Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Frei Clemente Rojão: "Gente graúda na Congregação para Doutrina da Fé deveria se debruçar nisso aqui"





























Frei Clemente Rojão



Ortodoxia Católica sem Frescuras!




A misericórdia é grande, mas a penitência é braba!






























quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

"Gente graúda na Congregação para Doutrina da Fé deveria se debruçar nisso aqui"



Há muitas discussões teológicas normais dentro da Igreja. Muitas. Elas não necessariamente pertencem aos bastidores, elas são públicas e disponíveis a quem sabe ler. A grande questão é quem nem sempre se tem a formação para entrar na discussão e entendê-la. 



Linguagem técnica existe em todas as ciências e conhecimentos, inclusive a ciência máxima que é a teologia. A linguagem técnica é usada para expressar um conceito preciso, naturalmente está restrita aqueles que as entendem. Não é uma questão de poder, não. Nenhum músico diz para outro, por exemplo: "Vamos falar de arpeggios e harmonias para que as pessoas comuns sejam excluídas da música!". Muito pelo contrário, há gente muito rica com música que não sabe o que é uma fuga, ou que pensa que fuga é quando um condenado escapa de um presídio. No caso, os arpeggios, fugas e as harmonias foram desenvolvidas porque os compositores simplesmente queriam músicas mais ricas, mais belas, e o termo surgiu depois (aliás, o italiano não nega a origem da Itália barroca como o berço destes desenvolvimentos). A linguagem técnica naturalmente se transforma numa barreira para os "leigos" de uma ciência. Natural. Quando um aviador se comunica com a torre, usam linguagem técnica para termos precisos. O maior acidente aéreo da história, em Tenerife, foi falta de linguagem técnica, a torre disse "OK" para um 747 e o 747 entendeu "decolagem autorizada" e decolou batendo em um outro 747 que acabara de pousar na pista em neblina. 500 mortos. E a linguagem técnica traz a língua em que foi feita. Os termos da aviação são em inglês. Os termos da música são em italiano. Os termos da teologia e do direito são do latim. Os termos da exegese são do grego e hebraico. E assim vai. 


Eu comigo tenho muitas dúvidas que leio aqui e acolá, vejo contradições aqui e acolá, paradoxos aqui e acolá. A maioria deles eu resolvo, outros eu coço a cabeça e digo "Gente graúda na Congregação para Doutrina da Fé deveria se debruçar nisso aqui..." e sigo aquela máxima de Nelson Rodrigues, sobre os bons tempos em que os idiotas tinham vergonha e ficavam calados sem manifestar sua estupidez. Mas hoje em dia não! Os idiotas foram ordenados padres e tem programas na televisão! Os idiotas tem blogs e escrevem, ah, como escrevem! E querem resolver os problemas que os Clementes, Inocêncios, Bonifácio, Bentos, Joões e Paulos não conseguiram resolver... sem contar os doutores do passado!


Muitas vezes estas contradições e dúvidas são apenas para fazer graça e vira curiosidade história. Outras vezes o assunto é re-editado para enfiar o dedo na cara da Igreja. Sendo assim não comento. 


Nem tudo que me passa pela cabeça se fala...


São Tomás define a humildade como a virtude de um homem não buscar coisas superiores às suas forças ou status. Em matéria intelectual também. O hábito não faz o monge nem o diploma um teólogo, no Brasil há analfabetos funcionais diplomados. Sendo assim, nem a todos é dado a capacidade intelectual de resolver tudo, e nem todos estão dispostos a investir tempo e esforço para resolver tudo, então por que querem falar destas questões complexas? O Mar Cáspio não cabe no Mar da Galiléia, não posso querer que a excelência de um Ratzinger seja contida na minha limitada formação. E se estes homens mais bem preparados não fizeram estes trabalhos, porque eu seria arrogante de com tão menos estudo querer resolver? 


Eu não estudei neurocirurgia, se abrir a cabeça de alguém produzo um cadáver, não uma cura. Então porque gente com conhecimento limitado tenta resolver questões teológicas de séculos? 







Reações: 


Nenhum comentário:




Postar um comentário

Este é um blog católico... e dos bons. Aqui o ombro é amigo, mas o coice é certeiro

O autor fez voto de boçalidade: Comentários cretinos serão respondidos setenta vezes sete mais cretinamente ainda.



Links para esta postagem




Nosso Pai Fundador
Santo Amúlio da Sogdiana



Para os Curiosos










Em Obediência e Comunhão com o Papa

Tu es Petrus!



Em comunhão (quando dá) com
Sua Excelência Reverendíssima Dom Tersites Wilson Câmara Marques de Montfort, Bispo da Diocese de Anhangá-Açu



Frei Rojão no Twitter @FClementeRojao



Ocorreu um erro neste gadget



Frei Rojão no Facebook





Ocorreu um erro neste gadget



Atendimento Virtual

Dúvidas? Heresias? Cismas? Ou não muito?

* O único doutor da Igreja que seu pároco cita é Leonardo Boff?
* O grupo de música paroquial é quem decide o que se segue ou não no missal?
* O bispo diocesano não te ouve e acha que tudo vai bem?
* As paróquias estão vazias e os evangélicos só aumentam?
* A sua missa dominical mais parece um show do NxZero?
* Você sente que os seminaristas são meio... hum... assim... delicados?
* Na catequese te ensinaram que Santo Daime e Eucaristia são equivalentes?
* Para você, Quaresma é o outro nome complicado do tempo da Campanha da Fraternidade?
*Você aceita o Concílio de Nicéia, mas nega o Vaticano II e não vê nenhuma contradição nisso?
* Sente-se um excluído por não rezar ainda para São Hélder Câmara?
* A sua espiritualidade consiste em repetirXIRALALAIA XIRALALAIA XIRALALAIA e dizer que é oração?
* Tem a ilusão de que antes do Vaticano II havia uma idade de ouro na Igreja e tudo se corrompeu depois?
* " Confissão??? Ainda existe isso??? "
* Seu bispo não vê contradição nenhuma em apoiar o governo abortista da Dilma Rousseff e ser católico?

Escreva para o Frei: freirojao@gmail.com - Ombro amigo mas coice certeiro. Deus é paciente, já o Frei nem tanto.

E, pela milésima vez, não contem seus pecados por e-mail, que a confissão só vale presencial!!!





Ordem Terceira Amuliana




Arquivo

2014 (88)
Fevereiro (43)
Janeiro (45)
2013 (387)
2012 (212)
2011 (73)
2010 (127)



Repudiamos o trabalho escravo bolivariano!



Palavras-Chave
desculpas mundanas (81)tempos ruins (74) práticas esdrúxulas (62) depravação(56) clero (49) história (39)hipocrisia (32) Arquitetura da Destruição(31) politica (24) avisos paroquiais (23)catequese (23) perseguição à Igreja (23)PresidANTA Dilma figa (21) apologética(21) O chefe dos católicos (20) conselhos(19) Salomé (16) politicamente correto (16)sindicalismo gay (16) Diabo (13) Jornada Mundial da Juventude 2013 (12) Ordem Amuliana (12) cisma (12) intrigas paroquiais (12)liturgia (12) CNBB (11) vocacional (11) Conclave(10) Política (10) teologia da Libertação (10)Teologia da Libertaçao (9) Nota do Frei (8)teoria da conspiração (8) Memento Mori (6)eleições (6) estatolatria (6) hagiografia (6)Política Eclesiástica para Conservadores (5) Roma llocuta (5) consultório sentimental (5) teologia (5)Chavez morto (4) Islã (4) Medjugorje (4) Retiro (4)escravos cubanos (4) exegese (4) O "chefe" dos católicos (3) meta-posts (3) Aparições (2) Chalita(2) Filosofia (2) Paulo Freire (2) dogma (2) Alívio artístico (1) Egito (1) ateísmo (1) pet-blocks (1)



273,780























Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo