Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






quinta-feira, 1 de maio de 2014

[Novo post] Bananas aos macacos; sabedoria aos homens!




Thais publicou: "Uma das coisas mais esdrúxulas e bestas que escutei nos últimos dias foi essa campanha infame: "Somos todos macacos". Impressiona-me a capacidade de redutividade e bestialidade que o ser humano pode levar consigo, a ponto de criar uma campanha tão desnece" 




Responda a este post respondendo acima desta linha 






Nova publicação em Kerigma, A proclamação da Palavra 






Bananas aos macacos; sabedoria aos homens!


by Thais



Uma das coisas mais esdrúxulas e bestas que escutei nos últimos dias foi essa campanha infame: "Somos todos macacos". Impressiona-me a capacidade de redutividade e bestialidade que o ser humano pode levar consigo, a ponto de criar uma campanha tão desnecessária e de dar uma divulgação tão ampla a uma coisa tão redutiva. Mas, antes de tudo, perguntemo-nos de onde advém tal campanha? Sim, dele, o "gênio" do futebol, o "espetáculo" irresistível de muitas garotas: Neymar. Isso, meus caros, ele mesmo! Não acredita? Pois então veja!


Viram?? Ótimo! Mas então,depois disseram que isso não passa de uma campanha publicitária com a agência Loducca. De qualquer forma o ato surgiu depois que alguns torcedores atiraram uma banana para o jogador Daniel Alves num determinado estádio na Espanha, ele pegou-a e comeu. Interessante… Mas ainda mais interessante é que a própria campanha, ao mesmo tempo em que traja-se de uma luta contra o racismo, já carrega consigo mesmo uma concepção preconceituosa e sem qualquer nexo.

Agora eu pergunto: Somos todos macacos? Não! Eu mesmo não sou! Talvez quem tenha aderido a campanha se ache macaco, uma chita, um chimpanzé, então saiam coçando a cabeça e pulando como um. Agora, ainda mais que isso, constitui-se um grave problema (e seríssimo!), a onda de moda e fama que as pessoas deixam-se levar. Os alvoroços desprendidos de uma capacidade de racionalização que mitigam a verdade e empenham-se a confundir a mente dos demais com ideologias que aparentemente são atraentes, mas no fundo não passam de uma marketing ou pior: de uma redutividade do ser humano, levado à sua maior profundeza: a de não pensar, questionar e raciocinar.

Nesta mentalidade do "politicamente correto" o homem tem se desdobrado nas mais diversas aberrações que poderíamos imaginar (ou não). De transsexualismo a imposição da ditadura gay; de macacos a deuses; de sensatos a insensatos, como recorda São Paulo. É incompreensível e inaceitável o racismo, e este deve ser repreendido de todas as formas justas e inteligentes. O Daniel Alves protestou da melhor forma ao comer a banana. Mas me parece ser incompreensível também a forma como se combate o racismo se não for bem elaborada e planejada, levando em conta sobretudo o direito inalienável do ser humano e a sua integridade como "imagem e semelhança de Deus". Certamente, ao ser criado pelo homem como sua "imagem" a Bíblia não quis fazer uma referência à aparência de Deus, até porque Ele não possui forma, no entanto somente Espírito. Este mesmo Deus é aquele que insufla nas narinas do homem o sopro da vida, a ânima, que sustenta o ser por Ele criado, moldado pelas suas mãos. Me pergunto, porém, se Deus cria o homem à Sua imagem e lhe dá sabedoria, inteligência, ratio, como então poderiam os darwinistas defenderem a concepção de que viera este mesmo ser do macaco? Seria meio sem nexo acharmos que Deus daria uma inteligência aos macacos, fazendo com que estes se desenvolvessem com a vicissitude dos tempos e chegassem ao estágio de seres humanos. Evidente que se os macacos fossem passíveis de uma racionalidade os homens em nada seriam diferentes e os macacos seriam criados à imagem e semelhança de Deus… Enfim, pensamento já fez muito devaneio, voltemos ao tema.

Neymar além disso expôs a figura do coitado (e coitado mesmo!) do filho dele segurando um bananão de pelúcia como se a criança estivesse também aderindo a campanha, aliás… o menino pela idade nem sabe o que é banana. Não seja patético Neymar! Use a inteligência uma vez. Seja tão bom em pensar quanto é em jogar. O mundo está enfadonho desses pensamentos redutivos e marcados por um preconceito embusteiro que vem acarretado de oportunismo e propagandas. Aplaudo o Daniel que não tinha intenção nenhuma de começar um movimento, mas o faz como uma resposta ao ato cometido por um cabeça vazia, contudo repreendo o Neymar que encabeça uma campanha tão retardada desta.

Dizer não ao preconceito é dizer sim às diversas nações e povos: brancos, negros, índios, asiáticos. Todos são, sim, filhos de Deus e criados como imagem do Criador. 

Ainda como se não bastasse encontro uma frase da Presidente Dilma (aliás, as frases dela são sempre irreverentes: "Neymar lançou a campanha Somos Todos Macacos para mostrar que todos temos a mesma origem"… Bom, Presidente, se a senhora descende dos macacos eu não sei (mas um dia paro para olhar a sua fisionomia melhor), eu, porém, descendo do meu Criador, aquele que me formou do barro e em mim soprou o espírito da vida.

Essa é uma epidemia das graves! Parece que tem gente que prefere o sopro da burrice dos astros do que o sopro da sabedoria divina… E, como canta Lulu Santos, "assim caminha a humanidade".

________

Enquanto isso: Lula teria dito que quer voltar à Presidência em 2014

- Lula diz que o julgamento do mensalão foi 80% político

- Cristãos são mortos no Oriente Médio

- E o Brasil caindo num Comunismo sem precedentes

Compartilhe:




Thais | 01/05/2014 às 7:41 pm | Categorias: Uncategorized | URL: http://wp.me/p3yA87-1aR












Cancele a assinatura para não receber mais posts de Kerigma, A proclamação da Palavra.
Altere as configurações do seu e-mail em Gerenciar Assinaturas. 

Problemas para clicar? Copie e cole esta URL no seu navegador: 













Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo