Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

[Novo post] Nem na Venezuela marcos governamentais de Internet dão certo: estudantes dão “bypass” na censura do governo sobre redes sociais




lucianohenrique publicou: " Muitas vezes pessoas da direita me perguntam, no Facebook, sobre a aprovação do Marco Governamental da Internet (que o governo, marotamente, chama de Marco Civil da Internet). Segundo eles, será o fim de nossa participação nas redes sociais. Na verdad" 



Responda a este post respondendo acima desta linha 






Nova publicação em Ceticismo Político 











Muitas vezes pessoas da direita me perguntam, no Facebook, sobre a aprovação do Marco Governamental da Internet (que o governo, marotamente, chama de Marco Civil da Internet). Segundo eles, será o fim de nossa participação nas redes sociais. Na verdade isso é o que o governo quer, mas nem na Venezuela, onde a censura impera vigorosamente, o cerco à Internet tem dado certo.

Leia o texto "Governo venezuelano bloqueia acesso às redes sociais?", da Folha de São Paulo:


As redes sociais parecem ser a última fronteira da batalha do governo venezuelano contra os meios de comunicação independentes.

Depois de expropriar TVs e afogar economicamente os principais jornais (há mais de 20 sob ameaça de fechamento por falta de dólares para importar insumos), o governo, por meio do provedor CANTV, adotou a estratégia de derrubar temporariamente as páginas do Facebook e do Twitter, além de aplicativos de trocas de mensagens.

O presidente Nicolás Maduro já demonstrou que o assunto é prioridade ao instituir, em janeiro, o vice-ministério de Redes Sociais, subordinado ao Ministério da Comunicação e Informação.

"Estamos driblando o problema nos conectando a provedores de fora da Venezuela", disse o estudante de informática Jorge (ele não quis revelar o sobrenome), 20, presente nas recentes manifestações antichavistas em Caracas.

"Há várias formas de burlar esses bloqueios, e, se derrubam um aplicativo, amanhã outros dez aparecerão. É uma batalha perdida para eles se quiserem realmente combater vozes opositoras por essa via", acrescentou.

As redes sociais são o principal meio de divulgação e comunicação dos participantes das marchas contra o governo de Nicolás Maduro, que começaram há duas semanas e já deixaram oito mortos.

O mais novo alvo do assédio do governo é o aplicativo Zello, muito popular na Venezuela. Trata-se de uma espécie de "walkie talkie", específico para smartphones, que permite enviar uma mensagem de voz a uma pessoa ou a um grupo de pessoas.

Estudantes venezuelanos usam o aplicativo para convocar manifestações e falar sobre sua movimentação.

O diretor geral do Zello, Bill Moore, disse à agência Associated Press que o aplicativo teria sido bloqueado na Venezuela pelo provedor CANTV, empresa estatizada por Hugo Chávez em 2007.

Preocupado com seus milhares de usuários no país, Moore disse que a companhia desenvolve atualizações que permitam furar o bloqueio.

A reclamação foi tanta que a CANTV emitiu um comunicado oficial, desmentindo "enfática e categoricamente que esteja envolvida na falha reportada por usuários".

Os jornalistas que cobrem os protestos na Venezuela têm tido dificuldade em usar o Twitter. A reportagem da Folha experimentou quedas da página na última semana.

Que isso não sirva como desestímulo à luta contra o Marco Governamental da Internet. Ao contrário: é importantíssimo lutarmos contra as tentativas do governo em censurar a rede, pois a possibilidade de darmos um "bypass" na censura, como já fazem os venezuelanos, ainda será explorada por poucos, já que a maioria dos usuários não terá o cuidado necessário para fugir do Big Brother governamental.

Mas, ainda assim, os nossos irmãos venezuelanos nos dão algumas dicas importantes para que nos sirvam como Plano B. Mas torcer (e lutar) para que não precisamos usar este plano B é uma prioridade.















Cancele a assinatura para não receber mais posts de Ceticismo Político.
Altere as configurações do seu e-mail em Gerenciar Assinaturas. 

Problemas para clicar? Copie e cole esta URL no seu navegador: 













Nenhum comentário:




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo