Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






quinta-feira, 24 de outubro de 2013

[Catolicos a Caminho] MÊS DO ROSÁRIO (25) O ANO DO ROSÁRIO Som !

 














  • MÊS DO ROSÁRIO




(25) O ANO DO ROSÁRIO






Imagem de N. Senhora do Rosário da Igreja de Fátima que teria sorrido a Lúcia no dia da sua primeira confissão.



A Santíssima Virgem apareceu dezoito vezes em Lourdes (1858) e seis vezes em Fátima (1917).

Com o Santo Rosário nas mãos, o seu pedido mais insistente foi sempre que se rezasse o Rosário.

Contudo, parecia que, em muitos lugares, os esforços dos pregadores da Mensagem de Fátima davam pouco resultado neste sentido.

Então o Papa, certamente por inspiração do Espírito Santo, teve a ideia fulgurante de, no 24° aniversário da sua eleição, a 16 de Outubro de 2002, publicar a Carta Apostólica O Rosário da Virgem Maria, e proclamar o Ano do Rosário, o período que ia de Outubro de 2002 a Outubro de 2003.

O Papa queria que o Ano do Rosário nos ajudasse a inserirmo-nos cada vez mais no grupo daqueles que – com Maria – acolhem no seu interior os grandes mistérios da Redenção e, meditando silenciosamente, neles se demoram e ficam.

O Sumo Pontífice João Paulo II dirigiu-se assim ao episcopado, ao clero e aos fiéis, no início da sua Carta Apostólica :

- "O Rosário da Virgem Maria (Rosarium Virginis Mariæ) que no sopro do Espírito de Deus se foi formando gradualmente no segundo milénio, é a oração amada por numerosos santos e estimulada pelo Magistério.

Na sua simplicidade e profundidade, permanece, mesmo no terceiro milénio recém iniciado, uma oração de grande significado e destinada a produzir frutos de santidade.

Ela enquadra-se perfeitamente no caminho espiritual de um cristianismo que, passados dois mil anos, nada perdeu do seu frescor original, e sente-se impulsionado pelo Espírito de Deus a "fazer-se ao largo" para reafirmar, melhor "gritar" Cristo ao mundo como Senhor e Salvador, como "caminho, verdade e vida" (Jo 14,6), como "o fim da história humana, ponto para onde tendem os desejos da história da civilização".

O Papa ao proclamar o Ano do Rosário apresenta as suas razões :

- "O motivo mais importante para propor com insistência a prática do Rosário reside no facto de este constituir um meio muito válido para favorecer entre os crentes aquele compromisso de contemplação do mistério cristão que me propus na Carta Apoatólica Novo milennio ineunte como verdadeira e própria pedagogia de santidade : Há necessidade dum cristianismo que se destaque principalmente pela arte da oração".

- "Numerosos sinais demonstram quanto a Virgem Maria queira, também hoje, precisamente através desta oração, exercer aquele cuidado materno ao qual o Redentor, prestes a morrer, confiou na pessoa do discípulo predilecto, todos os filhos da Igreja : Mulher, eis aí o teu Filho".

- "O Ano do Rosário pretende que Maria seja o modelo da contemplação de Jesus. O ponto central da oração do Rosário é o nome de Jesus, por ele se saúda Maria; com efeito, recitar o Rosário nada mais é senão contemplar com Maria o rosto de Cristo.

Os espírito do Ano do Rosário, continua vivo no coração de todos os cristãos devotos de Maria que, continuamente o vão rezando todos os dias, de harmonia com os pedidos de Fátima :

- "Quero dizer-te que sou a Senhora do Rosário, que continuem a rezar o Terço todos os dias"(Última Aparição).

Fica aqui também o nosso apelo para que os devotos de Maria e os fiéis à Mensagem de Fátima, rezem pelo menos o Terço todos os dias.



John

Nascimento










__._,_.___


| através de email | Responder através da web | Adicionar um novo tópico

Mensagens neste tópico (1)




Atividade nos últimos dias:


Visite seu Grupo


Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com










Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso














.




__,_._,___

Nenhum comentário:




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo