Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






sexta-feira, 9 de maio de 2014

[Catolicos a Caminho] A QUEM IREMOS, SENHOR ! Som !

 











A QUEM IREMOS, SENHOR! 




Quem assenta a sua vida no propósito de conquistar o poder, dificilmente conseguirá conciliá-la com o propósito de tomar como prioridade o amor ao próximo. 

Poder significa possuir e dominar, enquantro que amor significa doação e serviço. 

São modelos diferentes e se o instinto primário busca o poder a conversão pascal busca o amor. 

Jesus faz um outro contraponto, mas o dilema é o mesmo : 

-"O espírito é que dá vida; a carne não serve para nada".(Jo.6,63). 

Falando deste modo. Ele quer significar que só uma existência animada pelo espírito que vem do alto, pode converter e sublimar uma existência reduzida aos ditames da carne, isto é, as inclinações do homem natural, corrompido pelo egoísmo e pelas paixões instintivas. 

Como fazer essa viragem ? 

Não bastam os bons propósitos ou o voluntarismo individual. 

O caminho é outro e tem um rosto e um nome ! 

Quem o encontra fica fascinado : 

-"A quem iremos, Senhor ? Tu tens palavras de Vida eternal!"(Jo.6,68).. 

Mas, atenção ! Previne-nos Jesus : 

-"Ninguém pode vir a Mim se não lhe for concedido por Meu Pai !".(Jo.6,65). 

-"Ninguém pode vir a Mim, se o Pai que Me enviou não o atrair."(Jo.6,44).. 

Foi isto que Jesus afirmou, respondendo desse modo à pergunta sobre a origem da fé. 

Finalmente a fé é um dom de Deus; e por mais provas que nós inventemos, elas só servem para provar que é razoável ter fé. 

Mas isto não significa que a fé caia do Céu sobre cada um de nós, porque existem mediadores e mediações entre nós e Deus, que é fonte de todos os dons, a começar pelo dom da fé. 

O mediador por excelência é Jesus Cristo, Filho de Deus incarnado. 

Jesus incarnou, precisamente para ser essa proximidade de Deus, que assume a nossa condição e comunica connosco usando a nossa linguagem. 

Desse modo Ele tornou acessível a qualquer pessoa o mistério de um Deus que ama a humanidade e quer fazer chegar a todos o seu desejo de aproximação. 

Por isso, todos nós podemos ter acesso à fé. 

Da parte de Deus temos todas as garantias dadas por Deus em Cristo e dadas por Cristo na Igreja. 

O que não está garantido é o nosso acolhimento e o nosso sim; esses dependem da nossa liberdade e o próprio Deus a respeita embora não deixe de nos atrair. 

] Jesus deseja estabelecer connosco um amor recíproco que gera uma identificação nossa com Ele, em ordem a uma experiência de vida nova. 

Todavia, esse novo estilo de vida deve ser uma opção nossa. porque o Pai não força ninguém a ir ao encontro de Jesus embora Ele saiba que isso é a melhor escolha que podemos fazer, porque Jesus o garantiu : 

-"Se não comerdes a Carne do Filho do Homem e não beberdes o seu Sangue, não tereis vida em vós".(Jo.6,53). 

Deve ser esta a nossa escolha. 

John

Nascimento








__._,_.___





• 



• 

através de email 

• 


• 







Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com













Privacidade • Sair do grupo • Termos de uso

















.




__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo