Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Patifaria em nome de Deus (17/10/2013) - Comentário de Luiz Carlos Prates

<






-





Augusto César Ribeiro Vieira 100
Enviar vídeosPesquisar

  • Prates, você, desde já, não tem mais o direito de expulsar de sua casa quem desrespeitar os seus valores, a sua honra e a sua família. Todos podem chegar na sua casa e fazerem o que querem e bem entendem. Fumar uma maconhinha, cheirar um pó, bulinar a sua filha... Quem proibir isso, você mesmo chama de "canalha".





GUIA






Patifaria em nome de Deus (17/10/2013) - Comentário de Luiz Carlos Prates
Inscrito

212 visualizações

21 1
Gostei
Sobre Compartilhar Adicionar a
Compartilhar este vídeoIncorporarE-mail


Começar em: 




Publicar

186 caracteres restantes




Que tipo de violação, por exemplo: Opção sexual? Nada a ver mestre! A violação é a falta de respeito de muitos homossexuais. Admiro muito o Prates, quero ser como ele um dia, mas hoje, pra mim, ele deu um bola fora!
Responder ·




E outra coisa, mesmo não acreditando em Deus A ou B, pelo simples fato de achar que simplesmente nunca saberemos a verdade, fico impressionado com a inversão de valores hoje em dia. A religião tem se tornado alvo de criticas pesadas e os cristãos taxados de criminosos e imorais, enquanto os ativistas gays são elevados ao que há de mais nobre e lindo na sociedade. Ativista gay que fala de preconceito religioso é claramente desonesto e não representa nem o próprio homossexual que diz defender.
Responder ·




Não vejo problemas com essa lei. Se você frequenta a igreja, logicamente é a favor dos dogmas, dos valores e da liturgia, se você não frequenta ou é ateu (ou no meu caso, de um agnóstico) não vai mudar nada. Se um dono de um supermercado ou um responsável por um hospital quiser colocar alguém para fora justificadamente por mau comportamento ele pode. Se os gays querem se beijar na igreja, criem sua própria igreja, simples assim. Gay que vai em igreja evangélica ou católica é masoquista.
Responder ·




Pois é. Os que comem camarão - o ministro da pesca, inclusive, é pastor -, os banqueiros - os pastores guardam dinheiro em banco - e os divorciados - há pastores por aí que já casaram-se 666 vezes - também deveriam fazer o mesmo. O que estes caras estão fazendo é justificar o preconceito com livros 'sagrados' que dizem seguir e que não seguem coisa nenhuma, uma vez que simplesmente ignoram o que nestes livros não lhes interessa. Patifes!
Responder ·




Bem, não me surpreendo com isso, porque a bíblia realmente prega contra a homossexualidade, portanto é muito melhor para os gays que abandonem os templos, afinal, porque alguém ficaria num lugar onde não é bem vindo?
Responder ·



Idioma: Português
País: Brasil
Segurança: Desativado Ajuda

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo