Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






segunda-feira, 14 de abril de 2014

[Catolicos a Caminho] TRAIÇÃO DE JUDAS Som !

 











TRAIÇÃO DE JUDAS ! 




Na Liturgia da Palavra de hoje – 15 de Abril – A, S. João faz referência ao Lava-Pés e à Traição de Judas, 

Judas, nos três Sinópticos aparece sempre no fim da Lista dos Apóstolos, com o sobrenome de Iscariotes e mais ainda com a indicação de que ele "foi o traidor".(cf.Mt.l0/l-4; Mc.3/13-19;Lc.6/12-16). 

Judas é o único dos Apóstolos que não é Galileu e não se sabe nada, pelos Evangelhos, a respeito do seu chamamento. 

Os três Evangelhos Sinópticos declaram que Judas se aproximou dos Sumos Sacerdotes, na intenção de entregar Jesus : 

- "Então um dos doze, chamado Judas Iscariotes, foi ter com os príncipes dos sacerdotes e disse-lhes : "Quanto me dareis se eu vo-Lo entregar?".(Ml.26/14-15).(cf. Mc.14/10-11; Lc.22/21-23). 

Eles ficaram contentes e prometeram recompensá-lo : 

- "Eles garantiram-lhe trinta moedas de prata". (Mt.26/15). 

Este era o preço de um escravo no Antigo Testamento. 

Se Judas fosse ambicioso e usurário como por vezes se diz, poderia ter exigido muito mais dos sumos sacerdotes. 

Na Última Ceia com os Seus discípulos, antes da Páscoa dos Judeus, Jesus declarou que um deles O havia de entregar : 

- "Em verdade vos digo : Um de vós Me há-de entregar".(Mt.26,21). 

Profundamente entristecidos, começaram a dizer-Lhe, cada um por sua vez : 

- "Porventura sou eu, Senhor ?".(Mt.26/21-22). (cf. Mc. 14/18-20; Lc.22/22-23; Jo.13/21-25). 

Só Mateus, Marcos e João revelam o sinal que Jesus deu do traidor : 

- "O que mete Comigo a mão no prato, esse Me entregará". (Mt.26/23).(cf. Mc.14/18; Jo. 13/26). 

Mas quando foi a vez de Judas perguntar : "Porventura sou eu. Rabbi?". 

Jesus respondeu : 

- "Tu o disseste".(Mt.26/25). 

João deve ter ouvido, porque acrescenta : 

- "E, molhando o bocado, deu-o a Judas Iscariotes, filho de Simão". (Jo. 13.26). 

Marcos acrescenta : 

- "Melhor fora a esse homem não ter nascido".(Mc.14/21). 

Jesus deu mais uma oportunidade a Judas consentido que molhasse com Ele o pão no prato. 

Só João, o discípulo amado, que estava do outro lado de Jesus, ouviu o que Jesus disse de Judas, e completa a história : 

- "E, depois de engolir o bocado, entrou nele Satanás".(Jo. 13/26-27). 

E logo Jesus concluiu : 

- "O que tens a fazer, fá-lo depressa". (Jo. 13/27). 

Judas não entendeu que Jesus sabia o que ele pensava fazer, e saíu tranquilo. 

Judas tinha dado um sinal, para que reconhecessem Jesus : 

- "Aquele a quem eu beijar, é Esse mesmo. Prendei-O".(Mt.26/48).(cf. Mc. 14/44). 

Depois da Agonia de Jesus no Horto, Ele disse aos que estavam com Ele, Pedro e os dois filhos de Zebedeu : 

- "Levantai-vos, vamos ; já se aproxima aquele que me vai entregar". (Mt.26/46).(cf. Mc. 14/42; Jo. 14/31). 

E logo apareceu Judas com uma grande multidão, enviada pelos príncipes dos sacerdotes e pelos anciãos do povo : 

- "Aproximou-se imediatamente de Jesus e disse : "Salve, Rabbi". E beijou-O". (Mt.26/49). (cf. Mc.14/45). 

Cumpriu-se o que Jesus tinha anunciado, de modo que logo disse a Judas: 

- "Amigo, a que vieste?" Então avançaram, deitaram as mãos a Jesus e prenderam-No". (Mt. 26/50). 

Lucas é muito mais explícito : 

- "Judas, é com um beijo que entregas o Filho do Homem?".(Lc.22/48). 

E foi daqui que nasceu a expressão de traição "O beijo de Judas". 

Judas depois compreendeu que Jesus foi condenado por causa da sua traição. 

Cheio de remorso foi entregar as moedas de prata aos príncipes dos sacerdotes dizendo : 

- "Pequei, entregando sangue inocente". (Mt.27/4). 

Todavia, eles não quiseram aceitar as escusas de Judas nem as moedas de prata e Judas, revoltado foi-se enforcar : 

- "Atirando as moedas para o santuário, ele saiu e foi-se enforcar". (Mt.27/5-6). 

Esta narração de Mateus, baseia-se possivelmente na profecia de Zacarias do Antigo Testamento que reza assim : 

-"O Senhor disse : "Arroja esse dinheiro no tesouro, essa bela soma pela qual avaliaram os teus serviços". Tomei as trinta moedas de prata e lancei-as no tesouro da casa do Senhor".(Zac.11/13).





Existe uma outra versão do fim trágico de Judas contada nos Actos dos Apóstolos :

- "Efectivamente (Judas) era um dos nossos e foi-lhe atribuída uma parte do nosso ministério. Esse homem, depois de ter adquirido um terreno com o salário do seu crime, precipitou-se de cabeça para baixo e rebentou pelo meio, e todas as suas entranhas se espalharam". (Act. 1/1.7-18).

Concorda no essencial com a narração de Mateus. 

Tem, contudo, algumas diferenças : Assim, Judas ainda teria tido tempo para comprar um campo com o dinheiro do seu crime. 

Nele teria morrido de cabeça para baixo e partido ao meio. 

Possivelmente a narração da morte de Judas enforcando-se, está inspirada na história da morte de Aquitofel :

- "Aquitofel, vendo que o seu conselho não fora seguido, selou o seu jumento e partiu para sua casa, na cidade. Pôs em ordem os seus negócios e enforcou-se...". (2 Sam. 7 7/23).

Quando Jesus, durante a Última Ceia anunciou que um dos seus o havia de trair, fiaram todos muito preocupados e todos, inclusive Judas – o traidor – foram perguntando quem seria e se seria um deles..

Só João teria ouvido Jesus dizer :

- "O que mete Comigo a mão no prato, esse Me entregará". (Mt.26/23).(cf. Mc.14/18; Jo. 13/26).

Judas não tinha realizado que Jesus sabia tudo nem nunca pensou qual era a consequência do seu gesto traidor, mas quando o reconheceu, ainda tinha tempo de se arrepender, mas já era tarde para remediar o quer que fosse.

Nas nossas vidas humanas, mesmo em pequenas coisas, todos nós podemos ser traidores ou atraiçoados.

Como traidores, todavia podemos sempre arrepender-nos e alcançar o perdão.

Como atraiçoados, podemos também perdoar, mas em circunstâncias que já se não podem inverter, criando uma dívida que dificilmente alguém poderá pagar, especialmente se a traição de que formos vítimas tiver o cunho de uma Calúnia. 

Pensando nisto até nos parece que a traição de Judas também tem o cunho de uma Calúnia, como uma dívida qwue ele não foi capaz de pagar e o levou a suicidar-se, quando tudo tinha surgido numa Ceia Pascal.



John
Nascimento











__._,_.___







através de email 







Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com













Privacidade • Sair do grupo • Termos de uso












.



__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo