Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

ACI Digital: É cada vez pior a situação dos cristãos em 20 países do mundo











NOTÍCIAS DIÁRIAS · www.acidigital.com 










5 de dezembro de 2013 







LONDRES, 05 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- A organização católica internacional Ajuda à Igreja Que Sofre (AIS) denunciou em um recente relatório como a situação dos cristãos em 20 países do mundo piorou gravemente devido à perseguição e descriminação religiosas.



SUGERIMOS HOJE:

FAÇA PARTE DA NOSSA REDE NO FACEBOOK

SIGA AS NOSSAS NOTÍCIAS ATRAVÉS DO TWITTER



MANCHETES DO DIA 











VATICANO 
Está pronto o mosaico do Papa Francisco que irá para a Basílica de São Paulo Extramuros 
O Papa cria nova comissão para proteger as crianças vitimas de abusos sexuais 

MUNDO 
Crianças do "Hospital do Papa" contam os dias para a visita natalina do Pontífice 
Exortação Evangelii Gaudium do Papa Francisco não é tratado sobre economia, esclarece o Vaticano 

CONTROVÉRSIA 
É cada vez pior a situação dos cristãos em 20 países do mundo 





Católico em Dia 



Evangelho: 





Santo ou Festa: 



Um pensamento: 

Deus no um ser indiferente ou longnquo, sendo assim no estamos abandonados a ns mesmos.

João Paulo II 













VATICANO 









VATICANO, 05 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- VATICANO, 05 Dic. 13 / 06:47 pm (ACI/EWTN Notícias).- Na próxima segunda-feira o mosaico com a imagem do Papa Francisco será colocado na galeria que circunda o interior da Basílica de São Paulo Extramuros na Via Ostiense (em Roma), lugar no qual estão retratados todos os Pontífices da Igreja, desde o Apóstolo São Pedro até o Papa Bergoglio.

O mosaico foi apresentado ao Santo Padre no arco dos Sinos no Vaticano antes da Audiência Geral desta quarta-feira, 4, pelo Cardeal Arcipreste da Basílica Dom James Michael Harvey, o Abade Beneditino de São Pulo, Edmund Power, o Cardeal Angelo Comastri, e o Presidente e delegado da Fábrica de São Pedro o Bispo Vittorio Lanzani.

Também estiveram presentes na apresentação da imagem, os artesãos do Estudo do Mosaico do Vaticano da Fábrica de São Pedro que desenharam o mosaico redondo. O rosto do Pontífice foi tirado de uma fotografia.Este mesmo estúdio de arte, logo depois de um incêndio em 1823, foi o que realizou os mosaicos de todos os Pontífices da história exibidos no interior da Basílica Maior de São Paulo.



voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


VATICANO, 05 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- O Papa Francisco decidiu criar uma comissão que o aconselhará quanto ao tema da proteção de menores e da ajuda às vítimas de abusos sexuais; uma proposta feita pelo Conselho dos oito cardeais reunidos com o Santo Padre nestes dias no Vaticano para a reforma da Cúria.

Em conferência de imprensa nesta manhã, o Cardeal Sean O’Malley, um dos oito cardeais que participa destas reuniões, explicou aos jornalistas que "aceitando uma proposta que foi apresentada pelo Conselho de Cardeais, o Santo Padre decidiu estabelecer uma específica comissão para a proteção das crianças".

O Arcebispo de Boston (EUA) explicou que a proposta surgiu no Conselho ontem de noite e nesta manhã foi apresentada ao Papa. "A comissão aconselhará o Santo Padre sobre a proteção das crianças e o cuidado pastoral das vítimas de abusos", explicou.

"Entre as responsabilidades da comissão estará o estudo dos atuais programas em curso para a proteção da infância e sugerir novas iniciativas por parte da cúria em colaboração com os bispos e as conferências episcopais", disse o Cardeal O’Malley.

A comissão não substituirá a tarefa de cada Bispo em particular, precisou o Cardeal, e indicou que a ideia é que esta sirva de modelo para poder proporcionar "uma adequada resposta pastoral" frente às situações de abusos.

Ainda não se decidiu quantas pessoas farão parte desta comissão, mas estará composta por peritos internacionais de diversos campos, incluindo psicólogos. Também não há uma data para que se iniciem os trabalhos respectivos, embora o Cardeal O’Malley tenha explicado que o Papa indicará proximamente com um documento apropriado.

A seguinte reunião do Conselho de Cardeais que aconselha o Papa Francisco será de 17 a 19 de fevereiro de 2014.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


MUNDO 









ROMA, 05 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- As crianças do Hospital Pediátrico Bambino Gesù (Menino Jesus), mais conhecido em Roma como o "Hospital do Papa", estão muito entusiasmadas com a visita que o Papa Francisco fará no próximo dia 21 de dezembro por ocasião do Natal. Em declarações ao Grupo ACI, o presidente do hospital, Giuseppe Profiti, explicou que a notícia da visita "foi acolhida com muita emoção por parte do pessoal e se difundiu rapidamente também entre os pequenos pacientes e seus familiares".

Com esta visita o Pontífice responde ao convite destas crianças, que no dia 19 de março deste ano, por ocasião da Missa de inauguração do Pontificado do Papa Francisco, enviaram-lhe centenas de desenhos para convidá-lo a visitar o centro.

A popularidade do Papa é muito difundida entre as crianças do hospital, que conhecem todos os detalhes da vida do Pontífice, de onde vêm, as palavras que pronuncia, e até o seu time de futebol favorito.

Entre as muitas cartas que o Papa Francisco recebeu das crianças deste hospital se leem mensagens como a seguinte: "Querido Papa Francisco, queria te pedir orações por todas as crianças doentes, não apenas por aquelas do hospital, mas também pelas de todo o mundo. Todas as crianças deveriam estar em suas casas e não no hospital".

A visita continua uma tradição muito estimada pelos anteriores Bispos de Roma, em 1958, no dia de Natal, o Papa João XXIII visitou pela primeira vez o Hospital e quatro anos mais tarde voltou para ressaltar o seu interesse pelos pequenos.

Em 1º de janeiro de 1968 o Papa Paulo VI também visitou o hospital, e em 7 de janeiro de 1979 o Papa João Paulo II continuou com esta tradição. Por sua parte, em 30 de setembro de 2005, nos primeiros meses de seu pontificado, o Papa Bento XVI visitou o hospital para "testemunhar o amor de Jesus pelas crianças".

O hospital existe desde 1869 e é o mais antigo especializado em pediatria que se conhece em toda a Itália.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


ROMA, 05 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- O diretor do Escritório de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi, explicou aos jornalistas que a exortação Evangelii Gaudium do Papa Francisco "deve ser lida e compreendida em sua natureza" e não a partir das críticas que certos economistas fizeram sobre o documento.

Durante uma conferência de imprensa celebrada no Vaticano em 4 de dezembro, um jornalista perguntou ao porta-voz do Vaticano sobre uma suposta relação entre o texto do Santo Padre e o Marxismo. O Pe. Lombardi desprezou este vínculo: "Eu respondo as perguntas que valem a pena ser levadas a sério", disse.

"Está claro que à luz da recente Exortação Apostólica há diferentes opiniões de alguns economistas ou pessoas que têm uma determinada visão das relações econômicas e sociais. Mas me parece claro que a Exortação deve ser lida e compreendida em sua natureza e no espírito e enfoque que o Papa escolheu para tratar os problemas da pobreza e da justiça no mundo", acrescentou o porta-voz da Santa Sé.

Em declarações ao Grupo ACI, o Secretário do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, Dom Octavio Ruiz Arenas, explicou que a Exortação Apostólica do Santo Padre simplesmente persegue o Querigma, o primeiro anúncio de Deus, que inclui a justiça e a predileção pelos pobres.

Dom Ruiz Arenas recordou que "a vida cristã, a catequese, a teologia, não são outra coisa que desenvolver essa ideia fundamental que muitas vezes se esquece. O que é realmente o Querigma e por que a importância atual de uma provocação Querigmática?".

O Querigma, disse, "é o primeiro anúncio, não é algo que acontece esporadicamente e depois é esquecido e se enche com uma série de verdades, mas recorda que toda ação evangelizadora é desenvolver o primeiro anúncio, é a alegria de saber que Deus me ama, enviou o seu Filho para me redimir, me dá a força do Espírito Santo e me acompanha durante toda a minha vida", acrescentou.

Para a autoridade vaticana está claro que a Evangelii Gaudium está longe de qualquer tipo de doutrinação "mas busca assinalar dificuldades, fazer proposições, dar exemplos concretos de vida, convidar e entusiasmar à ação".

Com esta Exortação, o Santo Padre nos anima a retomar "a importância de sermos discípulos missionários para a transmissão da fé, que através da fé e o encontro com Jesus Cristo, os povos tenham vida", concluiu.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


CONTROVÉRSIA 









LONDRES, 05 Dez. 13 (ACI/EWTN Noticias) .- A organização católica internacional Ajuda à Igreja Que Sofre (AIS) denunciou em um recente relatório como a situação dos cristãos em 20 países do mundo piorou gravemente devido à perseguição e descriminação religiosas.

Um resumo do relatório, intitulado "Perseguidos e esquecidos?" feito para chamar a atenção sobre este grave problema que atrai pouca atenção no Ocidente, foi entregue pelo chefe de imprensa da AIS no Reino Unido, John Pontifex, à agência UCA News, com sede em Hong Kong.

"Todos os relatos dos incidentes da perseguição indicam que a mesma é cada vez pior e mais inclemente: igrejas incendiadas, cristãos pressionados a converter-se, violência de bandos contra lares cristãos, sequestro e abuso de meninas cristãs, propaganda anticristã nos meios e por parte de governos, discriminação em escolas e lugares de trabalho... e a lista continua", expressou.

A Igreja no Oriente Médio poderia desaparecer

O relatório apresenta seus resultados por regiões, identificando os problemas que afetam os fiéis e sua condição atual. A primeira região analisada foi o Meio Oriente, qualificada como "a de maior preocupação".

Nos países da região o fenômeno mais notório é o êxodo das comunidades cristãs que fogem da violência e das atrozes consequencias dos conflitos sociais, como a guerra na Síria. Os efeitos da chamada "primavera árabe" foram a prepotência de grupos islâmicos radicais e a multiplicação da violência contra os cristãos em diversos países.

"Os cristãos no Oriente Médio estão sofrendo um efeito dominó de violência que começou no Iraque, estendeu-se até a Síria e agora escurece o Egito, deixando a sobrevivência da Igreja em grave risco", declara o relatório.

"Os cristãos desejam sair, e o final da histórica presença da Igreja nestes territórios já não é uma possibilidade remota, e sim, uma ameaça muito real e premente".

Também na África

Dificuldades para os cristãos não ocorrem exclusivamente no Oriente Médio. A África tem seu próprio registro de abundantes episódios de violência e perseguição, vinculados na maior parte das vezes à ação de violentos grupos de radicais islâmicos que desafiam os governos de alguns países em meio a um conjunto de problemas políticos, econômicos e sociais. 

"O caso mais óbvio disto é a Nigéria", descreve o texto. Em 2011 a violência produziu 65.000 cristãos deslocados e 430 igrejas atacadas nesse país. A diocese de Maiduguri registrou ataques ou destruição total da metade de suas paróquias e 791 dos 1.201 cristãos mortos exclusivamente por causa da fé em 2012 foram fiéis provenientes da Nigéria.

"Mas a Nigéria não está sozinha de maneira alguma" nesta onda de violência. Numerosos fatos no Sudão, Tanzânia, República Centro Africana, Argélia e outros, revelam uma ameaça internacional constante aos cristãos africanos.

Outras perseguições

A perseguição persiste ainda em outras regiões nas que os cristãos representam comunidades minoritárias e sofrem nas mãos de líderes e membros das maiorias religiosas.

Nestes casos se encontra o Sri Lanka, onde setores radicais nacionalistas budistas ocasionaram uma série de 45 ataques de janeiro a maio de 2013, e a Índia, onde em vários estados persiste a intolerância aos cristãos registrando incêndios de templos, profanações e ataques físicos aos cristãos.

Outra fonte de perseguição anticristã é a ideologia política, presente sobre tudo em países comunistas e socialistas, sendo o caso mais preocupante o da Coreia do Norte, onde o regime que mantém isolada a população pune com a pena de morte quem for encontrado orando.

A fundação pontifícia Ajuda à Igreja Que Sofre também alertou sobre o caso da China, cuja política pretende ter controle sobre a Igreja e onde foram registrados 130 casos de perseguição em 2012 que afetaram quase cinco mil pessoas (um aumento de 40 por cento).

O Vietnã também foi destacado como expoente deste tipo de políticas de controle e episódios de perseguição e violação dos direitos humanos dos fiéis, afirma ainda o documento.

A AIS recordou no mencionado texto que a liberdade religiosa é "a pedra angular da liberdade como um todo" e foi qualificada pelo beato João Paulo II como "a prova do respeito de todos os demais direitos humanos".

Por este motivo o alerta sobre a perseguição aos cristãos está dirigido à opinião pública em geral, crentes ou não crentes. “"Perseguidos e esquecidos?” expõe questões profundas sobre o compromisso da comunidade internacional na defesa da liberdade religiosa", conclui John Pontifex remarcando a necessidade de uma maior atuação das demais nações em favor dos cristãos perseguidos.



voltar ao início | comentar a notícia | arquivo






PARA CANCELAR A ASSINATURA O INSCREVER UM AMIGO, PREENCHA O FORMULÁRIO AQUI
COMENTÁRIOS OU PERGUNTAS A acidigital@acidigital.com


Documento sin título

Nenhum comentário:




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo