Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






domingo, 27 de outubro de 2013

[Catolicos a Caminho] MÊS DO ROSÁRIO (28) O ROSÁRIO E A GRAÇA Som !

 














  • MÊS DO ROSÁRIO 




(28) O ROSÁRIO E A GRAÇA 





A graça é um dom sobrenatural concedido ao homem em ordem a conseguir a visão facial do mesmo Deus na glória. 

Costumam os teólogos qualificá-la como um "ser sobrenatural". 

Será por influência das suas leituras ou por "uma quase inspiração" que Lúcia a define precisamente nestes termos : 

- "A força da presença de Deus era tão intensa que nos absorvia ou aniquilava quase por completo...Nesses dias fazíamos as acções materiais levados por esse mesmo ser sobrenatural, que a isso nos impelia". 

Vejamos como Nossa Senhora deu a conhecer essa graça logo na Aparição de 13 de Maio. 

Anuncia aos três videntes uma vida de sofrimento, mas promete-lhes o auxílio da graça para levarem a cruz até ao Calvário : 

- "Ides ter muito que sofrer, mas a graça de Deus será o vosso conforto". 

Ao falar precisamente na graça, mostra-lhes em que consiste essa realidade misteriosa. 

Assim o descreveu Lúcia : 

- "Foi ao pronunciar estas palavras a (graça de Deus), que abriu pela primeira vez as mãos comunicando-nos uma luz muito intensa – como um reflexo que delas expedia – penetrando-nos no peito e no mais íntimo da alma – fazendo-nos ver a nós mesmos em Deus, que era essa luz, mais claramente do que nos vemos no melhor dos espelhos". 

Sobre este pensamento, também S. Pedro nos revela aos nossos olhos tão magnífica realidade : 

- "Concedeu-nos os preciosos e sumos bens prometidos para que por eles vos torneis participantes da natureza divina". 

Tão misteriosa transformação é explicada, frequentes vezes, na literatura eclesiástica, com a comparação do ferro e do fogo. 

O ferro é duro, negro e frio, mas lançado no fogo, sem perder a sua natureza de ferro, torna-se flexível, incandescente, derramando em torno de si luz e calor. 

Quando a Imaculada Senhora do Rosário mostrou aos Pastorinhos o que é a graça fez incidir sobre o seu peito um raio de luz que lhes penetrou no mais íntimo da alma. 

Nessa luz viram-se em Deus "mais claramente do que no melhor dos espelhos". 

Esta metáfora é imperfeita, pois o espelho, como coisa extrínseca, não penetra dentro de nós mesmos. 

Por isso Lúcia, no interrogatório de Agosto de 1947, corrige o defeito da comparação, dizendo : 

- "Vimo-nos em essa luz, que sentíamos ser Deus, algo à semelhança de como nos vemos em um espelho. A explicação não é exacta, mas a que me parece que melhor dá uma ideia. Com a diferença que num espelho vemos a nossa figura; e em essa luz, viamo-nos e sentíamo-nos pessoalmente em luz". 

A graça entrava na alma dos Pastorinhos e trespassava-a como o fogo do ferro em brasa. 

Por isso o Francisco comentava extasiado : 

- "Nós estávamos a arder naquela luz que é Deus e não nos queimávamos". 

Ao descrever o refexo da luz que no dia 13 de Junho lhe penetrou na alma, Lúcia esclarece : 

- "Nela nos víamos como que submersos em Deus". 

A arder em Deus ou submersos em Deus, eis a prodigiosa realidade da participação na natureza divina; o humano e o divino fundem-se, unem-se e interpenetram-se. 

Foi isto, à letra, o que experimentaram os Pastorinhos...Eles viram uma luz a penetrá-los até ao mais profundo da alma. 

A respeito do Francisco, disse Lúcia : 

- "O que mais o impressionava ou absorvia era Deus, a Santíssima Trindade, nessa luz imensa que nos penetrava no mais íntimo da alma". 

Esta é uma noção clara do que é a graça de Deus, que chega até nós através da Mensagem de Fátima, na qual a reza diária do Terço é condição indispensável para evitar o pecado e viver na graça de Deus, como foi também uma condição indispensável para acabar com a guerra e viver em paz. 

Assim, quando rezarmos o Rosário, ou apenas uma parte (o Terço), temos que o fazer de tal modo que, de alguma maneira, nos sintamos envolvidos pela graça de Deus, em cujos Mistérios vamos meditando e, por isso, devemos rezá-lo bem. 



John
Nascimento 











__._,_.___







Atividade nos últimos dias: 




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com









Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso














.



__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo