Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






quinta-feira, 17 de outubro de 2013

[Catolicos a Caminho] MÊS DO ROSÁRIO (18) IMPORTÂNCIA DO ROSÁRIO Som !

 















  • MÊS DO ROSÁRIO




(18) A IMPORTÂNCIA DO ROSÁRIO !




O Rosário meditado tem o significado de uma oração permanente, por várias razões.



O Rosário vai mais além do perdão pessoal

A Oração do Senhor, o Pai Nosso, estritamente falando, é individualística.

Nós pedimos por nós próprios ; perdoi-nos as nossas ofensas.

Isto é muito bom e tem sido uma oração universal durante 20 séculos.

Mas o nosso tempo prefere um alargamento, porventura universal.

Isto é um benefício; enquanto é próprio e necessário orar por nós mesmos, também é próprio e mesmo necessário atingir uma região mais larga do mundo, porventura atingir todo o mundo, como Jesus e Maria na sua acção redentora.

O Rosário facilita esta transmissão para o universal através da contemplação dos Mistérios e da meditação dos seus "frutos espirituais".

Os devotos da Oração do Senhor, sentem que ela não estende a sua solicitude a todo o mundo e, desta maneira, por uma simples comparação, sentem que o Rosário tem maior amplitude.



O Rosário alarga o horizonte da fé.

É verdade que, em Jesus, o Filho de Deus feito homem, nós temos tudo; invocando o seu Nome, na perseverança da fé, é uma maneira segura de salvação.

Mas o Rosário, especificando os vários aspectos da pessoa e da vida de Jesus, enriquece e aumenta a nossa percepção da fé, mais do que qualquer outra oração.

Podemos argumentar que a repetição da Oração do Senhor nos faz penetrar mais profundamente no mistério de Cristo...

Mas podemos também responder que este progresso espiritual é mais efectivo e mais seguro através da meditação sobre os sucessivos Mistérios do Rosário.

Este potencial do Rosário tem sido afirmado muitas vezes pelos Papas, especialmente o Papa Leão XIII.



O Rosário facilita a contemplação pela sua variedade.

Esta razão assemalha-se à anterior, mas o seu ponto de vista difere.

Ela fala, não precisamente no objecto ou conteúdo da fé, mas da fé que brota da actividade da mente.

Por causa da sua sobriedade, a Oração do Senhor corre o risco de se tornar monótona; é necessária uma auto-disciplina contínua no sentido de preservar a sua forma, ano após ano, até ao fim da vida.

Em contraste, a variedade dos Mistérios do Rosário facilita enormemente todo o esforço da contemplação.



O Rosário é mais favorável na satisfação pessoal

Esta última razão é o cume das anteriores.

Geralmente admite-se que há um elemento de austeridade, ou deficiência espiritual para com a Oração do Senhor, que se ultrapassa apenas depois de longos anos de prática.

No Rosário, tudo é diferente; o esforço é renovado mais depressa e em profusão.

Uma íntima união com a SS. Virgem, uma nova lição em cada Mistério, o encanto dos Mistérios Gozosos, o trágico estado de espírito dos Mistérios Dolorosos, a atracção dos Mistérios Gloriosos e a nova luz do espírito nos Mistérios Luminosos, e o sentido do Amor nos Mistérios Misericordiosos, isto e tudo o mais, dá uma nova dimensão à alma, alegra-a, eleva-a, enriquece-a e enche-a de bens espirituais.

E com todas estas razões, e com outras que poderíamos acrescentar, nós começamos a ver porque é que a Virgem, nas suas múltiplas Aparições, recomenda sempre o Rosário e nenhuma outra oração; Ela sabe bem que para a maioria das almas, o Rosário é a melhor escolha.

Mas devemos ainda acrescentar que, o estado de graça, para se conseguir a vida eterna, sempre recomendada pela Virgem nas Aparições, têm como meio mais óbvio, a prática da reza do Rosário.



John

Nascimento












__._,_.___






Atividade nos últimos dias:




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:
catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com








Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso













.


__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo