Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






sábado, 28 de dezembro de 2013

[Catolicos a Caminho] HISTÓRIA DA SALVAÇÃO - SAGRADA FAMÍLIA - A Som !

 














  • HISTÓRIA DA SALVAÇÃO 




(053)-ÁLBUM DE FAMÍLIA... 




(Sagrada Família – A) 




«...Retirou-se para os lados da Galileia e foi instalar-se numa cidade chamada Nazaré...»


Quando folheamos o álbum de imagens da Sagrada Família, chegamos à conclusão de que não foi nada idílica a existência das três pessoas que a compuseram.
* Passaram por provações e vicissitudes no decurso de toda a sua história, desde o noivado até à morte violenta de Jesus no Calvário.
* Passou-se a perplexidade de José perante a gravidez de Maria.
* Aconteceu um enorme desconforto para Maria na sua viagem para Jerusalém no fim do seu tempo para ser Mãe.
* Foi enorme apreensão na viagem dos três para o Egipto.
* Grande foi também inquietação de José e Maria quando Jesus ficou no Templo.
* Uma vida de trabalho oculto de Jesus até começar a sua Vida Pública.
Apesar de tudo e talvez por isso mesmo ela foi :
* Uma Família Sagrada, mas profundamente inserida na nossa história e no nosso destino, para que nela todos pudéssemos encontrar algo de comum connosco.
* Uma Família Modelo onde se aprendeu dolorosamente a respeitar a vocação singular de cada um dos seus membros, sem pretender em momento algum retê-los ou marginalizá-los.
* Uma Família Santuário do Amor onde se praticou essa forma eminente do Amor que é a de ajudar cada um a assumir a sua missão na vida e a partir no momento próprio.
* Uma Família segundo a vontade de Deus onde cada um dos seus membros fez a oração da vida, experimentou a serenidade duma fé amadurecida na fidelidade à Palavra de Deus e acreditou no cumprimento das promessas, mesmo quando só a esperança lhes servia de suporte.
A forma como esta Família Sagrada viveu e geriu cada uma das crises que teve de enfrentar, torna-se exemplar para as nossas famílias e leva-nos a pensar o que deve ser a Família do nosso tempo.
Por respeito pelo direito à diferença, pelo respeito pela escolha que fizeram, por respeito pela autonomia que reivindicam :
* Não vamos agora equiparar a um Casamento as uniões de facto ou outras formas de ligação entre pessoas, que se tonou lei vigente em algumas nações e ameaçam a destruição da Família e da Sociedade.
* Não se queiram equiparar a Famílias porque outra é a estrutura e outros são os contornos da Família enquanto base da sociedade.
Na Família trata-se de um célula de pai, mãe e filhos, unidos por laços afectivos no seio duma comunidade que reconhecem, e perante a qual se comprometem, na certeza de que também são reconhecidos e apoiados universalmente.
São, por vezes, imperceptíveis os vínculos que unem a Família ao tecido social e a integram na grande aventura de um povo, mas trata-se de laços indeclináveis, que o individualismo da nossa cultura tende a ignorar e o mercantilismo da nossa civilização pretende secularizar,
O pragmatismo retrógrado de certos grupos ou correntes, que julgam anunciar com pretensões de profetismo um futuro mais auspicioso, leva-os a agitar bandeiras que julgávamos para sempre enterradas.
Mas o bom senso visceral, a seu tempo regressará, como transparece já de certos movimentos que parecem emergir nas sociedades renovadas, dando a estes movimentos mal radicados uma aparência de fogos-fátuos ou acontecimentos meramente esporádicos, que devemos ultrapassar para ficarmos incluídos no plano da História da Salvação. 




John
Nascimento 

















__._,_.___







Atividade nos últimos dias: 




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com









Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso














.



__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo