Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






terça-feira, 20 de maio de 2014

Viver em Deus Contradições no mundo protestante




Viver em Deus




Contradições no mundo protestante


Posted: 20 May 2014 08:00 AM PDT











Católicos Online







AS SEITAS EVANGÉLICAS E ALGUMAS DE SUAS INCONTÁVEIS CONTRADIÇÕES





1) Evangélico:


"Religião não serve para nada. O mundo está cheio de religiões."






Nossa resposta: A importância da religião é citada no Antigo e no Novo Testamentos. Isaias 42, 1 e Tiago 1, 27.






Bíblia Ave Maria


Isaías, 42 1. Eis meu Servo que eu amparo, meu eleito ao qual dou toda a minha afeição, faço repousar sobre ele meu espírito, para que leve às nações a verdadeira religião.






Obs: Outras traduções não falam em religião. Algumas falam em direito com o mesmo sentido. Só não entende quem não quer entender.






São Tiago 1,27 A religião pura e sem mácula aos olhos de Deus e nosso Pai é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições, e conservar-se puro da corrupção deste mundo.






2) Evangélico A: "Religião não serve para nada."


Evangélico B: "Está havendo perseguição religiosa ao povo evangélico."






Resposta com perguntas:






Ora, se religião não serve para nada, por que o evangélico está preocupado com perseguição religiosa?






A perseguição religiosa não deveria preocupar somente os praticantes de religiões ?






Não é o pastor que condena o tempo todo as práticas "excessivamente" religiosas dos outros ?






Não é o pastor que se refere aos costumes católicos, por exemplo, como tradicionalismo sem sentido, reduzindo ainda a importância dos ritos, liturgias e orações católicas ?






Não é o pastor que diz o tempo todo: "Olha pra Jesus" ?






Por que, quando confrontado, o pastor lembra da religião que antes ele condenava nos outros ?






Dica para o pastor:


"Olha pra Jesus pastor. Faça uso do conselho que você sabe e gosta de dar aos outros.


E glorifica a DEUS pela "perseguição". A verdadeira igreja tem a marca da perseguição."






3)Evangélico A: "A Igreja Católica modificou a doutrina instituída pelos primeiros cristãos."


Evangélico B: "A Igreja Católica é arcaica e dogmática. Nunca se modifica. Sempre metódica e cheia de tradições."






Resposta com pergunta: Os Senhores evangélicos já se decidiram ?






A Igreja Católica é arcaica ou moderna ?






É possível que pelo menos nas críticas ao catolicismo seja estabelecido consenso entre todas as seitas ?






4)Evangélico A: "A Igreja Católica foi fundada por Constantino."


Evangélico B: "A Igreja Católica é a Babilônia."


Evangélico C: "Martinho Lutero foi indispensável para por fim à tirania de Roma."






Pergunta católica:






Sr.Protestante, eternamente contraditório, por que você dá ouvidos ao Martinho Lutero que teria sido tão e somente um frei da Igreja de Constantino ?






Por que você copia deste frei, por exemplo, as doutrinas do Sola Scriptura(Só a Bíblia) e Sola Fide(Só a fé), as quais não foram ensinadas por Jesus e nem pelos apóstolos, mas apenas por homens, uma vez que sabe que Martinho Lutero pertencia a esta Igreja que você afirma ser de "Constantino" e que segundo o teu pastor ungido seria a Babilônia ?






Então você segue a doutrina de um frei expulso da Igreja de Constantino que ainda por cima é a Babilônia ?






Que tipo de frei era este que não servia nem para a Babilônia de Constantino ? Você não faz esta pergunta a ti mesmo ?






Eu vou te contar o que os pastores e "ungidos" não querem que você saiba:


Ensino de Martinho Lutero:






"Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte, de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: "Que fez, então, com ela?" Depois, com Madalena, depois, com a mulher adúltera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer" (Tischredden, Nº 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107)."






5)Afirmação evangélica: "Falta ao povo católico conhecimento bíblico."






Nossa resposta: É porque todos no protestantismo possuem "conhecimento bíblico" que só no Brasil existem 60.000 igrejas e milhares de "mestres" e "peritos" em Bíblia.






Todos divergentes entre si e uns chamando aos outros de hereges.






E alguns "doutores" são chamados por outros "mestres" de trouxas, idiotas e filhos do diabo por conta das divergências doutrinárias vistas entre eles".






Mas não é complicado entender o que acontece.






Quem se julga um mestre da lei com inspiração do Espírito Santo para cada leitura que faz, não irá suportar de modo algum doutrina alheia que lhe faça oposição.






A fé que deveria vir pelo ouvir, conforme instrução bíblica, acaba sendo construída de um modo anti bíblico, ou seja, pela leitura que cada qual faz a seu bel prazer.






Tão logo uma divergência seja verificada entre dois evangélicos, surgirá o embrião de uma nova denominação.






E cada denominação que surge é fruto de um achismo de seu fundador, o qual ele chama de "visão" e que todos aceitam como sendo verdade absoluta e para a qual os defensores do "Só a Bíblia", contraditoriamente, não exigem amparo bíblico.






Logo a seguir, este mesmo "ungido" fará dele próprio um novo infalível para si mesmo.






E em sua denominação novos "mestres" e "doutores" serão forjados a partir do mesmo mecanismo de leitura "inspirada" e aversão a correção ou instrução de qualquer tipo. Assim a fabricação de "infalíveis" nunca termina.






Sem a interrupção deste ciclo, as dissidências nunca serão extirpadas do meio evangélico e as divisões jamais terão fim.






Cumpre-se em cada novo "perito bíblico infalível" a máxima de Lutero: "Quem não crê como eu está destinado ao inferno. O meu juízo e o juízo de DEUS são a mesma coisa."






6)Evangélico A – "O Papa Bento XVI foi conivente com os pedófilos e desvios do clero."


Evangélico B – O Papa Bento XVI renunciou porque não aguentou tantos escândalos


na Igreja. Ele recebeu um dossiê de 300 páginas com várias denúncias.






Juntando as duas versões evangélicas contraditórias:






Se o papa era conivente com toda a "sujeira" por que teria renunciado por conta dos escândalos que ele mesmo teria aprovado ?






Por que ele teria encomendado um dossiê com 300 páginas que poderia lhe incriminar ?






Decidam-se protestantes na acusação que irão fazer ao papa emérito.






Indignado ou culpado ?






Se está indignado, só pode ser inocente.






Se é culpado, não pode estar indignado com os desvios que ele mesmo teria aprovado.






Pedimos que nos acusem de forma coerente.






7) Evangélico A: "A Bíblia não fala em Igreja Católica"


Evangélico B: "De acordo com o apocalipse a Igreja Católica é a Babilônia."






Pergunta: Afinal evangélicos, a Bíblia fala ou não fala em Igreja Católica ? Decidam-se.






8) Evangélico A: "A Bíblia não fala em papado."


Evangélico B: "As profecias dizem que o papa é a Besta do Apocalipse."






Pergunta: Afinal evangélicos, a Bíblia fala ou não em papado ? Decidam-se.






9) Evangélicos:


"Roma é um antro de podridão.


" A Igreja matou milhares de pessoas."


" A igreja mente."


"A igreja é corrupta. A Igreja tem pedófilos."






Resposta: Minha Igreja tem escândalos. Foi o próprio Jesus que nos advertiu.


Disse o mestre: "E inevitável que haja escândalos, mas ai daquele que os causar" (Lc 17,1).


Jesus deixa claro que os escândalos são inevitáveis e antecipa ainda a sentença daqueles que causam tais escândalos.


O próprio Jesus deixa claro que ele irá cuidar de sua Igreja e daqueles que causam escândalos.






Portanto, quem precisou de Lutero para "consertar" os "desmandos" do catolicismo em verdade não creu nas promessas do Senhor.






E como não poderia deixar de ser, Martinho Lutero não foi capaz de criar Igrejas sem escândalos e sem pecadores. Isto é fato.






Também dizendo-se "inspirados", outros abriram novas igrejas repletas de pecadores e escândalos visando os consertos dos desvios de Lutero.






Afinal de contas, qual foi o objetivo da reforma protestante se ela nada teria sido "consertado" ?






Se Lutero foi escolhido por DEUS para fazer tais ajustes, por que a maior parte dos evangélicos não está na Igreja Luterana ?






Seria correto afirmar que sendo Lutero o "ungido do Senhor", os evangélicos estão afrontando o Altíssimo quando escolhem outras igrejas ?






Por outro lado, se Lutero não era o escolhido do Senhor e tampouco Calvino ou Wesley, por que os evangélicos seguem muitas das doutrinas destes homens ?






Ou será que os Ungidos são apenas os seus pastores televisivos ?






E finalmente, qual a base bíblica para que eles assim sejam considerados e aceitos como "enviados" do Senhor dos Exércitos ?






Concordamos que é lícito a qualquer homem ou mulher a adesão a fé e crença que lhes pareçam mais favoráveis.


Não concordamos com deboches ou zombarias de qualquer ordem.


Repudiamos ainda ataques a honra e dignidade das pessoas ou as suas respectivas religiões.






Autor: A.Silva com a colaboração de Val Melkis – Livre divulgação mencionando-se os autores


Título Original: QUESTIONÁRIO EVANGÉLICO












Foto: Web






Site: Católicos Online


Editado por Henrique Guilhon




You are subscribed to email updates from Viver em Deus

To stop receiving these emails, you may unsubscribe now. 

Email delivery powered by Google 


Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610 

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo