Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Papa fará especial oração de autoria própria pela família no dia 29 de dezembro

Documento sin título










NOTÍCIAS DIÁRIAS · www.acidigital.com 










19 de dezembro de 2013 







VATICANO, 19 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- No Ângelus dominical que se rezará no dia 29 de dezembro, Festa da Sagrada Família, o Papa Francisco pronunciará uma oração especial, de autoria própria, para a família, em vistas à próxima assembleia extraordinária do Sínodo dos Bispos, que terá como tema "Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização".



SUGERIMOS HOJE:

FAÇA PARTE DA NOSSA REDE NO FACEBOOK

SIGA AS NOSSAS NOTÍCIAS NO TWITTER



MANCHETES DO DIA 











VATICANO 
Papa fará especial oração de autoria própria pela família no dia 29 de dezembro 
O Papa Francisco viajaria à Argentina em 2016 

AMÉRICA 
Famílias no Haiti viverão dramática situação na época natalina lamentam bispos 

MUNDO 
Bispos e sacerdotes pedem orações e ajuda para a República Centro-africana e pela triste situação das crianças-soldados 
Espanha e outros países europeus ajudarão a reconstruir a basílica da Natividade em Jerusalém 

CONTROVÉRSIA 
Famílias sírias “invejam” a Sagrada Família, mas a acompanham em sua miséria, afirma Arcebispo 

PERFIS 
Papa aprova virtudes heroicas de leigo polonês amigo de João Paulo II 





Católico em Dia 



Evangelho: 





Santo ou Festa: 



Um pensamento: 

Abrai-voz humildemente com as coisas que mais vos humilham e aniquilam, como meios muito eficazes para fazer com que triunfe o doce e amvel Corao de Jesus, e seu corao reine no vosso.

Santa Margarida Maria 













VATICANO 









VATICANO, 19 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- No Ângelus dominical que se rezará no dia 29 de dezembro, Festa da Sagrada Família, o Papa Francisco pronunciará uma oração especial, de autoria própria, para a família, em vistas à próxima assembleia extraordinária do Sínodo dos Bispos, que terá como tema "Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização".

As basílicas de Loreto e de Nazaré se conectarão ao vivo com a Praça de São Pedro para transmitir este momento.

Também com vistas a este evento, o Presidente do Pontifício Conselho para a Família, Dom Vincenzo Paglia, presidirá no dia 22 de dezembro a Missa na Basílica da Sagrada Família de Barcelona (Espanha).

Por sua parte, o Secretário geral do Sínodo dos Bispos, Dom Lorenzo Baldisseri, presidirá a Missa na Basílica da Anunciação de Nazaré no dia 29 de dezembro.

No Santuário da Santa Casa de Loreto, também no dia 29 de dezembro, o delegado pontifício, Dom Giovanni Tonucci, celebrará Missa.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


A HAIA, 19 Dez. 13 (ACI) .- O Papa Francisco manifestou sua intenção de viajar à Argentina em 2016 motivado pelo Congresso Eucarístico Nacional a ser desenvolvido em San Miguel de Tucumán coincidindo com os atos comemorativos pelo bicentenário da Independência nacional.

A informação foi dada a conhecer hoje por Matías Lammens, presidente do clube de futebol argentino do qual o Pontífice é torcedor, o São Lorenzo do Almagro, em uma conferência de imprensa que a delegação da instituição brindou na Pontifícia Academia para as Ciências, junto ao Bispo argentino Dom Marcelo Sánchez Sorondo Chanceler desta Pontifícia Academia. 

A instituição vaticana divulgou este dado através de sua conta no twitter, @CasinaPioIV.

Os dirigentes da entidade esportiva campeã do Torneio Inicial Argentino tiveram um encontro privado por espaço de 40 minutos junto com os jogadores no domingo passado, que viajou especialmente para entregar ao Santo Padre o troféu do torneio e uma camiseta alusiva. Foi nessa reunião em que o Papa Francisco manifestou sua intenção de viajar a Argentina em 2016.

A Conferência Episcopal Argentina escolheu o ano 2016 para celebrar o Congresso Eucarístico Nacional na histórica cidade de San Miguel de Tucumán, onde se assinou a ata da Independência.
Em julho deste ano o Arcebispo de Tucumán, Dom Alfredo Horacio Zecca, enviou uma carta ao Papa Francisco para convidá-lo formalmente ao evento, mas, até o momento, a decisão do Papa ainda não foi anunciada oficialmente pelo Vaticano.



voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


AMÉRICA 









PORTO PRÍNCIPE, 19 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- "O Menino (Jesus) foi vítima de ameaças e de exclusão. Maria e José fugiram com Ele para o Egito. Como Ele, muitas famílias haitianas continuam fugindo enfrentando o mar, colocando a vida em risco, atravessando as fronteiras sofrendo humilhações, a rejeição, a exclusão e a negação de seus direitos fundamentais", assinalaram os Bispos do Haiti.

Através de um comunicado os Prelados da Conferência Episcopal descrevem o drama que se vive no país que ocasiona que os haitianos na busca de uma vida melhor, viajem para o estrangeiro, mas encontram mais "abuso, a degradação, a xenofobia e inclusive a morte".

No Haiti se vive "a interminável luta fratricida pelo poder; a falta de respeito pelos outros, pelas normas e as leis; a crítica negativa e destrutiva; a degradação moral e a perda do bom costume; a má gestão administrativa e a corrupção; a polarização política, que causa a estagnação; a crescente intolerância que chega ao desprezo pelos outros; o abismo sempre maior entre ricos e pobres".

Os Bispos explicaram que esta situação sócio-política que se repete em vários países e que estão marcados por conflitos e sofrimentos, tem "um forte impacto" na vida dos haitianos e faz "cada vez mais difícil nossa convivência como povo", e esta situação não é diferente da que viveu Jesus no seu país.

"Hoje em dia, continuamos criando situações de desconfiança e de exclusão que paralisam o nosso presente, ameaçam o nosso futuro e contribuem para alienar nossas relações com Deus, conosco mesmos, com o próximo e com o meio ambiente", exortaram em sua mensagem conforme informou a Agência Fides.

Os Prelados também fizeram um chamado à esperança recordando aos fiéis que "a festa do Emanuel, que dá às famílias a oportunidade de encontrar-se, seja para nós haitianos, homens e mulheres, filhos e filhas da mesma terra, a ocasião de um encontro fraterno para sair das nossas noites de medo, desconfiança, exclusão e confronto!".

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


MUNDO 









ROMA, 19 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- O Bispo de Bangassou (República Centroafricana), Dom Juan José Aguirre e outros sacerdotes neste país pediram que neste Natal fiéis de todo o mundo rezem uma novena pela paz no país que desde o mês de março deste ano vem sofrendo uma grave situação de violência marcada pelos sequestros, torturas, execuções em massa e saqueios por parte da guerrilha islâmica Séleka, conhecida por abduzir meninos e torna-los guerrilheiros. 

Após o golpe de estado na República Centro-Africana, em 24 de Março, tornou-se mais difícil para as crianças-soldado ugandesas – raptadas para ingressarem nos grupos rebeldes que atuam naquele país, como o Exército de Libertação do Senhor (LRA) – regressarem à sua terra natal.

O Prelado espanhol, assim como muitos presbíteros da região enfrentam dia a dia o perigo que se vive nas ruas por causa dos tiroteios e enfrentamentos de diversas índoles, e assistem milhares de pessoas que em busca de refúgio chegaram às diferentes paróquias e comunidades missionárias e pedem as orações de todos os cristãos no ocidente e toda a ajuda material possível.

Por outra parte, Monsenhor Cosmas Alule, reitor do seminário sacerdotal nacional de Alokolum, no norte de Uganda, em declarações à Fundação Pontificia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), afirma que o problema é que os rebeldes Séléka, que chegaram ao poder na República Centro-Africana depois do golpe de estado, têm “muita simpatia para com o líder do LRA, Joseph Kony”, e expulsaram as tropas do Uganda estacionadas nesse país. Desde então, tornou-se mais difícil a fuga das crianças-soldado.

Atualmente, a situação em Uganda melhorou muito, reconhece o reitor, “e as pessoas já não têm medo”, como nos tempos da guerra civil, mas o LRA continua “muito ativo, especialmente na República Centro-Africana e no Sudão”, explica Monsenhor Cosmas, recordando os anos em que a região onde se situa o seminário foi “duramente afectada” pelos combates.

Durante esse período, especialmente entre os anos de 1988 e 2008, era prática corrente, por parte de grupos armados, o rapto de crianças para o ingresso em seus "exércitos". Estimativas das Nações Unidas apontam para cerca de 30 mil crianças raptadas, essencialmente pelo LRA, só no norte de Uganda durante o conflito. Os rapazes raptados eram convertidos em soldados e as meninas em escravas sexuais.

Monsenhor Cosmas Alule recordou ainda à AIS o ataque ao seminário menor da diocese de Gulu, ocorrido no dia 11 de Maio de 2003, em que 41 seminaristas foram raptados. Ao fim de uma década, continuam desaparecidos 12 desses jovens, não havendo qualquer informação sobre o seu paradeiro. No entanto, diz o reitor, “ainda há esperança de que algumas destas crianças-soldado possam regressar”.



voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


MADRI, 19 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- Espanha entregará nesta quinta-feira uma doação de 100.000 euros (133.000 dólares aproximadamente), para a restauração da Basílica da Natividade de Jerusalém, um dos edifícios mais emblemáticos e importantes da Terra Santa, em um projeto conjunto com outros governos europeus.

A doação dos 100.000 euros se realizará ao fundo criado para o projeto do Comitê Nacional para a Restauração da Basílica de Belém, uma iniciativa do presidente palestino Mahmud Abás.

Este projeto de restauração que também conta com a participação da França, Rússia, Hungria, Grécia e da Santa Sé, tem o objetivo de restaurar o lugar onde a tradição cristã situa o nascimento de Jesus. A Basílica da Natividade de Belém data do século VI e seu estado de conservação é muito precário já que leva várias décadas sem ter nenhuma manutenção.

Conforme declarou à agência EFE o cônsul geral da Espanha em Jerusalém, Juan José Escobar, "Espanha contribuiu tradicionalmente à manutenção da Terra Santa, e nos séculos XV, XVI e XVII foi o principal pilar econômico da Custódia franciscana, por isso temos uma longa tradição histórica de compromisso".

A doação da Espanha será entregue na quinta-feira em um ato na Basílica com o ministro Ziad Al Bandak, presidente do Comitê Palestino para a Restauração desta importante igreja.

Este projeto de reforma se realizará graças a um incomum acordo entre o Patriarcado grego-ortodoxo, a Custódia da Terra Santa e o Patriarcado ortodoxo armênio, as três confissões que administram o lugar.

Até o momento, a campanha internacional Palestina conseguiu arrecadar quase 2,5 milhões de dólares, dos quais um milhão provêm da Autoridade Nacional Palestina (ANP), outros 680.000 de diferentes instituições financeiras palestinas e o resto de governos estrangeiros.

Espanha se vinculou ao projeto através da Obra Pia dos Santos Lugares de Jerusalém, uma instituição centenária ligada à presença espanhola na Terra Santa e dependente do Ministério de Assuntos Exteriores e de Cooperação.

"A Obra Pia serve à cooperação religiosa e humanitária que contribui à difusão da Espanha e de sua cultura entre os povos do Mediterrâneo e Oriente", assinalou o Consulado Geral em um comunicado.

A restauração da Basílica se realizará em três fases. A primeira começou em setembro passado e consiste na renovação do telhado e das janelas da basílica. Esta fase correrá a cargo de um consórcio de empresas italianas, canadenses e palestinas, escolhidas em um concurso internacional.

Espanha guarda uma estreita relação com Belém e com a Basílica da Natividade através dos franciscanos e da Custódia dos Santos Lugares, conforme consta em documentos que se remontam aos séculos XIV e XV.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


CONTROVÉRSIA 









ROMA, 19 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- Para as famílias sírias, a figura de Jesus, José e Maria é motivo de inveja mas ao mesmo tempo “torna ainda mais forte o grito da oração e da esperança dos cristãos frente junto ao presépio: “Senhor, escuta-nos!”, assinalou o Arcebispo Maronita de Damasco, Dom Samir Nassar, em sua mensagem de Natal, fazendo referência ao conflito que vive o país e que se estende por mais de mil dias.

O Prelado explica que “alguns invejam o Menino divino que encontrou um estábulo para nascer e refugiar-se, assim como hoje, meninos nascem sem ter onde abrigar-se, sob as bombas ou durante fuga”.

O prelado maronita ressaltou ainda que “na Síria não faltam companheiros ao Menino Jesus: milhares de crianças que perderam suas casas vivem hoje sob tendas tão pobres como o estábulo de Belém”.

Da mesma maneira disse “a presença tranquilizante de José na Sagrada Família despertava uma certa “inveja” entre as milhares de famílias privadas de um pai. Uma ausência que alimenta o medo, a angústia e a inquietação”.

Ao falar de Maria, o Arcebispo expressou que Ela “não está sozinha em suas dificuldades: muitas mães infelizes e desafortunadas vivem na pobreza extrema e carregam com todas as responsabilidades da família sozinhas, sem seus maridos”.

Em sua mensagem Dom Nassar afirma ainda que “o infernal ruído da guerra, sufoca o Glória dos Anjos. A sinfonia de Natal para a paz cai diante do ódio e da crueldade atroz”.

Diante desta situação o bispo recorda que Jesus “não está sozinho em sua miséria. A infância da Síria, abandonada e marcada por cenas de violência, sonha estar no lugar de Jesus, que sempre tem com ele os seus pais que o abraçam e acariciam”.


voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


PERFIS 









VATICANO, 19 Dez. 13 (ACI) .- Na manhã de ontem o Papa Francisco aprovou a promulgação do decreto de virtudes heroicas do Servo de Deus Jerzy Ciesielski, leigo e pai de família polonês amigo de João Paulo II.

Jerzy Ciesielski nasceu em 12 de fevereiro de 1929 em Cracóvia (Polônia), e em 1957 casou-se com Danuta Plebaczyk, com quem teve três filhos, Maria, a mais velha, Catalina e Pedro, que foram criados na fé da Igreja.

O casamento foi celebrado pelo então sacerdote Karol Wojtyla, que depois os acompanhou em seu crescimento espiritual, em 29 de junho de 1957.

Em seu livro "Cruzando o limiar da esperança", João Paulo II escreveu sobre Jerzy que "nunca mais vou me esquecer de um rapaz, estudante do politécnico de Cracóvia, do qual todos sabiam que aspirava com decisão à santidade. Ele tinha esse programa de vida. Ele sabia ter sido ‘criado para os grandes ideais’, como se expressou certa vez São Estanislau Kostka".

"E, ao mesmo tempo, não tinha dúvida alguma de que sua vocação não era nem o sacerdócio nem a vida religiosa. Sabia que devia ser um leigo. O que mais o apaixonava era o trabalho profissional, bem como os estudos de engenharia. Procurava uma companheira para a vida, e a procurava de joelhos, na oração".

O Papa polonês assinalou em seu livro que "jamais poderei esquecer o colóquio em que, depois de um dia especial de retiro, me disse: ‘penso que exatamente esta moça vai ser minha esposa, e é Deus quem vai dá-la para mim’. Como se não seguisse apenas a voz dos seus desejos, mas antes de tudo a voz do próprio Deus. Sabia que d´Ele vem todo o bem, e fez uma boa escolha".

"Estou falando de Jerzy Ciesielski, desaparecido em um trágico acidente no Sudão, para onde foi enviado para ensinar na universidade, e cujo processo de beatificação já foi iniciado".

Com efeito, Jerzy faleceu em um acidente no rio Nilo, no Sudão, junto com os seus dois filhos mais novos, Catalina e Pedro, em 9 de outubro de 1970.

O funeral foi presidido por Karol Wojtyla, e foi enterrado em Cracóvia (Polônia).

A investigação diocesana para elevar Jerzy aos altares começou em 31 de dezembro de 1985, e em 1995 se submeteu à Positio da Congregação para as Causas dos Santos.

Com a promulgação das suas virtudes heroicas aprovadas ontem pelo Papa Francisco, restaria que se provem dois milagres realizados pela sua intercessão para que o Servo de Deus Jerzy Ciesielski seja proclamado primeiro beato e depois santo.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo






PARA CANCELAR A ASSINATURA O INSCREVER UM AMIGO, PREENCHA O FORMULÁRIO AQUI
COMENTÁRIOS OU PERGUNTAS A acidigital@acidigital.com


Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo