Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

[Novo post] Surpreendente!? Advogado de Caio Silva e Fábio Raposo diz que jovens são aliciados para manifestações por partidos políticos.




lucianohenrique publicou: "Surpreendente uma ova! Qualquer um que não se faça de sonso já sabia que tinha caroço nesse angu. Partidos políticos de esquerda sempre se aliaram com movimentos sociais dispostos ao quebra-quebra. Por que agora a coisa seria diferente? Veja a notícia do " 



Responda a este post respondendo acima desta linha 






Nova publicação em Ceticismo Político 











Surpreendente uma ova! Qualquer um que não se faça de sonso já sabia que tinha caroço nesse angu. Partidos políticos de esquerda sempre se aliaram com movimentos sociais dispostos ao quebra-quebra. Por que agora a coisa seria diferente? Veja a notícia do Globo:


O advogado Jonas Tadeu Nunes, que defende Caio Silva de Souza e Fábio Raposo (suspeitos de envolvimento na morte do cinegrafista Santiago Andrade), disse nesta quarta-feira (12) na Cidade da Polícia que alguns manifestantes recebiam dinheiro de organizações — que não foram reveladas — para irem aos protestos e convocarem outros jovens às manifestações no Rio de Janeiro, dentre eles o próprio Caio.

"Ele foi aliciado a participar de manifestação e cada manifestação que participava, com intuito de 'vamos fazer um quebra-quebra. Você ganha R$ 150'", disse o advogado em entrevista à GloboNews (veja a íntegra da entrevista no segundo vídeo da reportagem). "Eles não me passaram precisamente nome de ninguém. Mas passaram assim: 'Doutor, manda investigar'", acrescentou Jonas Tadeu.

Ainda segundo Jonas, Caio recebia um salário mínimo no trabalho, como auxiliar de serviços gerais de uma empresa terceirizada pelo Hospital Rocha Faria, e grande parte do dinheiro seria utilizado para pagar o aluguel da casa da mãe. Embora tenha dito que isto não eximiria a culpa do rapaz, relacionou a condição "miserável" com o crime.

"Assim que estive com o pai do Caio, vi a situação de miséria que ele vive. Me deu uma tristeza muito grande. Esses jovens são aliciados, recebem fomentos financeiros de organismos que organizam estes protestos com o objetivo de desarticular o governo, em vez de fazer uma oposição correta. Tem que ir atrás das pessoas que aliciam outros jovens. Eles desgraçaram a família de outros jovens e do Santiago", disse o advogado, sem se aprofundar em quem seriam os responsáveis pelo suposto aliciamento.

Em entrevista à repórter Bette Lucchese, da TV Globo, Caio afirmou que costumava ir a manifestações. O advogado dele, entretanto, ponderou que o motivo seria a ajuda de custo supostamente recebida pelo rapaz. "Ele sempre foi aliciado, sempre recebeu dinheiro. Quanto mais páginas estes jovens abrirem nas redes sociais, quanto mais convocações tiver para outros jovens, eles são recompensados. Tem um fomento financeiro, mas não sei de onde vem.

Preso na manhã desta quarta-feira em Feira de Santana, Caio Silva de Souza admitiu à reportagem que acendeu o rojão durante a manifestação de quinta-feira (6). O suspeito chegou ao Rio, às 8h42 desta quarta-feira, pelo Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, Zona Norte. Na entrevista, ele disse que não sabia que o objeto era um rojão, e sim um "cabeção de nego".

Perguntado se acendeu junto com Fábio Raposo, ele balança a cabeça de forma positiva. Ele afirmou ainda que, depois da veiculação das imagens onde apareceria recebendo o rojão, teve medo de ser morto por "pessoas envolvidas nas manifestações".

De acordo com o advogado Jonas Tadeu Nunes, a namorada de Caio foi a responsável por convencer o suspeito a se entregar à polícia. Ele estava foragido na Bahia e teria tido que vender o celular para comprar a passagem mais barata. Na rodoviária, Caio teria ainda pedido dinheiro para conseguir o valor completo da passagem. Desde a viagem, passou fome e sede e bebeu água na pia do hotel — tudo ainda de acordo com Tadeu.

Antes de tudo, não me comovo com o discurso de Caio. O fato do sujeito ter uma vida miserável não é um atenuante para o que ele fez. Se ele recebeu R$ 150,00 para ir para a baderna, pior ainda, tornando seu crime ainda mais torpe. Mas é claro que temos que procurar os mandantes. 

Já passou da hora de investigarmos não apenas a relação de partidos políticos com os Black Blocs, como a relação de todos os partidos políticos de esquerda que financiam organizações que praticam qualquer forma de terrorismo, como o recente ato de violência do MST contra 30 policiais

A aliança desses partidos com terroristas já passou do estágio do crime moral. Agora estamos realmente diante de algo muito mais grave. Que venham os próximos capítulos...



lucianohenrique | 13 de fevereiro de 2014 às 1:24 am | Tags: black bloc, caio silva, cinegrafista, esquerdismo, extrema-esquerda, fábio raposo, rojão | Categorias: Outros | URL: http://wp.me/pUgsw-7Ql












Cancele a assinatura para não receber mais posts de Ceticismo Político.
Altere as configurações do seu e-mail em Gerenciar Assinaturas. 

Problemas para clicar? Copie e cole esta URL no seu navegador: 













Nenhum comentário:




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo