Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

[Novo post] A era dos psicopatas e a destruição anti-ética de Justine Sacco




lucianohenrique publicou: " O site Ethics Alarms postou um texto intitulado "A destruição anti-ética de Justine Sacco", que trago abaixo, para depois comentá-lo: A executiva de mídia Justine Sacco twittou uma piada impulsiva e racista no Twitter, que uma série de pessoas achou " 



Para responder a esta publicação digite acima desta linha 






Nova publicação em Ceticismo Político 











O site Ethics Alarms postou um texto intitulado "A destruição anti-ética de Justine Sacco", que trago abaixo, para depois comentá-lo:


A executiva de mídia Justine Sacco twittou uma piada impulsiva e racista no Twitter, que uma série de pessoas achou ofensiva, não gostou ou sentiu que isso poderia justificar a participação em cyber-bullying liderado por aqueles que sentiram ofendidos. Como resultado, ela perdeu seu emprego, está sendo tratada como uma racista virulenta pela web, recebe ameaças de morte e mensagens de ódio de estranhos, tendo se tornado uma pária internacional.

Não importa o que o tweet dizia. Foi uma mensagem de 140 caracteres dirigida a nenhum indivíduo em particular, que não prejudicou ninguém de forma alguma, ao contrário, digamos, dos tweets de várias celebridades tentando induzir as massas a visitarem lugares onde George Zimmerman pudesse ser encontrado e agredido. Ninguém que atacou Justine a conhece, sabe o que se passa em sua mente e coração, o que ela tem feito em sua vida ou dos bons trabalhos e deveres pelos quais ela é responsável. E ainda assim milhares de estranhos, muitos dos quais são certamente, na média, pessoas menos admiráveis que Justine Sacco por comparação, escolheram usar a mensagem de Justine como uma provocação para lançar um ato de esmagamento contra sua vida.

Essa conduta - eu diria de todos eles que se empilharam contra ela após os primeiros usuários do Twitter registrarem sua objeção - é muito, muito pior do que qualquer coisa que Justine Sacco tenha feito, em relação ao que sabemos. A conduta deles é cruel. É desnecessária. É excessiva. Viola o princípio da Regra de Ouro, pois eu duvido que exista um único dos algozes de Justine que não tenha uma vez sequer escrito, pronunciado ou até mesmo rido de coisas tão politicamente incorretas como a que Justine twittou. E pior, mais de uma vez. Uma mentalidade agressiva de massa tem sido usada na Internet, com seres humanos anônimos partindo com fúria contra alguém exatamente como eles, pois isso lhes dá uma sensação de virtude e poder... Que pressa em conseguir destruir um outro ser humano de tão longe!... Isso é tóxico, perigoso e está piorando a cada dia.

Eu escrevo aqui a respeito da importância da aplicação cultural dos valores éticos, e sobre como cada um de nós é responsável por pensar a respeito do que é certo ou errado, e sobre nos juntarmos em uma tarefa social de compartilhar e promover essas normas que garantirão vidas melhores, mais felizes e mais produtivas para tantas pessoas quanto possível. Esse processo, no entanto - e eu reconheço minha culpa por não ter enfatizado esse aspecto suficientemente - requer a aplicação responsável da virtude ética da proporção. Nós não fazemos uma sociedade melhorar transformando-a em um lugar temeroso, onde um único passo em falso traz uma overdose de abuso e vergonha para cima de nossas cabeças, a partir de toda uma comunidade. "Ninguém é perfeito" está na lista de racionalizações do site, pois as pessoas tem usado este ditado para fingirem que um delito não é realmente um delito, já que errar é humano. Mas "ninguém é perfeito" também é uma verdade, e todos sabem disso. Este conhecimento, a meu ver, iria naturalmente moderar a resposta razoável de um indivíduo para algo tão trivial como um tweet insensível. A sequência ética, em uma situação do tipo é: 
Ação 
Reconhecimento 
Crítica 
Aceitação 
Desculpa 
Contrição 
Perdão 

Todavia, esta não é a sequência na qual a mídia social está se tornando viciada. Essa sequência é... 
Ação 
Reconhecimento 
Crítica 
Ódio 
Ameaças 
Isolamento 
Destruição pessoal 
Euforia 

Nenhuma sociedade pode existir com massas em bando como vigilantes à busca de oportunidades para mostrar o seu poder e reduzir seus alvos a párias arruinados, submissos e miseráveis. Isso, no entanto, é o que a mídia social está se tornando. Esse lugar não é divertido, não é amigável e não é seguro. Ele não é benéfico para a sociedade, mas prejudicial para ela. Justine Sacco não foi a agressora aqui, mas a vítima. Se esta é a forma como o Twitter está evoluindo, então essa ferramenta deve ser abandonada por pessoas sãs e decentes, e deixada para as matilhas, as gangs, os vigilantes, os propagadores de ódio e destruidores de vidas para que eles lutem entre eles, como escorpiões em uma garrafa.

Sinto muito com o que aconteceu com você, Justine. Isso foi fora de qualquer proporção, e você não merecia isso.

Bem, o texto acima é de uma pessoa que ainda tem alguma ingenuidade no trato com os seres humanos. Ingenuidade esta que eu perdi há algum tempo. Mesmo que o texto seja ingênuo, há mensagens fortes que devem ser assimiladas, pois temos aqui um retrato do que se tornou a Internet na era do politicamente correto.

O politicamente correto, como um movimento de extrema-esquerda, adota a moral psicopática. Ou seja, entendem que não há limites para o que eles possam fazer, desde que eles convençam seus pares de que os atos justificam a causa. Assim, uma piada racista é retaliada com a destruição da vida de uma pessoa. Sorte dela que ela não foi vítima de violência. E se cometerem violência contra ela, podemos ter uma certeza: essa mesma massa vai comemorar como se o time para o qual torcessem tivesse feito um gol.

O que você acha que propiciou os genocídios do século XX? Como tantas pessoas acharam "normal" ver seus vizinhos serem mortos como gado em um matadouro? É preciso ser muito sem noção para achar que ocorreu um "apagão" do nada no senso moral da população desses países. Na verdade, criou-se um senso comum baseado em ódio de massa contra grupos. A partir disso, perde-se toda e qualquer empatia pelos seres humanos do outro lado.

Cada vez mais, essa cultura psicopática tem sido propagada pela extrema-esquerda, se tornando o padrão da Internet. Basta alguém falar algo contra os grupos que eles consideram "vítimas", que a turba começa a babar ódio. A partir daí, não há mais limites para o que possa ser feito em direção aos seus alvos. 

O termo moral psicopática não significa que todos os seus usuários sejam psicopatas. Na verdade, os líderes da massa tendem a ser psicopatas, principalmente quando organizam suas ações de destruição de indivíduos sem motivos para fazê-lo. Entretanto, a massa que os segue, de forma histérica, mimetiza as intenções dos seus líderes, e, mesmo sem serem psicopatas, agem como se fossem. Duelar com as massas de esquerda, muitas vezes, é como se digladiar com uma manada de psicopatas, mesmo que a maioria não seja composta de psicopatas, em termos clínicos. Temos também histéricos, raivosos, neuróticos e o que valha. Mas não se engane: por causa da liderança, e pela mimetização de ações, tanto faz se estamos diante de um psicopata ou histérico. O dano é o mesmo.

Por causa deste tipo de gente, precisamos de uma nova forma de ver o mundo. Precisamos criar nossos filhos para lidar em um ambiente dominado pela moral psicopática, o que ocorre por causa da extrema-esquerda. Precisamos criar uma cultura na qual temos pessoas prontas para se defrontarem com psicopatas pela frente. Em suma, estamos diante de pessoa que não tem limites e nem a menor consciência. Empatia? Nem em sonho...

Justine pode ser questionada em relação à falta de tato em seu tweet. Mas também em relação ao erro de não prever que existem pela rede psicopatas politicamente corretos aguardando por passos em falso de indivíduos, para que eles possam começar suas campanhas de destruição pessoal. Ela não estava preparada para a interação virtual na era dos psicopatas.















Cancele a assinatura para não receber mais posts de Ceticismo Político.
Altere as configurações do seu e-mail em Gerenciar Assinaturas. 

Problemas para clicar? Copie e cole esta URL no seu navegador: 













Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo