Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

[Catolicos a Caminho] JESUS FILHO DE DEUS UNIGÉNITO Som !

 











  • JESUS FILHO DE DEUS UNIGÉNITO 




A Liturgia da Palavra de hoje -23 de Janeiro – A, cconvida-nos a uma reflexão profunda sobre o grande Mistério da divindade de Jesus, proclamada espontaneamente por todos aqueles que eram curados das suas enfermidades e diziam :
-"Tu és o Filho de Deus".(Mc.3,22). 

 ......................................................................
O Credo dos Apóstolos põe discretamente a profissão de Fé em Jesus Filho de Deus, antes de declarar que Ele nasceu da Virgem Maria.
Não houve um único mistério no Cristianismo mais largamente difundido e mais fortemente contestado do que a inqualificada Divindade de Cristo.
Pode dizer-se que tudo o mais depende disto.
As palavras chave, foram SEU ÚNICO FILHO, em que cada palavra foi cuidadosamente discutida entre ortodoxos e heterodoxos nos seus ensinamentos cristãos.
Mas nos meados do século V, a Igreja já estava preparada para formular a sua crença na única e divina filiação de Jesus de Nazaré.
Já na Anunciação o tinha dito a Maria que o filho que ela tinha concebido no seu seio se havia de chamar o Filho do Altíssimo.
Desde a Anunciação muitas vozes se tinham levantado para tentar explicar o sentido literal daquelas palavras do Anjo.
Alguns nomes estranhos, como Ario e Nestório, Eutiques e Sibélio, Prisciliano e Apolinário, estão identificados com as heresias que, de uma maneira ou de outra punham reservas na verdadeira divindade de Cristo.
Nesse mesmo século V foi formulado o conhecido Credo de Niceia, que estabeleceu em linguagem bem clara o que significa esta filiação real de Jesus Cristo.
O Credo de Niceia declara :
- Nós acreditamos... em um só Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; gerado, não criado, consubstancial ao Pai.


Cristo é o Unigénito, Aquele que o Pai enviou ao mundo por causa do Seu grande amor :
- "Porque Deus amou de tal modo o mundo que lhe deu o seu Filho Único para que todo aquele que n'Ele crer não pereça, mas tenha a vida eterna". (Jo.3,16).
Este título de o Filho Único revela, pois, muitos aspectos importantes da identidade de Cristo :
* Primeiro, Ele é o Filho desde toda a eternidade, consubstancial com o Pai, procedendo d'Ele por uma geração eterna, o que, por isso mesmo, O torna distinto do Pai (Igual e distinto).
* É o Filho Encarnado, a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade que Se tornou humana em ordem à salvação do mundo por um acto de perfeito amor obediente.
* No nosso amor a Cristo nós temos o único acesso ao amor do Pai, de modo que Cristo se torna o Primeiro de muitos irmãos.
Este título de Filho Único (Unigénito), está reservado apenas ao Filho de Deus, e significa a Sua relação de obediência e a missão de que Cristo teve como o Único escolhido para Redentor, Messias e Sacerdote, revelado ao homem pelo próprio Deus :
- "E dos céus veio uma voz : "Tu és o Meu Filho muito amado, em Ti pus toda a minha complacência". (Mc.1,11).
Cristo é a Palavra de Deus :
- "Ninguém jamais viu a Deus: o Filho Único que está no seio do Pai é que O deu a conhecer". (Jo. 1,18).
A glória de Jesus não é nada menos do que a glória essencial de Deus Pai :
- "Glorifiquei-Te na terra, tendo consumado a obra que Me deste a fazer. Agora glorifica-Me Tu, ó Pai, junto de Ti mesmo, com aquela glória que tinha Contigo antes que o mundo existisse". (Jo. 17,4-5).
Cristo é realmente o Único gerado por Deus :
- "Sabemos que todo aquele que nasceu de Deus não peca, mas Aquele que foi gerado por Deus, guarda-o, e o maligno não o toca". (1 Jo.5,18).
No Antigo Testamento, Filho de Deus é o título dado aos anjos, ao povo eleito, aos filhos de Israel e aos seus reis.
Mas no Novo Testamento é o título do verdadeiro Messias :
- "Tomando a palavra, Simão Pedro respondeu :"Tu és o Cristo Filho de Deus vivo". (Mt.l6,16).(cf.CIC 441,442). 





John
Nascimento










__._,_.___







Atividade nos últimos dias: 




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com









Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso














.



__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo