Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






domingo, 27 de abril de 2014

[Catolicos a Caminho] HISTÓRIA DA SALVAÇÃO - 2o DOMINGO DA PÁSCOA - A Som !

 













HISTÓRIA DA SALVAÇÃO 




JESUS CRISTO SEMPRE VIVO. 






(2º Domingo da Páscoa – A) 




«Porque me viste, acreditaste. Felizes os que acreditam sem terem visto». 



Perante os "Tomés" de todos os tempos, que se recusam a acreditar sem terem visto, nós, os discípulos de Jesus Cristo, somos a Sua memória viva e a sua visibilidade sacramental. 

Incorporados n'Ele, graças ao Mistério da Sua Páscoa, nós mantemos viva a Sua memória a vários títulos : 

- Porque guardamos no coração e na vida as Suas Palavras; 

- Porque reproduzimos os Seus gestos de misericórdia e de amor recíproco; 

- Porque continuamos a Sus missão redentora; 

- Porque congregamos aqueles que andam desgarrados do Seu rebanho. 

Mas, mais ainda, damos visibilidade ao Seu Corpo Místico, o Seu Corpo Ressuscitado, que nos estrutura como a imagem palpável e sacramental dessa Nova Humanidade, cósmica e eterna, que ainda não atingiu a sua maturidade, mas que o reconhece como a Sua Cabeça e se sente habitada pelo Espírito que continuamente a renova e vitaliza, para continuar a obra que Deus Pai lhe confiou. 

Ainda há por toda aparte : 

- Medos que nos bloqueiam ; 

- Inseguranças que nos retêm; 

- Ignorâncias que nos calam ; 

- Acomodações que nos instalam... 

Mas cresce também nos nossos dias o número daqueles que, tendo-se encontrado com Ele, partem convictamente em missão, e dão testemunho, pelo exemplo e pela palavra da fé que os move. 

Mas também ainda há quem queira reduzir Jesus a mais uma personalidde impar, na galeria daqueles que marcaram a história, porventura a uma relíquia cheia de lições para a vida. 

Mas o que distingue Jesus Cristo é a Sua presença sempre viva, no quotidiano daqueles que a acolheram pela fé. 

Trata-se duma forma d relação interpessoal única que não assenta na verificação sensível, como Tomé pedia ou Madalena desejava, porque Jesus Cristo, uma vez ressuscitado, tem outra forma de presença. 

Não uma presença localizada ou limitada como quando caminhava pela Palestina, mas uma presença Universall e cheia de Espírito, que atravessa as Comunidades e os séculos, ganhando cada vez mais densidade e irradição, graças ao acolhimento daqueles que contnuam a reuinir-se e a viver em Seu nome, 

Por isso, nós, os Cristãos não O procuramos no passado, esquadrinhando tudo o que se refere a Ele, visitando os lugares da Terra por onde passou, viveu, sofreu, morreu e ressuscitou, mas preferimos encontrá-lo'O vivo na Sua Igreja e em cada um dos nossos irmãos que também precisam d'Ele, precisam do Seu e do nosso amor, porque Jesus Cristo está sempre vivo, e felizes serão aqueles que sem o verem acreditam n'Ele. 

John

Nascimento








__._,_.___







através de email 







Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com













Privacidade • Sair do grupo • Termos de uso














.



__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo