Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






domingo, 15 de dezembro de 2013

[Catolicos a Caminho] HISTÓRIA DA SALVAÇÃO 3o DOMINGO DO ADVENTO - A - MESSIAS ESCONDIDO Sokm !

 














  • HISTÓRIA DA SALVAÇÃO 




(006) ONDE SE ESCONDEU O MESSIAS... 


(3º Domingo do Advento – A) 




«És Tu Aquele que está para vir ou devemos esperar outro ?»


- «Tende coragem, não temais ; aí está o vosso Deus, Ele próprio vem salvar-vos». (Is.35,4).
São palavras de Isaías da 1ª Leitura de hoje, de certo modo recomendadas por João Baptista.
Mas nós olhamos à volta, neste mundo desorientado e sem esperança, e vem a propósito perguntar :
- Onde está escondido o Messias ?...
Os símbolos da presença cristã, correm o risco de se reduzirem a meros vestígios do passado, e está em curso a tentativa de fazer prevalecer uma antropologia sem Deus e sem Cristo.
Apesar deste vazio, uma coisa é certa, como sublinharam os Padres Sinodais :
- O homem não pode viver sem Esperança, a sua vida perderia o sentido, tornando-se insuportável !
Cumpre-nos a nós, cristãos, reafirmar esta convicção, acompanhada do nosso testemunho :
- «É a fé em Jesus Cristo, fonte de Esperança que não desilude, o Dom que está na origem da unidade espiritual e cultural de todos os povos, e que pode construir, também hoje como no futuro, um contributo essencial do seu progresso e integração».
Esse Cristo, que pelo Espírito nos foi comunicado como uma unção espiritual, não pode ficar escondido no coração dos crentes.
Ele tem de ser anunciado por nós, como sentido da nossa vida e o Messias do nosso tempo.
O Advento de Jesus à nossa história e ao nosso mundo faz-se pela Incarnação do Filho do Homem, o Messias que não pode ficar escondido.
Ele significa a erupção de Deus nas nossas vidas, para que o sonho de Deus acerca do homem não fique definitivamente escondido e comprometido no holocausto das nossas mútuas violências.
Mas essa vinda e essa presença fazem-se :
- Na discrição dos sinais.
- Na pobreza dos meios.
- No despojamento dos poderes.
Para que não sejam confundidas com qualquer messianismo vingador e triunfalista.
E perguntamos de novo :
* Nós os cristãos seremos capazes de O reconhecer ?
* Seremos capazes de O identificar por detrás das mediações naturais, culturais e, sobretudo, pessoais ?
* Jesus vem de novo e continuará a vir, mas nós ainda seremos capazes de ir ao seu encontro ?
* O Messias não continuará escondido no meio de nós ?
* É a Ele que procuramos quando nos atropelamos nos centros comerciais, quando discriminamos as nossas relações e rejubilamos nas nossas desforras ?
* Qual o lugar que lhe reservamos no nosso dia-a-dia e no quotidiano das nossas amizades e intimidades pessoais ou profissionais ?
... Uma série de perguntas a que só nós podemos e sabemos responder para ficarmos com a certeza de que o Messias não pode ficar escondido e possa dar às nossas vidas um destino segundo o Plano da História da Salvação. 




John
Nascimento 



















__._,_.___







Atividade nos últimos dias: 




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com









Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso














.



__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo