Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






sábado, 22 de fevereiro de 2014

[Novo post] Mais uma para irritar a extrema-esquerda brasileira (e cubana): Cubano que abandonou Mais Médicos posta foto em Miami




lucianohenrique publicou: "A extrema-esquerda tem uma característica peculiar: o ódio ao indivíduo. Isso os faz serem totalitários e odiarem do fundo de seus corações todos aqueles que não quiserem adotar seus paradigmas. Por exemplo: eu não quero ir para Cuba, mas quem quiser ir, " 



Responda a este post respondendo acima desta linha 






Nova publicação em Ceticismo Político 











A extrema-esquerda tem uma característica peculiar: o ódio ao indivíduo. Isso os faz serem totalitários e odiarem do fundo de seus corações todos aqueles que não quiserem adotar seus paradigmas. Por exemplo: eu não quero ir para Cuba, mas quem quiser ir, que vá. Cérebros individualistas tendem a respeitar a individualidade humana. Cérebros coletivistas, pelo contrário, revoltam-se quando alguém quer viver sua individualidade de forma diferente da dele.

Recentemente tivemos o caso do médico cubano Ortelio Jaime Guerra, que conseguiu fugir de seu regime de escravidão como médico cubano alocado no Brasil e fugiu para os Estados Unidos. Se esquerdistas tivessem mentes individualistas diriam: "ok, muitos cubanos não vão fugir, mas ele fugiu, tudo bem, que seja feliz nos Estados Unidos". Mas a mente deles processa as coisas de forma exatamente oposta: na ótica coletivista, se muitos cubanos não se rebelam contra a escravidão, cargas extremas de ódio devem ser lançadas contra os que se rebelam, pois, como já disse, o individualismo legítimo os ofende. Tanto melhor, pois é bom ver canalhas deste tipo irritados, especialmente ao lerem a matéria abaixo, publicada na Veja, mostrando o médico cubano ex-quilombola postando foto em Miami:


Após abandonar o programa Mais Médicos e fugir para os Estados Unidos no início de fevereiro, o médico cubano Ortelio Jaime Guerra anunciou, em sua página no Facebook, ter se mudado para Miami e postou uma foto fazendo compras no que parece ser um supermercado americano.

O profissional atuava em uma unidade de saúde da cidade paulista de Pariquera-Açu e estava sem comparecer ao trabalho há pelo menos três semanas. No dia 9, ele informou em sua página na rede social que já estava em solo americano e havia partido sem comunicar os amigos "por questões de segurança".

Recentemente o cubano publicou duas fotos em sua página pessoal. Em uma delas, aparece conduzindo um carrinho de compras na fila do caixa de um supermercado. Na outra, posa ao lado de um automóvel sedan estacionado em frente a uma casa tipicamente americana. O médico não informa se vive no imóvel fotografado. Guerra atualizou na rede social a cidade onde mora para Miami, no Estado da Flórida.

Descredenciados - Guerra é um dos quatro cubanos que tiveram sua participação no programa Mais Médicos cancelada pelo Ministério da Saúde na quarta-feira. Após abandonarem seus postos de trabalho, os profissionais tiveram 48 horas para se manifestar, mas, como não procuraram o governo federal para dar satisfações, foram desligados e tiveram seus registros profissionais provisórios cancelados. Junto com Guerra, outros 89 profissionais foram desligados do Mais Médicos.

De acordo com o Ministério da Saúde, trinta profissionais comunicaram a desistência depois da notificação. A pasta não informou a nacionalidade dos médicos. O restante não se manifestou e também foi desligado. Do total, oitenta são brasileiros e cinco estrangeiros inscritos individualmente.

Apenas os quatro cubanos, contratados por meio do acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde, tiveram os registros cancelados, pois os documentos tinham sido emitidos pelo ministério. Eles ficam impedidos de exercer a medicina no Brasil. A médica cubana Ramona Rodriguez não está na lista, pois o desligamento dela já havia sido formalizado.

Como é que é? Quer dizer que o governo brasileiro ficou bravinho com o ex-quilombola e o descredenciou? Fico imaginando como Jaime deve ter recebido esta notícia: "Que peguem esse credenciamento e enfiem no c... Credenciamento de país anti-civilização deveria ser levado a sério para que? Eu preciso de credenciamento de escravagistas para quê?". Como sempre, o governo petista é patético.

Agora, Jaime vive em um país civilizado, onde poderá colher os frutos de seu trabalho, e fazer compras em supermercados que só enfrentarão racionamentos após um furacão. E olhe lá. Enquanto isso, em Cuba, o Furacão Castro faz com que seus habitantes mal consigam achar produtos para comprar há várias décadas. E ainda por cima ele tem um carro (adquirido de forma razoavelmente confortável, como ocorre com todo trabalhador nos Estados Unidos) que seus irmãos médicos em Cuba jamais conseguirão comprar.

Para os coletivistas, isso deve doer bastante.















Cancele a assinatura para não receber mais posts de Ceticismo Político.
Altere as configurações do seu e-mail em Gerenciar Assinaturas. 

Problemas para clicar? Copie e cole esta URL no seu navegador: 













Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo