Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






terça-feira, 17 de dezembro de 2013

ACI Digital: Feliz aniversário Papa Francisco!

Documento sin título










NOTÍCIAS DIÁRIAS · www.acidigital.com 










17 de dezembro de 2013 







VATICANO, 17 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- Hoje, 17 de dezembro, o Papa Francisco cumpre 77 anos de vida. Pela primeira vez celebrará um aniversário como Sucessor de São Pedro e Pontífice da Igreja Católica. Milhões de fiéis em todo o mundo oferecem diferentes gestos de amor por ele, especialmente um que ele pede com grande insistência porque “o necessita”: a oração dos fiéis.



SUGERIMOS HOJE:

FAÇA PARTE DA NOSSA REDE NO FACEBOOK

SIGA AS NOSSAS NOTÍCIAS ATRAVÉS DO TWITTER



MANCHETES DO DIA 











VATICANO 
Fundação Ajuda à Igreja que Sofre convida fiéis pessoas a desejarem «feliz aniversário» ao Papa 
Vaticano presenteia Papa Francisco com ebook pelos seus 77 anos 
Feliz aniversário Papa Francisco! 

MUNDO 
União Europeia não financiará pesquisas com embriões humanos 
Síria: Outra aldeia Cristã é atacada por extremistas muçulmanos 
Dom Mamberti: O conceito de direitos humanos nasceu em um contexto cristão 
77 crianças espanholas cantam parabéns para o Papa Francisco 
Cardeal Koch visita Federação Russa de maioria ortodoxa 





Católico em Dia 



Evangelho: 





Santo ou Festa: 



Um pensamento: 

Apesar de toda oposio, este Divino Corao eventualmente triunfar. Ditosos os que foram instrumentos para estabelecer seu Reinado.

Santa Margarida Maria 













VATICANO 









LISBOA, 17 Dez. 13 (ACI) .- Terá fim no dia de hoje, 17 de dezembro, a campanha lançada pela Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) na qual pede os fiéis que acendam uma vela “em ação de graças pelo dom da vida do Papa Francisco”, que celebra nesta terça-feira o seu 77.º aniversário.

“Esta campanha tem lugar no microsite www.acendaumavela.org onde as pessoas podem acender uma vela virtual e deixar uma mensagem de felicitação ao Santo Padre”, explica a organização católica, dependente da Santa Sé, em comunicado enviado à Agência Ecclesia, do episcopado português.

A fundação pontifícia precisa que todos os que se associarem a esta iniciativa “terão o seu nome e as suas felicitações” num livro que vai ser enviado ao Papa pelo padre Martin Barta, o assistente espiritual internacional da AIS. 

Ainda há tempo de participar: “Manifeste agora mesmo a sua gratidão, acendendo uma vela e deixando-lhe uma mensagem!”, anima a Fundação pontifícia de ajuda aos cristãos em todo o mundo para o aniversário natalício de Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco, nascido em Buenos Aires, capital da Argentina, no dia 17 de dezembro de 1936.

Para acessar diretamente o site e deixar seu desejo de feliz aniversário ao Papa visite: http://www.acendaumavela.org/adicionar_vela.php



voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


VATICANO, 17 Dez. 13 (ACI) .- Segundo informou a Radio Vaticano nesta terça-feira, 17 dedezembro, quem entrar no site do Vaticano (www.vatican.va) vai encontrar umasurpresa: o primeiro e-book de fotos e citações do Papa. O álbum traz 32imagens de Francisco em contextos diferentes, acompanhadas de frases com o linkpara o texto original do qual foi extraída. O livro eletrônico “A ternura deDeus se expressa nos sinais”, foi lançado com um modo de assinalar o 77ºaniversário de Francisco, que se celebra hoje.

O ebook “A ternura de Deus expressa-se nos sinais”, trazfotos e citações de textos dos 9 meses de magistério de Francisco. As fotos que compõem a obra foram cedidas peloServiço fotográfico Osservatore Romano.

Francisco, explica a nota da Rádio Vaticano, é o primeiroPapa jesuíta, o primeiro latino-americano e o primeiro a adotar o nome de SãoFrancisco de Assis, santo italiano que abdicou de uma vida de luxo para sededicar aos pobres e à natureza. Até 9 meses e 4 dias atrás, quando foi eleitoPontífice após dois dias de conclave, era o Cardeal Jorge Mario Bergoglio,arcebispo de Buenos Aires.

Ainda segundo RV, a primeira aparição pública do PapaBergoglio, em 13 de março de 2013, deixou claro seu estilo: vestia apenas umabatina branca, sem a clássica estola vermelha papal, e pediu aos fiéis querezassem pedindo a Deus que o abençoasse e Bento XVI, que renunciou ao cargo em28 de fevereiro.

Em nove meses de pontificado, o Papa Francisco visitou oBrasil (Rio de Janeiro e Aparecida) e fez três viagens na Itália, incluindo umapassagem pela ilha de Lampedusa.

Dentre os principais documentos de seu pontificado, estão aencíclica ‘Lumen Fidei’ (A luz da Fé), uma coleta de reflexões ‘a quatro mãos’com Bento XVI, e a exortação apostólica ‘Evangelii Gaudium’ (A alegria doEvangelho), publicada em 24 de novembro em 7 línguas.

Francisco já convocou um Sínodo sobre a Família, que vaidecorrer em duas sessões: uma extraordinária em 2014 e outra ordinária, em2015.

Também criou um Conselho de Cardeais, com membros dos cincocontinentes, para o aconselharem no Governo da Igreja e na reforma da‘Constituição’ do Vaticano, e aprovou uma nova legislação para regular aatividade financeira do Estado e da Santa Sé.

O ebook em português pode ser visto em: http://www.vatican.va/auguri-francesco/po/index.html#32



voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


VATICANO, 17 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- Hoje, 17 de dezembro, o Papa Francisco cumpre 77 anos de vida. Pela primeira vez celebrará um aniversário como Sucessor de São Pedro e Pontífice da Igreja Católica. Milhões de fiéis em todo o mundo oferecem diferentes gestos de amor por ele, especialmente um no que ele insiste muito porque “o necessita”: a oração.

Durante este mês, o primeiro Papa “do fim do mundo”, argentino e jesuíta também celebrou o 44 aniversário de sua ordenação sacerdotal. E o dia de Natal, o Santo Padre também fará 77 anos de ter sido batizado.

O primeiro Papa com nomeie Francisco na história da Igreja, recebeu sua primeira saudação de aniversário com uma simbólica “festa surpresa” de um vintena de crianças no sábado, 14 de dezembro, quando se reuniu com os responsáveis, voluntários e beneficiários do dispensário pediátrico da Casa Santa Marta.

O Santo Padre nomeado recentemente “Personagem do Ano” 2013 pela Revista Time, jamais esperava ser eleito Papa como afirmou em reiteradas ocasiões. Hoje a Igreja junto a ele agradece a Deus por um ano mais de vida. Feliz Aniversário Papa Francisco!.

Biografia

Jorge Mario Bergoglio nasceu no seio de uma família católica no dia 17 de dezembro de 1936, no bairro portenho de Flores, sendo o mais velho dos cinco filhos do matrimônio formado por Mario José Bergoglio e Regina Maria Sívori, ambos imigrantes italianos.

Foi batizado no dia de Natal de 1936 na Basílica Maria Auxiliadora e São Carlos do bairro de Almagro em Buenos Aires. Durante sua infância foi aluno do Colégio salesiano Wilfrid Barão dos Santos Anjos e estudou na Escola Nacional de Educação Técnica N.º 27 Hipólito Yrigoyen onde se graduou como técnico em química. Logo trabalhou no laboratório Hickethier-Bachmann.

Durante sua juventude, sofreu uma enfermidade pulmonar e foi submetido a uma operação cirúrgica na qual foi extirpada uma porção de seu pulmão, o que não lhe impediu de desenvolver sua atividade com normalidade.

Em 11 de março de 1958 ingressou no noviciado da Companhia de Jesus. Como noviço da Companhia do Jesus terminou seus estudos no Seminário Jesuíta de Santiago do Chile. Entre 1967 e 1070 cursou estudos de teologia na Faculdade de Teologia do Colégio Máximo de San José. Foi ordenado sacerdote em 13 de dezembro de 1969, quase aos 33 anos de idade.

Continuou seus estudos de 1970 a 1971 na Universidade do Alcalá Henares (Espanha) e em 22 de abril de 1973 realizou sua profissão perpétua como jesuíta. De regresso à Argentina foi mestre de noviços, professor na Faculdade de Teologia de San Miguel, consultor provincial da Companhia de Jesus e reitor do Colégio Máximo da Faculdade San José.

Foi nomeado Bispo Auxiliar de Buenos Aires pelo Papa João Paulo II no dia 20 de maio de 1992. Quando a saúde do então Arcebispo de Buenos Aires, Cardeal Antonio Quarracino, começou a debilitar-se, Monsenhor Bergoglio foi designado Arcebispo Coadjutor em 3 de junho de 1997. Após o o falecimento do Cardeal Quarracino o sucedeu no cargo de Arcebispo de Buenos Aires em 28 de fevereiro de 1998.

Durante o consistório de 21 de fevereiro de 2001, o Beato João Paulo II o criou Cardeal.

Como Cardeal formou parte da Comissão para a América Latina; da Congregação para o Clero; do Pontifício Conselho para a Família; da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos; do Conselho Ordinário da Secretaria Geral para o Sínodo dos Bispos e da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica.

Foi Presidente da Conferência Episcopal Argentina, em dois períodos consecutivos desde novembro de 2005 até novembro de 2011. Integrou também o Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM).

O Cardeal Bergoglio sempre teve um estilo de vida singelo e austero. Vivia em um apartamento pequeno em vez da residência episcopal, renunciou à sua limusine e seu chofer, mobilizava-se em transporte público e cozinhava sua própria comida.

O Cardeal Bergoglio desfrutava da ópera, do tango e do futebol, cuja paixão permanece e mesmo vivendo em Roma, segue sendo sócio ativo do Clube Atlético São Lorenzo de Almagro, que no domingo 15 de dezembro acaba de consagrar-se como campeão argentino e festejará o título junto ao Santo Padre.

Ao cumprir os 75 anos, de acordo ao direito canônico o Cardeal apresentou sua renúncia ante o então Papa Bento XVI. Tinha previsto retirar-se a um lar para sacerdotes mais velhos ou doentes para depois levar uma vida de oração e de direção espiritual, afastada do governo eclesiástico.

O Cardeal Bergoglio participou do Conclave de 2005 em que foi eleito Papa o Cardeal Joseph Ratzinger.

Nove meses de Pontificado

No dia 11 de fevereiro de 2013 o Papa Bento XVI renunciou ao papado e convocou um novo Conclave. Em 13 de março de 2013, o Cardeal Bergoglio foi eleito sucessor de Bento XVI às 19:06h do segundo dia do conclave, na quinta rodada de votações.

Escolheu o nome do Francisco como seu nome pontifício em honra a São Francisco de Assis.

Francisco é o primeiro Papa de procedência americana e o primeiro que não é nativo da Europa, Oriente Médio ou o norte da África. Além disso, é o primeiro Papa pertencente à Companhia do Jesus.

Francisco escolheu como lema e escudo papais os mesmos que tinha como Bispo e Cardeal. Seu lema, “Miserando atque eligendo” (“Olhou-o com misericórdia e o escolheu”), provém de uma homilia de São Veda o Venerável.

Em 14 de março de 2013, um dia depois de ser eleito, celebrou sua primeira Missa como pontífice na Capela Sistina. Em seu segundo dia de pontificado, na sexta-feira 15 de março, recebeu em audiência todos os cardeais na Sala Clementina do Vaticano.

Em 16 de março recebeu os jornalistas em audiência na Sala Paulo VI, os abençoou e agradeceu pelo trabalho realizado durante os dias do conclave. Neste ato o Papa falou pela primeira vez em espanhol desde que havia sido eleito. Esse dia pronunciou uma de suas já conhecidas frases “Como eu gostaria de uma Igreja pobre para os pobres!”.

No dia 17 de março presidiu a primeira oração do Ângelus do balcão do seu apartamento no Vaticano, perante 150 mil pessoas.

No dia 18 de março Francisco recebeu a primeira autoridade estrangeira, a presidente argentina Cristina Fernández de Kirchner. O encontro durou cerca de 20 minutos e foi seguido de um almoço de mais de duas horas de duração.

A missa de inauguração do pontificado do Papa Francisco teve lugar no dia 19 de março de 2013, Festividade de São José. Milhares de fiéis seguiram desde Buenos Aires o início do pontificado do Papa Francisco através de telas gigantes.

No dia 23 de março o Papa Francisco visitou seu predecessor, Bento XVI, na residência pontifícia Castelgandolfo.

Francisco decidiu fazer da Casa da Santa Marta sua residência, renunciando assim ao Palácio Apostólico Vaticano usado pelos papas desde Pio X (1903).

Alguns dos primeiros atos públicos do pontificado do Francisco se desenvolveram no marco da Semana Santa de 2013. Um mês depois de sua eleição, o Papa Francisco constituiu um grupo de cardeais que o assessorarão nas tarefas de governo da Igreja e lhe ajudarão na reforma da constituição apostólica Pastor Bonus sobre a Cúria Romana.

No dia 2 de maio de 2013 Francisco recebeu no Vaticano o bispo emérito de Roma, Bento XVI, quem deixou Castelgandolfo para viver definitivamente no Mosteiro Mater Ecclesiae.

Como resultado das primeiras reuniões do Papa Francisco com o Conselho de Cardeais , realizadas na Cidade do Vaticano de 1 a 3 de outubro de 2013, convocou-se a III Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo de Bispos, sob o lema «Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização», que ocorre na Cidade do Vaticano entre os dias 5 e 19 de outubro de 2014.

A primeira viagem apostólica do Papa Francisco fora de Roma, mas dentro da Itália, foi a Lampedusa, no dia 8 de julho de 2013.

Sua primeira viagem fora da Itália foi ao Rio do Janeiro por ocasião da Jornada Mundial da Juventude realizada entre os dias 22 e 29 de julho.

Nesta viagem o Papa visitou o Santuário da Virgem de Aparecida, uma favela, um hospital e presidiu o Via Crucis na Copacabana; a vigília de oração e a grande missa final da Jornada Mundial da Juventude.

Sua primeira encíclica, Lumen Fidei (A luz da fé) foi assinada em 29 de junho de 2013, na solenidade de São Pedro e Paulo.

Francisco canonizou, no domingo 12 de maio de 2013, 815 pessoas: Antonio Primaldo e seus 812 companheiros mártires de Otranto, Laura Montoya e Maria Lupita García Zavala. Em 9 de outubro de 2013 decretou a canonização da mística terciária franciscana Ángela de Foligno.

No fim de setembro de 2013 anunciou que no dia 27 de abril de 2014 presidirá a canonização dos papas João Paulo II e João XXIII.


voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


MUNDO 









MADRI, 17 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- Segundo informou a plataforma civil espanhola Profesionales por la Ética, um grupo que defende os direitos humanos segundo a doutrina da Igreja Católica, a Comissária de Investigação da União Europeia (UE), Máire Geoghegan-Quinn, assegurou que não haverá ajudas europeias para projetos de pesquisa que destruam embriões humanos no orçamento de 2014 e tampouco nos seguintes.

Trata-se de um acordo estabelecido com a sentença do Tribunal de Justiça Europeu de 18 de outubro de 2011. Esta sentença exclui a possibilidade de registrar em toda a Europa qualquer patente que seja fruto de pesquisas que tenham comprometido a manipulação e destruição de embriões humanos, assim como a utilização destes com fins comerciais e industriais.

A Comissária europeia fez estas declarações durante a apresentação do recém-aprovado Programa Marco de Investigação, Desenvolvimento e Inovação da UE, 2020, que entrará em vigor no próximo dia 1º de janeiro e será válido para os próximos sete anos.

Alguns países como a Áustria, tinham incluído em sua posição oficial diante deste Programa Marco um parágrafo que solicitava dar prioridade à pesquisa com células-mãe adultas e não com as embrionárias de acordo com a sentença do Tribunal de Justiça da UE.

Uma petição realizada pelo Comitê de Cidadãos Europeus, One of Us (Um de nós), propôs acabar com o financiamento europeu da destruição de embriões humanos com recursos comunitários no âmbito da UE e foi apoiada por mais de um milhão de pessoas de vários países europeus, porém ainda não foi tramitada como norma europeia.

Conforme informa PPE, Espanha não se somou às tendências europeias e continua mantendo uma legislação de investigação biomédica e de reprodução assistida muito agressiva com o embrião humano.

A Secretária Geral do PPE assegura que estes pesquisadores que trabalham com células-mãe embrionárias "parecem desconhecer que os projetos de pesquisa resultantes não poderão ser patenteados na UE; resulta evidente também que depois de 11 anos de trabalhos, as células-mãe embrionárias não obtiveram resultado terapêutico algum".

PPE assegura que espera que a Espanha adeque a sua legislação ao novo marco europeu e potencialize as pesquisas com células-mãe adultas e células IP’s, cujos êxitos são indiscutíveis.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


ROMA, 17 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- A aldeia cristã de Kanayé, no rio Oronte, Estado de Idlib, foi invadida por milicianos islâmicos que aterrorizam a população, ameaçaram com um massacre e impuseram a lei islâmica.

"Em Kanayé os milicianos salafitas e os jihaidistas de ‘Jabhat al-Nousra’ impuseram ao pároco que não tocasse mais os sinos. As mulheres não podem mais sair nas ruas com a cabeça descoberta, mas só com véus. Se não obedecerem a estas ordens, correm o risco de serem massacrados", relata em uma nota, difundida pela agência vaticana Fides, Dom Giuseppe Nazzaro, Vigário Emérito de Aleppo.

Nas últimas semanas este esquema se converteu em um padrão que se repete em várias aldeias cristãs: guerrilheiros armados ocupam vilarejos, assustam a população, sequestram, matam e semeiam destruição.

"Estamos diante de uma repetição do que fizeram na aldeia perto de Ghassanieh, há mais de um ano. Em Ghassanieh intimaram os moradores a deixar imediatamente a aldeia, senão os matariam. Obtiveram o resultado desejado: ocupar a aldeia com todos os bens dos habitantes cristãos".

"Em Kanayé, não impuseram à população a ir embora, mas a viver segundo a lei islâmica". Segundo o vigário emérito, "este poderia ser o primeiro passo: amanhã, os obrigarão a se converter ao Islã".

Nos últimos dias, o Padre George Louis, pároco grego-católico da aldeia de Qara, devastada e incendiada, explicou à Fides: "Maalula, Sednaya, Sadad, Qara e Deir Atieh, Nebek: os jihaidistas armados aplicam sempre o mesmo modelo: pegam a aldeia como alvo, a invadem, matam, queimam e devastam. Para os civis cristãos e não-cristãos, a vida é sempre mais difícil".

"Os milicianos estrangeiros agem sem o controle dos nossos compatriotas sírios do Exército Livre Sírio (FSA), que são respeitosos de todos e não querem destruir todo o país. Infelizmente, porém, em muitos casos eles tiveram que se retirar diante de grupos armados estrangeiros".

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


ROMA, 17 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- O Secretário para as Relações com os Estados, Dom Dominique Mamberti, afirmou durante uma exposição na Universidade Urbaniana de Roma que o "conceito mesmo de direitos humanos" nasceu em um contexto cristão e deu o exemplo de Santo Tomás Moro que, pelo preço de sua própria vida demonstrou como os cristãos são os primeiros a rejeitar, em nome da liberdade de consciência qualquer projeto de atropelo.

Dom Mamberti falou sobre os laços entre a liberdade religiosa e o cristianismo, no âmbito da Conferência organizada pela Georgetown University de Washington sobre o tema "Cristianismo e liberdade: perspectivas históricas e contemporâneas".

"O vínculo entre o cristianismo e a liberdade é, portanto, original e profundo, tem as suas raízes nas lições de Cristo, e encontra mais tarde em São Paulo a um dos seus promotores mais enérgicos e geniais. A liberdade é inerente ao cristianismo, já que, como diz Paulo, ‘Cristo nos libertou para que fôssemos livres’ e embora, o apóstolo fale da liberdade interior, essa repercute em âmbito social", explicou o Prelado.

Este ano faz 1700 anos do Édito de Milão, que deu a liberdade religiosa aos cristãos que viviam no Império Romano. "Ao mesmo tempo, do ponto de vista da história e do patrimônio cultural, o Édito marca o começo de um caminho que caracterizou a história da Europa e de todo o mundo e que levou ao longo dos séculos à definição dos direitos humanos e à afirmação da liberdade religiosa como o primeiro deles", assinalou.

Dom Mamberti disse que se Constantino se deu conta de que o desenvolvimento do império dependia da capacidade de cada um de professar livremente sua fé, "a história demonstra que existe um círculo virtuoso entre a abertura ao caráter transcendente do desenvolvimento humano e social".

"Basta com contemplar o patrimônio artístico do mundo, e não só o de origem cristã, para compreender a bondade deste vínculo. Neste ponto, é necessário, entretanto dissipar um mal-entendido no qual é fácil cair, já que a palavra ‘liberdade’ se pode interpretar de muitas maneiras. Não pode reduzir-se ao mero livre-arbítrio, nem entender-se negativamente como a ausência de vínculos. O reto exercício da liberdade religiosa não pode separar-se da interação mútua entre a fé e a razão", indicou.

Dom Mamberti disse que "isto constitui ao mesmo tempo, a barreira contra o relativismo e contra as formas de fundamentalismo religioso que consideram, da mesma forma que o relativismo, a liberdade religiosa como uma ameaça para sua afirmação ideológica".

O representante vaticano recordou que quando o Concílio Vaticano II afirmou o princípio da liberdade religiosa "não propôs uma nova doutrina. Ao contrário, reiterou uma experiência humana comum, ou seja, que ‘todos ... , como pessoas, dotadas de razão e de vontade livre e por isso mesmo com responsabilidade pessoal, são levados pela própria natureza e também moralmente a procurar a verdade’ ... E é na verdade, não como um absoluto que já possuímos, mas como um objeto possível de conhecimento racional e relacional, onde encontramos a possibilidade de um são exercício da liberdade. Nesse elo encontramos a verdadeira dignidade da pessoa humana".

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


MADRI, 17 Dez. 13 (ACI/Europa Press) .- Nesta terça-feira 17 de dezembro o Papa Francisco cumpre 77 anos e os alunos de 3 a 6 anos dos colégios Los Tilos e Tajamar situados em Madri (Espanha), quiseram unir-se às felicitações que o Santo Padre receberá de todo o mundo através de um vídeo no qual cantam “parabéns para você”.

Além disso, conforme explica a organização, os alunos destes colégios da periferia de Madri que participaram desta felicitação, insistiram em cantar que “o Papa é um bom companheiro” como diz a letra da canção.

No vídeo de felicitação também acrescentaram duas petições. "Santo Padre nós rezamos muito, muito por você. Reze muito por nós", dizem as crianças dos Los Tilos e Tajamar.

Marta López Martín, coordenadora de Educação Infantil da escola Los Tilos, que coordenou as alunas e os alunos menores para o vídeo enviado ao Santo Padre, assegura que "o Papa Francisco vai dar mais valor ao carinho com o que foi feito este vídeo que a qualidade das vozes... E, seguramente, desfrutará esta espontânea felicitação”. 

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


ROMA, 17 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- O Cardeal Kurt Koch, Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, visita a Federação Russa, São Petersburgo e Moscou, de 14 a 19 de dezembro para encontrar-se com diversos representantes da Igreja Ortodoxa e da Igreja Católica.

O cardeal será recebido pelo Patriarca Cirilo de Moscou e de toda a Rússia e encontrar-se-á com o Metropolita Hilário, presidente do Departamento para as Relações Eclesiásticas Externas do Patriarcado de Moscou que, no dia 12 de novembro deste ano, foi recebido em audiência pelo Papa Francisco. Na Academia de Teologia de Moscou dará uma conferência sobre os progressos do diálogo entre católicos e ortodoxos e visitará o mosteiro das Grutas Alexander Nevski que este ano celebra o terceiro centenário.

Durante sua visita à Federação Russa, o cardeal, com o convite do arcebispo Paolo Pezzi, Ordinário da arquidiocese católica da Mãe de Deus em Moscou, presidirá a comemoração do jubileu da basílica de Santa Catarina de Alexandria em São Petersburgo e falará com o clero católico no âmbito dos encontros pastorais dedicados ao Concílio Vaticano II e ao diálogo ecumênico.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo






PARA CANCELAR A ASSINATURA O INSCREVER UM AMIGO, PREENCHA O FORMULÁRIO AQUI
COMENTÁRIOS OU PERGUNTAS A acidigital@acidigital.com


Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo