Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






domingo, 18 de maio de 2014

ACI Digital: Devotos de Nossa Senhora de Fátima recebem com missa solene a imagem peregrina vinda de Portugal no Santuário Nacional de Aparecida

Documento sin título










NOTÍCIAS DIÁRIAS · www.acidigital.com 










18 de maio de 2014 






Devotos de Nossa Senhora de Fátima recebem com missa solene a imagem peregrina vinda de Portugal no Santuário Nacional de Aparecida


APARECIDA, 18 Mai. 14 (ACI) .- Segundo informou hoje, 18, o Portal A12, do Santuário Nacional de Aparecida, uma multidão lotou a Basílica central para uma cerimônia presidida pelo Cardeal Arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno Assis onde foi acolhida a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, vinda de Portugal para o Santuário Nacional, neste sábado (17). A missa se enquadra no contexto das celebrações pelo centenário das aparições de Fátima, a ser celebrado em 2017, no mesmo ano em que se recorda o tricentenário do achado de Nossa Senhora Aparecida nas águas do rio Paraíba. 



SUGERIMOS HOJE:

CURTA NOSSA FANPAGE NO FACEBOOK!

ACOMPANHE AS NOSSAS NOTÍCIAS NO TWITTER

CONFIRA AS NOTÍCIAS RELATIVAS AO SANTO PADRE NO NOVO PERFIL FEITO POR ACI DIGITAL



MANCHETES DO DIA 











VATICANO 
É preciso diálogo para resolver os problemas da vida e da Igreja, afirma o Santo Padre 

BRASIL 
Devotos de Nossa Senhora de Fátima recebem com devoção imagem peregrina vinda de Portugal no Santuário Nacional de Aparecida 
Imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima entronizada hoje no Santuário Nacional de Aparecida 





Católico em Dia 



Evangelho: 





Santo ou Festa: 



Um pensamento: 

Como o menino est obrigado a fazer-se homem, o cristo est obrigado a ser santo.

D. José Rivera 













VATICANO 









VATICANO, 18 Mai. 14 (ACI) .- 


Em sua alocução deste domingo, 18 de maio de 2014, o Papa Francisco falou da comunidade primitiva dos cristãos assinalando que ali também havia dificuldades e problemas, e que, tanto naquela ocasião como nos nossos dias, é preciso serenidade e diálogo para obter a unidade desejada por Cristo para sua Igreja.

“Na vida, os conflitos existem, o problema é como enfrentá-los. Até aquele momento, a unidade da comunidade cristã era favorecida pela pertença a uma única etnia e cultura, a judaica. Mas, quando o Cristianismo, que por vontade de Jesus é destinado a todos os povos, se abre ao âmbito cultural grego, essa homogeneidade é perdida e surgem as primeiras dificuldades”, disse.

“Os problemas, de fato, não se resolvem fazendo de conta que não existem! E é bonito esse confronto contundente entre os pastores e os outros fiéis. Chega-se, assim, a uma divisão do trabalho. Os Apóstolos fazem uma proposta que é aceita por todos: eles vão se dedicar à oração e ao ministério da Palavra, enquanto sete homens, os diáconos, irão prover os serviços nos refeitórios para os pobres”, explica o Papa em nota divulgada pela Rádio Vaticano.

E esses sete homens não são escolhidos por serem especialistas em negócios, mas sim por serem homens honestos e de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria; e são constituídos em seu serviço através da imposição das mãos pelos Apóstolos, destacou o Papa Francisco.

“Os problemas na Igreja se resolvem confrontando-se, discutindo e rezando, com a certeza de que as fofocas, as invejas e os ciúmes não poderão jamais nos levar à concórdia, à harmonia, e à paz. Quando deixamos ao Espírito Santo a guia ele nos leva à harmonia à unidade e ao respeito dos diversos dons e talentos. Nada de fofocas, nada de invejas, e nada de ciúmes. Vocês entenderam bem?”, questionou o Papa.

Francisco concluiu pedindo à Virgem Maria que ajude os fiéis a serem dóceis ao Espírito Santo, para que saibam estimar-se mutuamente e unam-se sempre mais na fé e na caridade, mantendo o coração aberto às necessidades dos irmãos.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


BRASIL 









APARECIDA, 18 Mai. 14 (ACI) .- Segundo informou hoje, 18, o Portal A12, do Santuário Nacional de Aparecida, uma multidão lotou a Basílica central para uma cerimônia presidida pelo Cardeal Arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno Assis onde foi acolhida a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, vinda de Portugal para o Santuário Nacional, neste sábado (17). A missa se enquadra no contexto das celebrações pelo centenário das aparições de Fátima, a ser celebrado em 2017, no mesmo ano em que se recorda o tricentenário do achado de Nossa Senhora Aparecida nas águas do rio Paraíba.

A Celebração Eucarística foi concelebrada pelo Bispo de Leiria-Fátima, dom Antônio Augusto dos Santos Marto, pelo Bispo Auxiliar de Aparecida, Dom Darci Nicioli, pelo Reitor do Santuário Nacional, padre Domingos Sávio da Silva, pelo reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Manuel Cabecinhas, entre outros presbíteros.

No Santuário Nacional esteve presente ainda uma comitiva vinda de Portugal, representantes de entidades luso-brasileiras, entre outras autoridades.

Pelo corredor entrou a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, que foi acolhida no Altar Central, à sua frente, uma coreografia exaltava os Estados brasileiros, enquanto era cantado o hino ‘À treze de Maio’.

Na acolhida, o cardeal destacou a bênção especial que representava a presença permanente da réplica da Imagem de Fátima venerada na Capela das Aparições, para a Casa da Mãe Aparecida. “Fátima tem uma grande relação com Aparecida”, disse dom Raymundo. Essa relação o cardeal destacou a partir de diversos elementos vivenciados na história dos dois santuários. “Fazemos votos que essa relação, que a presença da Imagem de Fátima, que é sempre a mesma Mãe invocada por milhares de filhos no mundo, que é a nossa Mãe, que ela nos faça todos, seus devotos, cada vez mais discípulos e missionários de Nosso Senhor Jesus Cristo, ela que é Mãe, que é a verdadeira discípula e missionária”.

Nesse momento, também dom Antonio Marto tomou a palavra, e frisou a alegria de estar no Santuário Nacional e trazer a Imagem de Fátima. Agradeceu a acolhida que recebeu. Para ele foi uma acolhida “tão filial e tão entusiasta que ficará para sempre gravada no íntimo do coração. Verdadeiramente, foi algo surpreendente e admirável, mostra como é admirável a vossa fé e o vosso amor à Mãe Santíssima”, disse o bispo.

Na homilia, dom Damasceno citou os jubileus de 2017 e disse: “Faço votos que as celebrações desses jubileus sejam um verdadeiro ‘kairós’, um tempo especial da misericórdia de Deus, da sua bondade e ternura, e um tempo de conversão e oração para todos os peregrinos que visitarão esses dois santuários”.

Dom Damasceno adiantou que em 2015 espera poder “retribuir essa visita fraterna” e levar a Imagem de Aparecida para ser entronizada também naquele santuário mariano.

“Que Maria seja esse caminho, que ela nos conduza a esse verdadeiro e único caminho que é Jesus Cristo”, enfatizou. Por fim, o cardeal pediu para que a Virgem Maria favoreça a sua paz e um “mundo de concórdia, onde as pessoas se amem e se respeitem como verdadeiros filhos”.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


APARECIDA, 17 Mai. 14 (ACI) .- Os Santuários de Fátima, em Portugal, e de Aparecida se uniram para celebrar os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba e os 100 anos das aparições da Virgem aos três pastorinhos em Fátima. A comemoração recebeu o nome de “2017: Aparecida e Fátima, Centenários de Bênçãos”. Como parte da comemoração jubilar, neste sábado 17 de maio, a imagem peregrina de Fátima será entronizada solenemente no altar central do Santuário Nacional de Aparecida em uma cerimônia com a presença do Arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno e o bispo de Leiria-Fátima, Dom António Marto. Em 2015, será a vez da imagem de Nossa Senhora Aparecida ir até o Santuário em Portugal.

A imagem, réplica da que está na Capelinha das Aparições em Portugal, chegou ao Brasil nesta sexta-feira, 16, trazida pelo Bispo de Leiria, Dom António Marto, e pelo reitor do Santuário de Fátima, Pe. Carlos Cabecinhas e foi entregue ao Cardeal Arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno. Antes de chegar ao Santuário a Imagem percorrerá ruas da cidade de Aparecida seguida de uma procissão de devotos e romeiros.

“A expectativa para a chegada da Imagem de Nossa Senhora de Fátima a Aparecida é grande. Santuário, Arquidiocese de Aparecida e moradores do município mobilizam-se para que o momento seja de profunda espiritualidade a todos aqueles que acompanharem este momento histórico”, destaca a assessoria de comunicação do Santuário Nacional de Aparecida.

No sábado, dia 17 de maio, "a imagem será o centro de um cortejo em carro do corpo de bombeiros, iniciando-se às 17h00, junto à Igreja de São Benedito, e subindo, na contramão, a Rua Monte Carmelo até a Praça Nossa Senhora Aparecida. Ali, às 17h30, haverá a receção oficial da imagem, por D. Raymundo Damasceno", informou a assessoria.

“Recordamos que esta será a primeira iniciativa conjunta entre os dois santuários marianos que celebram jubileus em 2017: Fátima celebrará o centenário das Aparições de Nossa Senhora e Aparecida o tricentenário do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição no Rio Paraíba. "D. António Marto e o cardeal D. Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida, concordaram em assumir algumas ações conjuntas, que assinalem e expressem a ligação dos dois santuários nesta importante ocasião”, explica o padre reitor do Santuário de Fátima, recordando ainda que “tratando-se de dois dos mais importantes santuários marianos do mundo e de dois povos irmãos, unidos pela história e pela língua, como também pela mesma fé e pela grande devoção a Nossa Senhora” foi sentido! "o dever celebrar também conjuntamente tão significativos jubileus”.

A programação, que poderá ser acompanhada pela Rede Aparecida de TV, o canal oficial do Santuário da Mãe Aparecida, e outros canais católicos consta da seguinte maneira:

17 de maio



17h30 - Recepção da imagem em frente da Matriz Basílica



18h00 – Recitação do Terço



19h00 - Procissão luminosa pela Passarela da Fé trazendo a imagem até ao Santuário



20h00 - Eucaristia: Acolhida da imagem de Nossa Senhora de Fátima em cerimônia presidida por Dom Raymundo Damasceno Assis com a presença de Dom António Marto, bispo de Leiria-Fátima e de outros concelebrantes (Transmissão pela TV Aparecida)



22h00 – Recitação do Terço, acolhendo a imagem de Nossa Senhora de Fátima (Transmissão pela TV Aparecida)



18 de maio



07h30 - Eucaristia: Entronização da imagem de Nossa Senhora de Fátima. Cerimônia presidida por Dom António Marto com a presença de Dom Raymundo Damasceno e de outros padres concelebrantes.



08h30 - Trasladação da imagem de Nossa Senhora de Fátima para o monumento a ela dedicado. (Transmissão pelas TV Aparecida, TV Canção Nova - também para Portugal, e TV Cultura de São Paulo)







voltar ao início | comentar a notícia | arquivo






PARA CANCELAR A ASSINATURA O INSCREVER UM AMIGO, PREENCHA O FORMULÁRIO AQUI
COMENTÁRIOS OU PERGUNTAS A acidigital@acidigital.com


Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo