Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






domingo, 20 de abril de 2014

[Catolicos a Caminho] HISTÓRIA DA SALVAÇÃO - UM TÚMULO ABERTO Som !

 
















HISTÓRIA DA SALVAÇÃO 



UM TÚMULO ABERTO ... 





Segunda-Feira da Páscoa – A) 



«Não Me detenhas, que ainda não subi para o Pai»! 



A Ressurreição de Jesus foi um facto confirmado logo que se reconheceu que o seu túmulo estava aberto : 

* Um Túmulo aberto para a vida é tudo o que resta do drama pascal que acabamos de celebrar. 

* Um Túmulo aberto e um Sudário cuidadosamente dobrado, como se nada tivesse acontecido, 

* Um Túmulo aberto porque foi refeita a comunicação entre a morte e a vida. 

* Um Túmulo aberto porque já não há destinatário para ele e não mais deve ser «procurado entre os mortos Aquele que está vivo». 

* Um Túmulo aberto como sinal da vitória do perdão misericordioso sobre as vinganças demolidoras. 

* Um Túmulo aberto para dele libertar todos aqueles que continuam a ser vítimas : 

* Da intolerância religiosa. 

* Da tirania política. 

* Da prepotência económica. 

* Da arrogância bélica. 

* Da vilania e da corrupção. 

* Um Túmulo aberto : 

* Que questiona a nossa fé na eficácia dos meios não violentos. 

* Que desafia o nosso compromisso na defesa da vida. 

* Que desperta a nossa capacidade de criar e renovar. 

* Que nos acalenta perante a destruição e o aniquilamento. 

* Um Túmulo aberto que anuncia o despertar duma nova era em que o amor sempre a renascer, será capaz de nos resgatar : 

* Dos ódios antigos que ainda nos pesam. 

* Dos ressentimentos acumulados. 

* Da sede de uma vingança que rejeitamos...em nos lançar na construção duma paz sem fim, nesta terra em que todos nos devemos comportar como irmãos. 

Falando de Ressurreição pensamos, naturalmente, no regresso à vida, na vitória exercida por Jesus Cristo sobre todas as mortes. 

Seria pouco, porém, ficar por aí. 

A Ressurreição de Jesus Cristo é muito mais do que a passagem da morte injusta que Ele assumiu a uma vida nova gloriosa, porque é outro o conteúdo final da Ressurreição : 

* É regressar ao Pai, para restabelecer a Aliança. 

* É regressar ao Pai para viver da comunhão com Ele. 

* É regressar ao Pai para restabelecer a ligação com as fontes da vida e do amor. 

* É regressar ao Pai depois de completar o processo da Ressurreição. 

Foi isso que Jesus pretendeu comunicar a Maria Madalena quando lhe disse de uma maneira ao mesmo tempo e estranha e simbólica : 

-«Não Me detenhas, que ainda não subi para o Pai». 

E depois confiou-lhe uma importante missão : 

-«Vai ter com os meus irmãos e diz-lhes que vou subir para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus». 

Era preciso que Jesus regressasse ao Pai, e num regresso em que nós participamos, porque Ele o fez em nosso nome e na nossa natureza em que reside a substância da ressurreição, para nos poder incluir no Plano da História da Salvação. 



John

Nascimento 










__._,_.___







através de email 







Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com













Privacidade • Sair do grupo • Termos de uso














.



__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo