Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






domingo, 2 de março de 2014

Julio Severo: “É sobrenatural: Hindu conhece Jesus e experimenta milagres” plus 1 more




Julio Severo: “É sobrenatural: Hindu conhece Jesus e experimenta milagres” plus 1 more





Posted: 02 Mar 2014 04:43 AM PST




É sobrenatural: Hindu conhece Jesus e experimenta milagres


Programa de Sid Roth, que é exibido semanalmente na TV WND, entrevista homem que tem o dom de discernimento espiritual, conforme em 1 Coríntios 12:







Leitura recomendada:








Para seguir Julio Severo no Facebook e Twitter: http://twitter.com/juliosevero Facebook: http://www.facebook.com/pages/Blog-Julio-Severo/185623904807430






Posted: 01 Mar 2014 11:33 AM PST




Governo de Obama Tenta Arrancar Partes da Declaração Universal dos Direitos Humanos


Dr. Stefano Gennarini


NOVA IORQUE, EUA, 28 de fevereiro (C-FAM) Revoltados por não conseguirem uma definição da família favorável ao homossexualismo num novo documento da ONU, o governo de Obama tentou deletar a linguagem aceita por consenso pelos fundadores da ONU e repetida em documentos desde então.



Regularmente contenciosa em décadas recentes, a família tem sido uma bola de futebol diplomática com um lado ansioso para reconhecer "formas diversas da família" enquanto o outro se apega à compreensão de que a família é o "grupo fundamental e natural da sociedade," conforme está declarado na Declaração Universal dos Direitos Humanos.


A portas fechadas, os negociadores da ONU pediram a substituição da definição de família da Declaração Universal dos Direitos Humanos com uma nova descrição longa de famílias que têm "formas e funções diversas" e expressa a "diversidade das preferências individuais."


A definição proposta excluía a noção de família natural, com base na união de um homem e uma mulher, como a norma para a procriação e criação de filhos. A campanha dos EUA acabou sendo rejeitada pelos países membros da ONU.


A ação coloca os Estados Unidos numa posição estranha.


A Declaração Universal dos Direitos Humanos tem um status quase sagrado na ONU. É considerada, junto com a Carta da ONU, como um documento de fundação da nova ordem mundial iniciada depois da 2ª Guerra Mundial.


Além disso, a definição que a ONU faz da família se reflete nas constituições de aproximadamente 120 países.


Diplomatas dos EUA argumentaram que famílias estendidas e lares de mães solteiras não estão incluídos na definição clássica da ONU. Delegados dos países tradicionais compreenderam o argumento dos EUA como pretexto para ganhar o reconhecimento das uniões homossexuais porque as famílias estendidas e os lares de mães solteiras sempre foram incluídos na definição da ONU. 


Propostas semelhantes dos Estados Unidos, embora nunca excluindo a linguagem da Declaração, eram rotineiramente incluídas em documentos da ONU até recentemente. Mas a Assembleia Geral rejeitou a noção de "várias formas da família" em suas duas últimas sessões apesar da insistência de países europeus e dos Estados Unidos. Outrora considerada inofensiva, a frase se envolveu em polêmica por causa da insistência ocidental sobre as questões homossexuais.


Os países membros da ONU não estão contentes com o novo foco em questões lésbicas, bissexuais ou transgêneras (LGBT) dos Estados Unidos e países europeus. Os países ocidentais ainda têm de colocar em pauta uma resolução sólida que lida com orientação sexual e identidade de gênero e países abertamente [pró-homossexualismo] têm se limitado a campanhas que fazem propagandas internacionais das questões LGBT.


Os apoiadores das questões LGBT não são os únicos frustrados com a ONU. Há uma tendência de recuos de terminologia da ONU que eram indiscutíveis até recentemente não só nas questões LGBT, mas também relacionadas à saúde sexual e reprodutiva. Grupos abortistas estão frustrados que perderam terreno na ONU. Estão preocupados que não conseguirão implementar sua agenda nas futuras políticas da ONU.


Diplomatas da ONU provocaram polêmica no ano passado ao rejeitarem a linguagem da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Durante as negociações sobre uma resolução acerca de políticas de mulheres, os diplomatas da ONU pediram que se deletasse uma referência ao "direito inerente à vida, à liberdade e à segurança individual" de todo ser humano, também da Declaração Universal dos Direitos Humanos.


Tradução: Julio Severo


Fonte: Friday Fax


Divulgação: www.juliosevero.com


Leitura recomendada:







Para seguir Julio Severo no Facebook e Twitter: http://twitter.com/juliosevero Facebook: http://www.facebook.com/pages/Blog-Julio-Severo/185623904807430






You are subscribed to email updates from Julio Severo

To stop receiving these emails, you may unsubscribe now. 

Email delivery powered by Google 


Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610 

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo