Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Desmistificando um São Francisco que nunca existiu








-







































http://www.apostoladoscr.com.br/2013/10/desmistificando-um-sao-francisco-que.html


















quinta-feira, 24 de outubro de 2013


Por: Eduardo Moreira


Os adeptos do modernismo, da Teologia da Libertação e das correntes de pensamento ligadas à defesa extremada dos animais e da natureza tentam muitas vezes usar figuras populares da Igreja Católica para justificar seus péssimos procedimentos. Dentre esses procedimentos está o hábito de dizer que não se devem usar paramentos litúrgicos luxosos e para defender essa posição alegam que São Francisco, um dos sublimes santos que já existiram, viveu pobre.
Que São Francisco viveu pobre, isso é fato. Coisa bem diferente era sua posição quanto aos paramentos litúrgicos. O que lhe faltava em riqueza própria era dado por ele mesmo ao Santíssimo Sacramento da Eucaristia. Abaixo divulgamos uma carta desse santo aos membros de sua ordem onde ele mesmo defende o uso do luxo no Culto Divino.


Carta de São Francisco aos Custódios da Ordem Franciscana, sobre o Culto Divino.


“A todos os Custódios dos frades menores que receberem esta carta, Frei Francisco, pequenino servo vosso em Jesus Nosso Senhor, deseja a salvação com os novos sinais do céu e da terra, que, grandes e excelentíssimos aos olhos do Senhor, são contudo tidos em conta de vulgares por muitos religiosos e outros homens.
Peço-vos ainda com mais insistência do que se pedisse por mim mesmo, supliqueis humildemente aos clérigos, todas as vezes que o julgueis oportuno e útil, que prestem a mais profunda reverência ao Santíssimo Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo bem como a seus santos nomes e palavras escritos, que tornam presente o seu Sagrado Corpo.
Os cálices e corporais que usam, os ornamentos do altar, enfim tudo quanto se relaciona ao sacrifício, sejam de execução preciosa.
E se em alguma parte o Corpo do Senhor estiver sendo conservado muito pobremente, reponham-no em lugar ricamente adornado e ali o guardem cuidadosamente encerrado segundo as determinações da Igreja, levem-no sempre com grande respeito e ministrem-no com muita discrição.
Igualmente os nomes e palavras escritos do Senhor deverão ser recolhidos, se encontrados em algum lugar imundo, e colocados em lugar decente.
E em todas as pregações que fizerdes, exortai o povo à penitência e dizei-lhe que ninguém poder salvar-se se não receber o Santíssimo Corpo e Sangue do Senhor. . E quando o sacerdote o oferecer em sacrifício sobre o altar, e aonde quer que o leve, todo o povo dobre os joelhos e renda louvor, honra e glória ao Senhor Deus vivo e verdadeiro. 
Anunciai e pregai a todo o povo o seu louvor, de modo que a toda hora, ao dobrar dos sinos, o povo todo, no mundo inteiro, renda sempre graças e louvores ao Deus onipotente. 
E todos os meus Irmãos custódios que receberem esta carta e a copiarem e guardarem consigo e a fizerem copiar para os Irmãos incumbidos da pregação e do cuidado dos Irmãos, e pregarem até o fim o que nela está escrito, saibam que terão a bênção do Senhor Deus e a minha.

E isto lhes seja imposto em virtude da verdadeira e santa obediência. Amém.

Postado por Eduardo Moreira

às 09:57:00









Pesquisar neste Site








Idiomas



Adquira o seu! Click aqui!
(Valor: 15 reais)



Votem em nossa página no prêmio Top blog 2012



Prêmio Dominus Vobiscum




Seguidores




No Twitter (click na imagem)




No Facebook (click na imagem).




No Orkut (click na imagem)




Faça o download gratuito do livro:
Um presente para os leitores do Apostolado SCR



Artigos e Estudos publicados

2009 (10)
2010 (105)
2011 (90)
2012 (21)
2013 (26)
Janeiro 2013 (3)
Junho 2013 (7)
Julho 2013 (1)
Agosto 2013 (5)
Outubro 2013 (1)



Agências de noticias católicas




Arquivo

Catequese (18)
Liturgia (13)
Noticias (40)
RCC (7)
Teologia (12)
videos (12)



Equipe do Apostolado SCR




Blogs e páginas de temática católica feminina




Postagens populares

Jesus: provem de um termo que quer dizer, em hebraico, “Deus salva”. No momento da Anunciação, o anjo Gabriel dá-lhe como nome próprio o nom...

Concílios: 6.1 Sete Primeiros Concilios Um dos acontecimentos mais sublimes na historia da Igreja católica é o acontecimento universal...

Por: Pe. Marcello Stanzione Em 1883, a Irmã Maria Serafina Micheli (1849-1911), que será beatificada em Faicchio, na província de Benevent...

Por Carina Caetano* No artigo dessa semana, resolvi abordar o contexto acerca das potências inerentes aos anjos e por consequência aos...

Por: Eduardo Moreira Os adeptos do modernismo, da Teologia da Libertação e das correntes de pensamento ligadas à defesa extremada dos an...




Receba nossas Atualizações


Enter your email address:



Delivered by FeedBurner



Entre os Melhores do Brasil
Recebido por indicação.



Visite o canal Logos Apologética Crista
Parceiro do Apostolado SCR



Parceiros Online




Total de visualizações de página
142,811



Visitas desde 07/07/2010




Acessem











Apostolado São Clemente Romano - COPYRIGHT (2009-2012)

Todos os Direitos Reservados








Modelo Awesome Inc.. Tecnologia do Blogger.





Nenhum comentário:




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo