Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






domingo, 19 de janeiro de 2014

ADHT: Defesa Hetero




ADHT: Defesa Hetero


  • Pastor Marco Feliciano entra com representação contra o Porta dos Fundos no Ministério Público 
  • PROF. OLAVO DE CARVALHO:"Cristãos Perseguidos pela Nova Ordem Mundial" 
  • AFINAL, O QUE É A "TEOLOGIA DA MISSÃO INTEGRAL"? 
  • Dr. Rubens Teixeira faz um desafio sobre próximas eleições! 
  • ATENÇÃO PAIS: "O perigo das REDES SOCIAIS para SEUS FILHOS" 
  • A COISA FICOU SÉRIA: "Tentativa de Esconder Documentos Vazados sobre Falha de Contraceptivo de Gates/USAID" 




Posted: 19 Jan 2014 05:19 AM PST

Pastor Marco Feliciano entra com representação contra o Porta dos Fundos no Ministério Público


Publicado por Tiago Chagas em 17 de janeiro de 2014 



A briga entre lideranças cristãs e os humoristas do Porta dos Fundos ganhou um novo episódio nesta quinta-feira, 16 de janeiro.


O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) publicou em seu perfil no Twitter uma imagem da representação feita contra a produtora Porta dos Fundos, por conta das piadas de teor religioso veiculadas em seu canal no YouTube, em particular, do vídeo Especial de Natal.


Considerado "ofensivo aos cristãos", o esquete de humor em que os integrantes do Porta dos Fundos representam membros da Sagrada Família e fazem piadas sem limites a respeito da vida de Jesus foi duramente criticado por representantes evangélicos e católicos, além de formadores de opinião em toda a mídia.


Antes da representação de Marco Feliciano junto ao Ministério Público, o próprio pastor já havia trocado farpas com Gregório Duvivier, um dos integrantes do Porta dos Fundos.




Cópia da representação de Marco Feliciano contra o Porta dos Fundos no Ministério Público


Na ocasião, Feliciano criticou o que chamou de "insolência" de Duvivier em se comparar a personagens históricos que foram perseguidos pela Igreja Católica. O humorista respondeu com sarcasmo agradecendo a publicidade ao Porta dos Fundos e questionou se o pastor aceitava cartão, em referência ao vídeo que Feliciano aparece pedindo a senha do cartão de um fiel.


Essa é a segunda representação contra o Porta dos Fundos pelo vídeo Especial de Natal. Anteriormente, a Associação Nacional Pró-Vida e Pró-Família, formada por católicos, havia apresentado ao Ministério Público uma representação criminal contra os humoristas, alegando que "não é de hoje que esse canal faz questão de debochar e insultar, das mais diversas formas, as religiões monoteístas — em especial o cristianismo''.


Antes de sua representação criminal, o pastor Marco Feliciano já havia iniciado as retaliações pedindo ao presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) o cancelamento dos patrocíniosao Porta dos Fundos por causa dos "vários ataques" do grupo aos "personagens da Sagrada Família de forma esdrúxula, vociferando palavrões totalmente desnecessários no contexto, desrespeitando nossa fé cristã".


Por Tiago Chagas, para o Gospel+



Posted: 19 Jan 2014 05:07 AM PST


CRISTÃOS PERSEGUIDOS PELA NOVA ORDEM MUNDIAL. VEJA A FALA DO PROF. OLAVO DE CARVALHO
















Posted: 18 Jan 2014 09:22 PM PST


GASTE UM TEMPO E LEIA ESTE E-BOOK, OU PODERÁ BAIXÁ-LO PARA SEU COMPUTADOR.











Posted: 18 Jan 2014 08:22 PM PST


Pastor Dr. Rubens Teixeira, faz um desafio:



Caros amigos e amigas,


Há quem diga que o povo quer mudanças, especialmente por causa das manifestações populares, e que isto será demonstrado nas eleições deste ano. Você acha que o povo amadureceu mesmo? De que maneira você acha que as pessoas escolherão seus candidatos nas próximas eleições? Votarão em qualquer um? Votarão em troca de benefícios imediatos? Votarão em campanhas ricas? Votarão em políticos tradicionais? Votarão atendendo pedidos de pessoas que recebem benefícios pessoais para fazerem campanha? Votarão em quem seus líderes religiosos ou de classe pedirem? Ou votarão pensando em quem melhor trabalho realizará para melhorar o país em que vivem com suas famílias? Deixe a sua opinião e peça a um amigo para fazer o mesmo. Vamos debater?


Gostaria muito de ouvir sua opinião. Coloquei este post no meu facebook e deixei aberto o debate. Entra na minha página e deixa a sua opinião. Outras pessoas lerão e serão enriquecidas com seu comentário: https://www.facebook.com/dr.rubensteixeira


Muito obrigado!


Boa semana a todos!


Rubens Teixeira 








Posted: 18 Jan 2014 05:23 PM PST









Um jovem de 18 anos recebeu neste sábado (18) uma citação –documento que comunica a possibilidade de ser processado– de uma oficial de Justiça por participar de um encontro no shopping Center Norte, no bairro de Santana, em São Paulo.






Com o documento, o jovem identificado pela polícia como Caique Fernandes Gonçalves, fica impedido de participar de outro encontro do tipo, que vem sendo chamado de "rolezinho", sob pena de pagamento de multa de R$ 20 mil, prevista em liminar conseguida por alguns centros comerciais da capital paulista –entre os quais está o Center Norte.






'Eles [os policiais] me perguntaram se organizei o evento. Eu disse: organizei sim. sou sujeito homem e assumo o que faço', disse Gonçalves.






Questionado se continuaria a organizar os eventos em redes sociais, o jovem se esquivou. "Não sei ainda, mas acho melhor não né?", disse. "Vamos esperar um pouco para ver no que tudo isso vai dar".






O "rolezinho", que concentrou cerca de 30 jovens em uma das entradas do shopping, não chegou a causar aglomerações anormais no interior do centro de compras. Por volta das 18h30, o grupo já havia dispersado.






Dez jovens foram abordados pelos policiais, do DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais), mas dois deles não foram ligados à organização do evento e foram dispensados.






Os outros interpelados pela polícia eram menores, e por isso não receberam uma citação, como Gonçalves.






Também neste sábado, um protesto com cerca de cem pessoas causou o encerramento das atividades do shopping JK Iguatemi, situado na zona oeste paulistana.













Posted: 18 Jan 2014 05:19 PM PST

Tentativa de Esconder Documentos Vazados sobre Falha de Contraceptivo de Gates/USAID


Lisa Correnti


WASHINGTON DC, EUA, janeiro (C-FAM) Advogados de agências americanas fracassaram numa tentativa inicial de forçar uma organização de defesa dos direitos dos cidadãos a remover documentos vazados do site da organização. Os documentos descrevem estudos que mostram complicações de um contraceptivo de longa duração fortemente apoiado pelas agências e pela Fundação Gates para uso das mulheres africanas.



As agências da ONU são acusadas de tentarem esconder seu conhecimento de estudos que mostram que as mulheres que usam o contraceptivo injetável Depo Provera têm risco mais elevado de contrair HIV.


Permitir que o Projeto Rebecca publique as informações significa "essa questão dos danos do Depo Provera agora tem de ser decidida num tribunal legal em que um juiz examinará os dados científicos e sociais," Kwame Fosu, o diretor de políticas da organização, disse ao Friday Fax.


A Agência de Desenvolvimento Internacional (conhecida pela sigla inglesa USAID) e a Fundação Gates têm gastado milhões de dólares para aumentar o uso de contraceptivos injetáveis entre mulheres em comunidades de elevado HIV na África subsaariana.


Os representantes legais da USAID e dos Centros de Controle de Doença (CCDs) entraram com uma queixa de violação de direitos autorais para forçar o Projeto Rebecca para remover documentos secretos de seu site. Os documentos foram usados numa reunião a portas fechadas em Genebra com autoridades da Organização Mundial de Saúde, da USAID, dos CCDs e de Gates.


A reunião foi pedida logo depois que a revista de Doenças Infecciosas do Lancet publicou um estudo da Dra. Renee Heffron. O estudo indicava que as mulheres que usam o Depro Provera têm um risco maior de contrair o HIV/AIDS.


Um dos documentos secretos postados por Fosu apresenta detalhes de vários estudos que examinam a ligação entre contraceptivos injetáveis e a transmissão do HIV. Embora dos 15 estudos, 11 tivessem informado o mesmo resultado da Dra. Heffron, apesar disso a OMS publicou uma "Declaração Técnica" de que a pesquisa foi "inconclusiva."


Fosu acusa que as normas da OMS "forneceram cobertura" para a USAID, Gates e a Federação Internacional de Planejamento Familiar, e outros para continuarem "como de costume" e protegerem os milhões alocados para disponibilizar o Depo para mulheres africanas.


Meses mais tarde Melinda Gates lançou uma parceria de 4 bilhões que incluía financiamento para produzir e distribuir o injetável Depo Provera.


O segundo documento secreto obtido por Fosu é de autoria de Chelsea Polis da USAID e Kathryn Curtis dos CCDs. O documento fortemente influenciou os funcionários de revisão da OMS a decidir que havia "razão insuficiente" para remover o Depo Provera e impor avisos obrigatórios. Fosu afirma que a análise de Polis e Curtis "diluiu a evidência disponível" ao ignorar a pesquisa principal.


Apesar das tentativas de esconder os efeitos colaterais prejudiciais, mais mulheres pobres estão abandonando o uso do Depo Provera. Comparado com outros métodos contraceptivos, as mulheres em países menos desenvolvidos têm mais probabilidade de parar de usar o Depo Provera dentro de um ano de sua primeira dose devido a efeitos colaterais associados e preocupações de saúde. Um relatório do Population Reference Bureau sobre o planejamento familiar no mundo inteiro também indica que o contraceptivo injetável não é usado por mulheres em países ricos.


Fosu refutou com êxito o ataque legal para remover os documentos citando a isenção da Lei de Direitos Autorais Digitais do Milênio (LDADM) para organizações de educação e direitos humanos que estão fornecendo informações para proteger populações vulneráveis.


"Considerando a evidência esmagadora de danos," disse Fosu "os ministros da Saúde têm a obrigação em países em desenvolvimento visados de restringir ou proibir o Depo Provera como opção de planejamento familiar." Em Gana, a especialista de direitos humanos Dra. Charlotte Abaka, ex-presidente do comitê de tratados de mulheres da ONU, agora defende o fim ou restrição do Depo Provera.


Tradução: Julio Severo


Fonte: Friday Fax


Divulgação: www.juliosevero.com


Leitura recomendada sobre a USAID e Gates:


















You are subscribed to email updates from ADHT: DefesaHetero.org

To stop receiving these emails, you may unsubscribe now. 

Email delivery powered by Google 


Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610 

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo