Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

[Catolicos a Caminho] TEMPO DO ADVENTO (05) OS RECEIOS DE JOSÉ Som !

 















  • TEMPO DO ADVENTO!




(05) OS RECEIOS DE JOSÉ !







-"José, filho de David, não temas receber Maria, tua esposa, pois o que ela concebeu é obra do Espírito Santo". (Mt.1,20).



Maria e José encontram-se entre duas fases do antigo casamento judaico.

A primeira é o consentimento formal em casa do pai da noiva.

A segunda é a transferência da noiva para casa do seu noivo.

Segundo a lei judaica, os esponsais de Maria e de José eram considerados como um contrato de casamento legal que se havia de completar com a vida conjugal.

Nós agora sabemos que a gravidez de Maria era obra do Espírito Santo, mas José, naquela altura ainda não sabia.

José é tido como "um homem justo", que vive segundo a Lei de Deus e quer cumprir a vontade de Deus em todas as circunstâncias.

Como poderia ele simultaneamente mostrar fidelidade à lei de Deus e também acreditar na infidelidade de Maria ?

Segundo a Lei, narrada pelo Deuteronómio, ele poderia expor a Maria a sua humilhação de maneira pública.

Em vez disso decidiu proteger Maria da vergonha, concedendo-lhe uma prova de divórcio em particular.

José, na sua prostração recebeu de Deus num sonho (o primeiro de quatro), a devida explicação.

O anjo, chamou a José "filho de David", o que a nós imdiatamente nos faz lembrar a profecia messiânica feita a David de que um descendente seu havia de ocupar o trono.

É o que se pode entender do 2º Livro de Samuel que diz em referência a David :

- "Concedo-te uma vida tranquila, livrando-te de todos os teus inimigos. Além disso, o Senhor faz hoje saber que será Ele próprio quem edificará uma casa para ti".(2 Sam.7,11).

José estabelecerá a ligação entre Jesus e a família de David.

Levando Maria para sua casa e assumindo publicamente a responsabilidade de cuidar dela e de seu filho e de dar o nome ao seu filho, José torna-se o pai legal de Jesus.

Neste sentido, o Evangelho de Mateus explica como Jesus fica a fazer parte da linhagem de David, embora não seja o seu pai biológico.

Todas estas situações previstas na Lei e cumpridas escrupulosamente como fidelidade a Deus, são o protótipo do que devia ser ainda hoje a lei que regula o casamento segundo a vontade de Deus, em respeito pela santidade da família e no cumprimento da vontade do seu autor que é Deus, e que disse :

- "Por esse motivo, o homem deixará o pai e a mãe para se unir à sua mulher; e os dois serão uma só carne".(Gn.2,24).

Só que, infelizmente, a nível de nações e de governos, têm surgido recentemente, muitas tentativas de destruição da família e de abandono da Lei e da vontade de Deus, para satifazer impunemente a vontade e o capricho de uma ridícula minoria da nossa sociedade, e em desrespeito pela maioria, tendo como consequência a falta da bênção de Deus para a familia e para a nossa sociedade.



John
Nascimento















__._,_.___






Atividade nos últimos dias:




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:
catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com








Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso













.


__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo