Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

[Catolicos a Caminho] AS ESCOLHAS IMPOSSÍVEIS DE DEUS Som !















  • AS ESCOLHAS IMPOSSÍVEIS DE DEUS









"A messe é grande , mas os trabalhadores são poucos".(Mt.9,37).







A Liturgia da Palavra de hoje – 7 de Dezembro – A, fala-nos da Boa Nova do Reino, para nos dizer que a multidão estava cansada e abatida e que "A messe é grande , mas os trabalhadores são poucos".(Mt.9,37).


E por estas razões, Deus, por meio de Jesus tem que fazer as suas escolhas que por vezes se-nos apresentam como impossíveis, mas necessárias para a evangelização e fundação do Seu Reino que deve ser o nosso reino.


Deus desconcerta-nos com as suas escolhas :


- Uma casa estéril, Abraão e Sara, para arrancar com um povo numeroso.


- Jacob, o mais novo, à revelia do "morgado", Esaú.


- David, o benjamim, em detrimento dos irmãos mais experientes.


- Mateus, o cobrador desprezado socialmente, para seu discípulo…


Deus desconcerta-nos, porque o Seu Reino não tem fronteiras ou predestinados.


- Quando Deus escolhe, não tem em conta as nossas capacidades ou méritos, porque, afinal, tudo isso é d'Ele.


- Quando Deus escolhe faz isso como um gesto criador que nos habilita para a missão que nos confia.


Àquele que é escolhido apenas lhe compete acolher a eleição e confiar na misericórdia que Deus exercerá sobre si, para ficar à altura da missão que lhe sera atribuída.


Assim, Deus quer significar que qualquer um tem um lugar no Seu Reino.


As Suas "más escolhas" são a prova de que quando as faz, não é pelo que nós somos, mas por causa daquilo que Ele é.


Ele é amor e as suas escolhas são de um amor que é sempre criador e gratuito.


A nossa resposta, respopsta humilde, é a gratidão de quem se sente escolhido e honrado pelo dom de Deus e pelo serviço dos irmãos.


O que nos move é a consciência duma Presença pessoal que nos atrai e desperta em nós a vontade de seguir algém, e esse Alguém tem um rosto e perfila-se diante de nós com um desafio sedutor que nos cativa e arrasta', e que nos leva a esquecer o passado e a segui-lo, mesmo sem sabermos para onde é que essa decisão nos leva.


Essa decisão é mais do que uma viragem ou uma correcção do passado, porque tem a característica de surgir como um renascimento e ser vivida como uma Aliança, tornada possível pelo impacto desse renascimento em que o crente joga toda a sua vida, os seus recursos e toda a própria pessoa. – numa entrega de fé - que é vivida mais como uma preferência do que como uma renúncia.


Não é digno desta Aliança aquele que olha para trás, porque o Reino de Deus é feito de generosidade a que há-de corresponder a vida em Deus como recompense eterna, se aceitarmos com generosidade, trabalhar como operários da messe do Senhor





John

Nascimento













__._,_.___






Atividade nos últimos dias:




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:
catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com





















.


__,_._,___


-->

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo