Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






sexta-feira, 15 de novembro de 2013

CATEDRAIS MEDIEVAIS A luz fugidia dos vitrais falando de Deus como nenhuma outra coisa consegue




CATEDRAIS MEDIEVAIS






Posted: 12 Nov 2013 11:30 PM PST





Luz de um vitral batendo na pedra do chão


A luz da graça que desceu no começo da construção da Cristandade foi se definindo à medida em que ia tomando conta a Civilização Cristã nascente.




E os artistas e o povo iam se enchendo cada vez mais dessa luz.




Por isso se podia dizer de muito católico medieval aquilo que por excelência se diz dos santos: "Ele é luz". 




Poderia se dizer: "A luz se chama fulano".




A luz penetrava nele e parecia criada só para estar dentro dele. 




Exatamente como num belo vitral onde bate um raio de sol: bate tão bem e passa uma luz tão bonita que se diria que o sol existe para enviar aquele raio para aquele vitral. 




E quando a luz do sol atravessa o vitral, projeta no chão não sei que rubi, que esmeralda, que safira ou que topázio.




A impressão é que aquela luz existe para projetar aquela joia no chão. Ainda por cima, a luz vai andando e transformando cada centímetro do granito do chão sucessivamente em joia. 




Até que, a tarefa cumprida, a joia vai se desbotando enquanto o sol vai saindo. 




A gente já não vê a luz no chão, mas vê ainda o vitral e os últimos lampejos do dia que se manifestam naqueles pedaços que formam o vitral que encantou a gente: verde, vermelho, azul, amarelo, sei lá o quê.




A gente ainda olha.




Quando o sol se põe, a gente tem vontade de dizer:




"Eu também vou dormir, porque eu tive o meu dia cheio. Eu vi a joia passar pelo granito da Catedral!"




Esses encontros de alma definem a vida do católico, e como que falam para nós mais ou menos o seguinte: 




"Você foi feito para isto; isto foi feito para você. 




"E de tal maneira você ama isto, que se diria que isto existe para você, que isto é você, ou que você é aquilo. 




"E quando você lembra daquilo, tem a impressão de ver aquilo que nem está presente, mas que está presente na sua alma. 




"Dessa forma você vê, naquele jogo fugidio de cores, o próprio Deus de um modo mais belo que em qualquer realidade policromada e material que existe por aí".











  • (Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, excertos de conferência proferida em 13/10/79. Sem revisão do autor).






















You are subscribed to email updates from Catedrais Medievais

To stop receiving these emails, you may unsubscribe now. 

Email delivery powered by Google 


Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610 

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo