Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






terça-feira, 28 de janeiro de 2014

[Novo post] Governistas usam o discurso que os vitimou em 1964: “Governo prepara plano contra terror na Copa”




lucianohenrique publicou: " Ah, como a política é cheia de ironias. Observar essas ironias torna a análise política muitas vezes um verdadeiro deleite - desde que isso não nos deixe descuidados, é claro. Difícil imaginar maior ironia do destino do que a matéria "Governo prepara " 



Responda a este post respondendo acima desta linha 






Nova publicação em Ceticismo Político 











Ah, como a política é cheia de ironias. Observar essas ironias torna a análise política muitas vezes um verdadeiro deleite - desde que isso não nos deixe descuidados, é claro. Difícil imaginar maior ironia do destino do que a matéria "Governo prepara plano contra terror na Copa", publicada pelo Brasil247:


A 'Copa das copas', na expressão da presidente Dilma Rousseff, não poderá ser maculada pela violência das ruas. Essa é a determinação dentro do governo, que faz nesta terça-feira 28, em Brasília, uma reunião para estreitar a comunicação entre a Polícia Federal e as polícias estaduais. O encontro é regular e acontece todos os meses.

Ganha importância nesta rodada de planejamento, porém, porque houve recrudescimento de violências nas manifestações anti-Copa durante o final de semana, especialmente em São Paulo. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, está escalado como o técnico encarregado de fazer o time policial jogar duro mas sem ultrapassar os limites da legalidade.

Nesta segunda 27, a Fifa manifestou confiança no "modelo de segurança" a ser aplicado pelo governo federal durante a competição. A entidade máxima do futebol comemora o recorde de um milhão de ingressos vendidos antecipadamente para o evento. Os brasileiros ficaram com mais de 60% dos tickets, com os Estados Unidos em segundo lugar. A Fifa recebeu 9 milhões de pedidos para ingressos para a primeira fase da Copa, também um recorde em relação a mundiais anteriores. Um milhão de ingressos foram vendidos no ano passado.

"Estamos confiantes de que o conceito de segurança adotado pelas autoridades brasileiras vai garantir a segurança de torcedores, delegações e imprensa", manifestou a entidade. "A Fifa respeita totalmente o direito de as pessoas protestarem de forma pacífica, sempre que os direitos dos demais também sejam respeitados. Mas condenamos qualquer forma de violência".

Os conflitos em São Paulo aumentaram os sinais de alerta entre as autoridades. Há um ferido em estado grave em razão de um tiro disparado por um policial militar. O governo, ao buscar a centralização das ações, quer evitar repressão gratuita, revide ou qualquer espécie de descontrole entre as forças policiais. A informação de que homens da Polícia Militar de São Paulo atuaram no sábado com suas identificações cobertas preocupou as autoridades. Por outro lado, medidas como manter presos durante todo o Mundial os presos por desordem e vandalismo, como acontece em algumas situações na Europa, é uma ideia em alta na cúpula de segurança da Copa.

Apesar de violento e ter suscitado dezenas de prisões, o protesto contra a Copa não consegui reunir mais de 1,5 mil pessoas. A baixa adesão estimula o governo a acreditar que o grande público estará a favor – e não contra – o mundial de futebol. Na dúvida, porém, o esquema de policiamento e repressão a ser coordenado pela Polícia Federal será dinamizado a partir da reunião de amanhã no Ministério da Justiça.

Segundo o governo (do PT, naturalmente) o quebra-quebra que prejudicar a Copa do Mundo não será tolerado, recebendo tratamento no mesmo nível do terrorismo. Até aí tudo bem, pois isso é o que eu sempre defendi. Um cidadão que vai em direção ao estádio assistir o jogo não pode ser vítima de barricadas e coquetéis molotov.

Só que o PT cai em uma grave contradição, pois o regime militar de 1964 foi sustentando na defesa da nação contra ações terroristas. Portanto, se o PT considerar legítimas as ações policiais contra os terroristas Black Blocs, também deverão considerar legítimas as ações policiais feitas contra assaltantes de banco e sequestradores que praticavam terrorismo nos anos 60. Não há como fugirem logicamente desta constatação.

Eu não era nascido naquela época, mas entendo que nossa proteção contra terroristas, feita pelo governo militar, foi muito bem vinda. Assim como (pasme) é a proteção que a polícia pode fazer contra os Black Blocs.

Mas há um problema sério, em relação ao qual precisamos ficar vigilantes. Se nos anos 60 o governo militar lidava muitas vezes com assassinos em larga escala, que recebiam uma grande verba de países socialistas, hoje em dia temos um bando de pé-rapados... apoiados pelo próprio governo. Recentemente, Gilberto Carvalho disse que os manifestantes que apareceram desde Junho "são uns ingratos".

Quer dizer, na questão das manifestações violentas, a ameaça não se indispõe contra o governo do PT. Ao contrário, ela surge a partir do governo do PT, em suas alianças escusas com movimentos radicais de extrema-esquerda.

Por isso, não há justificativa alguma para que o governo brasileiro use o truque de dizer que "precisamos controlar a mídia, fechar o congresso e usar as forças armadas" para "salvar o país", pois isso não passa de um truque para o qual podemos antecipar todas as ações.

A frase "o preço da liberdade é a eterna vigilância" nunca foi tão importante quanto agora.



lucianohenrique | 28 de janeiro de 2014 às 10:32 am | Tags: comunismo, esquerda, esquerdismo, exército, não vai ter copa, petralhas, PT, socialismo | Categorias: Outros | URL: http://wp.me/pUgsw-7KI












Cancele a assinatura para não receber mais posts de Ceticismo Político.
Altere as configurações do seu e-mail em Gerenciar Assinaturas. 

Problemas para clicar? Copie e cole esta URL no seu navegador: 













Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo