Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






sexta-feira, 1 de novembro de 2013

[Catolicos a Caminho] REZAR É CONVERTER-SE Som !

 











  • REZAR É CONVERTER-SE 




A oração não muda Deus; muda-nos a nós, porque nos pode obter o dom maior de Deus que é o Seu Espírito Santo. 

Nós não sabemos rezar como nota S. Paulo aos Romanos. 

Comunicando-nos o Seu Espírito é Ele o nosso pedagogo na oração e nos torna aptos para acolher os seus ensinamentos que são os seus dons, e abertos para acolher as surpresas das suas respostas. 

Não vale a pena pedir milagres a Deus, porque, normalmente Ele não os fará. 

O grande milagre sera, sem dúvida a nossa conversão que nos coloca em união mais íntima com Deus. 

Por ela nos daremos conta de que já trazemos connosco a energia spiritual que nos levará no caminho de Deus, e nos tornará sacramento da graça que esperamos, porque nos coloca à raíz de tudo o que possamos desejar para nós e para os outros. 

Na verdade, quando nos convertemos pela oração, o que acontece é que nos damos conta de que Deus está sempre próximo, e é sensível a tudo o que nos acontece. 

Deus é uma presença activa, que nos desperta a nossa oração, quer no plano da criação, quer no plano da oração. 

Percebemos que Ele é nosso Aliado e sendo absolutamente fiel à sua aliança, permite-nos testemunhar que Ele pode fazer com que tudo possa redundar num bem maior, com o Seu Reino no horizonte, 

Pois rezar é converter-se, e converter-se é renascer diferente 

Se conhecêssemos a seiva divina que nos percorre, e se soubéssemos tirar partido dela, seriam outros os frutos que podiamos produzir, porque essa seiva contém tudo o que Deus é. 

Deus é sempre criador no seu agir que se traduz na diferença inovadora de cada intervenção. 

Mais do que como Criador, Ele age como um Pai solícito, que se alegra com as réplicas novas que os filhos vão dando aos seus dons. 

Juntos e slolidários na unidade da Igreja, como os ramos entroncados na mesma videira, temos em comum a mesma seiva, mas cada um produz frutos de acordo com a sua índole. 

Deus nunca se repete e reparte a inesgotável perfeição do seu amor de formas sempre novas, pelos seus filhos. 

Gratos pela individuação do seu Amor em cada um de nós, de bom grado aceitamos, toda e qualquer correcção que nos tire os ramos mortos que já não dão frutos, para nos renovarmos com uma vida nova, aquela que se adquire com a oração, porque rezar é converter-se. 





John
Nascimento 











__._,_.___







Atividade nos últimos dias: 




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com









Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso














.



__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo