Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






quarta-feira, 20 de novembro de 2013

[Catolicos a Caminho] APRESENTAÇÃO DE NOSSA SENHORA Som !

 












  • APRESENTAÇÃO DE NOSSA SENHORA!


(21 de Novembro)




A Apresentação de Nossa Senhora encerra dois sacrifícios: A dos pais e da menina Maria. Diz a lenda que Joaquim e Ana ofereceram a Deus a filhinha no templo, quando esta tinha três anos. Sem dúvida, foi para estas santas pessoas um sacrifício muito grande separar-se da filhinha que se achava numa idade em que não há pais que queiram confiar os filhos a mãos estranhas. Três anos é a idade em que a criança já recompensa de algum modo os trabalhos e sacrifícios dos pais, formulando palavras e fazendo já exercícios mentais que encantam e divertem, dando ao mesmo tempo provas de gratidão e amor filiais. São Joaquim e Santa Ana não teriam experimentado o sacrifício em toda a sua amargura? O coração dos amorosos pais não teria sentido a dor da separação? Que foi que os levou a fazer tal sacrifício? A lenda fala de um voto que tinham feito. Votos desta natureza não eram raros no Antigo testamento. As crianças eram educadas em colégios anexos ao templo, e ajudavam nos múltiplos serviços e funções da casa de Deus. Não erramos em supor que Joaquim e Ana, quando levaram a filhinha ao templo, fizeram-no por inspiração sobrenatural, querendo Deus que sua futura esposa e mãe recebesse uma educação e instrução esmeradíssima.

....................................................



A Igreja celebra a Apresentação de Nossa Senhora no dia 21 de Novembro, como simples Memória.

Seus pais levaram-na ao Templo para a oferecerem ao Senhor e foi no Templo que ela foi educada.

Este facto não é mencionado nos Evangelhos, mas dele fazem referência os Apócrifos.

A Igreja reconhece e aceita o facto, mas não os detalhes da narração.

Talvez a origem desta Memória da Apresentação, seja palestiniana.

A vida de S. João Silenciário informa-nos que em Novembro de 543 houve dedicação de Santa Maria-a-Nova, em Jerusalém.

E a restauração, por Justiniano, deste dia de Nossa Senhora, celebrado a 20 de Novembro, pode ter alguma relação com a Memória que temos hoje, a 21 de Novembro, que já existia em Constantinopla no século VIII.

E chegaram até nós afirmações semelhantes ou pouco mais tardias sobre Jerusalém, Creta, Nicomédia, etc.

O Ocidente foi menos pronto que o Oriente.

Mas as narrativas sobre Maria Menina a servir no Templo, não deixaram de influenciar, embora a festa da Apresentação tenha sido introduzida apenas cerca dos princípios do século VIII, e não antes, juntamente com a Anunciação, a Dormição, a Natividade e a Purificação da Virgem Maria.

A Inglaterra teve uma festa litúrgica da Apresentação de Maria desde o século XI.

No princípio do século XIII aparece a festa da Oblação de Maria, que depois cai em desuso.

No mesmo século XIII aparece ainda na Hungria a Representação de Santa Maria, que deve ter tido influências gregas.

A Santa Sé admitiu a festa somente em 1372, a pedido do embaixador do rei de Chipre e de Jerusalém.

No ano seguinte, Carlos V de França introdu-la na capela real e em 1374 convida o seu país todo a imitá-lo; todavia, a correspondência ao seu pedido não foi muito brilhante.

Só em 1415 aparece esta festividade num missal em Rennes; já vigorava entre os carmelitas e começou a vigorar, para os cartuxos em 1474, e, para Cister em 1540.

Os eremitas de Santo Agostinho tinham também uma vigília no século XV.

Contemporaneamente encontra-se a festa em breviários franciscanos espanhóis e franceses.

Em Toledo, em 1500, a data litúrgica foi a 30 de Setembro.

A Apresentação foi recebida na Saxónia em 1460.

Na Lorena e na Reanânia pelo fim do século XIV ou no princípio do século XV.

Ficou sendo obrigatória na Prússia em 1593 e, nalgumas dioceses alemãs, a data foi a de 26 de Novembro .

Esta festa aparece no missal romano a partir de 1505, e estamos a celebrá-la em 21 de Novembro.

Maria é o Templo de Deus !

Desde há muito que os pintores se tem ocupado a representar a chegada de Maria ao Templo.

***********************

A festa da Apresentação de Nossa Senhora encerra belos ensinamentos para a família cristã, para pais e filhos. Que modelo mais perfeito pais cristãos poderiam procurar, que Joaquim e Ana? Que exemplo de verdadeiro amor de Deus eles nos dão! Os pais não devem sacrificar os filhos ao egoísmo e às paixões, mas a Deus, que lhos deu. Como Joaquim e Ana devem estar prontos a oferecer os filhos, quando Deus os chamar para o seu serviço. Todos nós, vemos em Maria o exemplo que devemos imitar, se queremos que nossa vida seja agradável a Deus. Oração, pureza de coração e trabalho – eis os capítulos principais da vida cristã.



John

Nascimento



















__._,_.___






Atividade nos últimos dias:




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:
catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com








Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso













.


__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo