francisco para convocar este sínodo, quero agradecer-lhe também o fato de que sempre esteja no meio de nós e com tanta bondade”, disse.

O Arcebispo dedicou umas palavras às famílias que sofrem por causa da pobreza e lhes pediu que tenham fé, que consigam ver mais além do momento que passam agora. “Deus é vida e bondade, não se desesperem e tenham esperança”.

Por último, o Arcebispo expressou as suas esperanças para o Sínodo. “Estamos procurando solucionar esta problemática tão difícil a nível mundial em torno da família, mas estamos muito contentes e esperançados. E estou seguro que durante o próximo Sínodo encontraremos ferramentas valiosas para a pastoral familiar”, concluiu.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo

Perita em direito canônico e participante do sínodo explica o que é a Nulidade Matrimonial

ROMA, 13 Out. 14 (ACI) .- Carmen Peña García, diretora especialista em Causas Matrimoniais da Universidade Pontifícia Comillas de Madri (Espanha) esclareceu que na Igreja não se “anula” nenhum matrimônio, mas se declara nulo –que nunca existiu– já que a mensagem de Jesus no Evangelho é precisa: “Não separe, pois, o homem o que Deus uniu”.

Peña é professora de direito canônico e trabalhou no tema da família como defensora do vínculo e promotora de justiça do Tribunal Metropolitano de Madri há vários anos. Esta trajetória a favor da família lhe fez chegar ao Vaticano para participar como perita no Sínodo Extraordinário para a Família que se realiza até o dia 19 de outubro.

Em um diálogo com o Grupo ACI em Roma, a canonista espanhola expressou que a Igreja Católica se esforça para ajudar aqueles casais separados cujas núpcias nunca aconteceram aos olhos de Deus a entenderem a sua situação em relação ao matrimônio.

“Nem todos os primeiros casamentos fracassados são nulos, mas muitos podem realmente sê-lo. O reconhecimento da nulidade não é tão difícil como às vezes as pessoas pensam; há muitas causas de nulidade e muitos motivos que a provocam. Às vezes há um desconhecimento sobre isso, e se poderia fazer muito neste sentido”, disse.

“Uma forma de resolver muitas situações de divorciados recasados que querem estar em plena comunhão eclesial e querem voltar para uma vida plena dentro da Igreja passa pelo estudo que a Igreja faz através dos seus tribunais para avaliar se o primeiro matrimônio foi válido ou não”, acrescentou.

Em relação àqueles casais divorciados cujo matrimônio foi válido de acordo com as normas do direito canônico, Peña afirmou que a Igreja está em caminho para dar-lhes um acompanhamento.

“De alguma forma trata-se de ver, não obstante, como acompanhar essas pessoas, como apoia-las, como reconhecer que apesar dessa situação são membros de direito pleno na Igreja. Como diz o Papa: ‘a Igreja tem que acolher todas as pessoas e todos os Filhos como uma Mãe amorosa, ainda mais os débeis ou feridos’. O que quer dizer é que devemos acolher cada pessoa com a sua vida nas costas, porque a vida de cada um deve ser levada em consideração”, expressou.

Por outro lado destacou que “se o primeiro matrimônio é válido, pelo princípio da indissolubilidade, a Igreja parte de que não se pode reconhecer um segundo matrimônio, porque a mensagem do Evangelho é clara”.

Peña participa do Sínodo como perita em direito canônico e seu trabalho fundamental é resolver as dúvidas em situações matrimoniais onde é necessário estudar de forma mais profunda a nível de direito canônico.

“Os canonistas, teólogos, moralistas, de ciências sociais e humanas, contribuímos com o nosso conhecimento nessas questões, e em geral, ajudamos na revisão dos documentos e na preparação e elaboração dos documentos que vão sendo entregues na assembleia e que depois darão lugar à relação final”, indicou.

Por último a especialista lamentou que em relação ao Sínodo e do ponto de vista dos meios de comunicação, criou-se uma impressão de que a Doutrina da Igreja vai mudar de um dia para o outro. “Isso é uma bola que o mesmo Papa tentou furar várias vezes, por isso o foco não pode estar nisso; o Sínodo da Família é muito mais amplo. O Sínodo busca linhas pastorais, não mudar a doutrina”, concluiu.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo






PARA CANCELAR A ASSINATURA O INSCREVER UM AMIGO, PREENCHA O FORMULÁRIO AQUI
COMENTÁRIOS OU PERGUNTAS A acidigital@acidigital.com
http://www.acidigital.com

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo