Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






terça-feira, 13 de maio de 2014

ACI Digital: Patriarca Latino de Jerusalém peregrina ao Santuário de Fátima e pede pela viagem do Papa à Terra Santa

Documento sin título










NOTÍCIAS DIÁRIAS · www.acidigital.com 










13 de maio de 2014 






Dia de Nossa Senhora de Fátima 

Patriarca Latino de Jerusalém peregrina ao Santuário de Fátima e pede pela viagem do Papa à Terra Santa


FATIMA, 13 Mai. 14 (ACI) .- Milhares de peregrinos estão chegando hoje, 13 de maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima e conclusão da peregrinação internacional anual ao Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, em Portugual. Este ano, o prelado que presidiu a peregrinação foi Dom Fouad Twal, patriarca latino de Jerusalém. O prelado aproveitou a ocasião para pedir pelos cristãos na Terra Santa, assim como pela liberdade religiosa em todo o Oriente Médio, e para pedir pela próxima viagem do Papa à Terra Santa.



SUGERIMOS HOJE:

CURTA NOSSA FANPAGE NO FACEBOOK!

ACOMPANHE AS NOSSAS NOTÍCIAS NO TWITTER

CONFIRA AS NOTÍCIAS RELATIVAS AO SANTO PADRE NO NOVO PERFIL FEITO POR ACI DIGITAL



MANCHETES DO DIA 











VATICANO 
Conselho do Papa aos Seminaristas: em tempos de turbulência busquem refúgio em Nossa Senhora 

BRASIL 
Nossa Senhora de Fátima recordada com missas e procissões em todo o Brasil 

MUNDO 
Patriarca Latino de Jerusalém peregrina ao Santuário de Fátima e pede pela viagem do Papa à Terra Santa 
Atentado aproximou São João Paulo à devoção pela Virgem de Fátima, recorda Cardeal Dziwisz 

CONTROVÉRSIA 
Programa de TV nos EUA é cancelado devido às posturas pró-vida e pró-família dos seus apresentadores 
Reino Unido: Lei proíbe estudantes pró-vida de conseguir especialização em saúde reprodutiva 





Católico em Dia 



Evangelho: 





Santo ou Festa: 



Um pensamento: 

Busca a perfeio inclusive nas coisas pequenas.

São José Marello 













VATICANO 









VATICANO, 13 Mai. 14 (ACI/EWTN Noticias) .- O Papa Francisco encontrou-se com os reitores e estudantes dos Colégios Pontifícios e Institutos de Roma e lhes aconselhou a cuidar da vida comunitária, a não falar mal dos outros, ser vigilantes sobre o que acontece em seus corações e, sobretudo, colocar-se sob o manto de Nossa Senhora quando houver turbulências.

Durante o encontro realizado nesta segunda-feira, os seminaristas aproveitaram para fazer algumas perguntas ao Santo Padre. Entre eles, um estudante mexicano perguntou ao Papa como estar atentos para continuar sendo fiéis à vocação.

“A vigilância é uma atitude cristã”, respondeu Francisco. A vigilância de si mesmo: o que há no meu coração? Porque onde está o meu coração está o meu tesouro. O que acontece aí? Dizem os Padres orientais, que se deve saber se meu coração está em crise ou se meu coração está tranquilo”.

“Porque se há turbulência, não se pode ver o que há dentro. Da mesma forma no mar, não se vê os peixes quando o mar está assim”. Nesse sentido, recordou como primeiro conselho o que diziam os monges russos: quando há turbulências no coração, colocar-se sob o manto da Santa Mãe de Deus.

Segundo a Rádio Vaticano, o Papa recordou que a primeira antífona latina assinala que em tempos de turbulências, buscar o refúgio debaixo do manto da Santa Mãe de Deus.

“E algum de vocês poderá me dizer: 'mas Padre, em nosso tempo de boa modernidade, da psiquiatria, da psicologia, nestes momentos de turbulência creio que seria melhor recorrer ao psiquiatra que me ajude...'”. Francisco disse que não descarta isso, mas que antes de tudo é necessário recorrer à Mãe, “porque um padre que se esquece da Mãe, sobretudo nos momentos de turbulência, falta-lhe alguma coisa. É um padre órfão que se esquece de sua mãe”.

Vida comunitária

Durante o encontro, o Papa também recordou um santo jesuíta que “dizia que a maior penitencia, para ele, era a vida comunitária. É verdade, né? Mas creio que por isso temos que seguir adiante, na vida comunitária. Mas como? São quatro, cinco coisas que nos ajudam muito: jamais falar mal dos outros! Se tenho alguma coisa contra o outro ou que não concordo: devo dizer face a face! Mas nós, clérigos, temos a tentação de não falar cara a cara, de sermos por demais diplomáticos, aquela linguagem clerical, assim... Mas nos faz mal, nos mal!”.

Nesse sentido, um seminarista chinês pediu ao Papa um conselho para fazer da comunidade do seminário, "um lugar de crescimento humano e espiritual e de exercício da caridade sacerdotal". O Santo Padre citou um velho bispo na América Latina: “É muito melhor o pior seminário do que a ausência do seminário”.

“Se alguém está se preparando para o sacerdócio sozinho, sem a comunidade – disse o Papa - isto faz mal. A vida do seminário, a vida da comunidade é muito importante”.

“É muito importante porque se partilha entre os irmãos, caminhando para o sacerdócio, mas também existem problemas, existem lutas: lutas de poder, lutas de ideias, inclusive lutas ocultas; e vêm os pecados capitais: a inveja, os ciúmes... E também chegam as coisas boas: as amizades, o intercâmbio de ideias e isto é a parte importante da vida em comunidade. A vida comunitária não é o paraíso, mas, pelo menos, é o purgatório" - disse o Papa entre aplausos.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


BRASIL 









REDAÇÃO CENTRAL, 13 Mai. 14 (ACI) .- 


De norte a Sul do país, passando pelo coração católico do Brasil, o Santuário Nacional de Aparecida, devotos de Nossa Senhora de Fátima mostraram seu amor e devoção à Virgem que apareceu aos pastorinhos Lúcia, Jacinta, e Francisco. No dia 17, a Imagem peregrina de Fátima chega de Portugal a Aparecida para o início das celebrações conjuntas pelos 100 anos da Aparição de Nossa Senhora de Fátima e os 300 anos da retirada da Virgem de Aparecida das águas do rio Paraíba. Ambos centenários ocorrem em 2017.





Em comemoração à primeira aparição da Virgem Maria aos Pastorinhos, o arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta presidiu uma missa neste sábado, dia 10 de maio, no Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, no Recreio dos Bandeirantes (foto à esq.). Os festejos acontecem até a próxima terça-feira, dia 13 de maio. Dom Orani presidirá outra missa no dia 12, véspera da aparição. A organização é da Associação Arquidiocesana Tarde com Maria.





O Santuário do Rosário de Nossa Senhora de Fátima do Rio de Janeiro é a única réplica no mundo da Capela das Aparições de Nossa Senhora aos Pastorinhos, construída em Portugal, e tem o objetivo de evangelizar e difundir a mensagem de Fátima a todos os brasileiros, tanto recebendo fiéis quanto levando a imagem peregrina a todas as dioceses e arquidioceses do Brasil.





Em São Paulo, a data é celebrada com missas durante todo o dia, além de uma procissão no Santuário Nossa Senhora do Rosário de Fátima, no Sumaré. No lado de fora do santuário, barracas vendem comidas típicas portuguesas e imagens da santa. Já em Fortaleza, segundo o padre Ivan de Souza, pároco do Santuário de Fátima, a tradicional procissão deve reunir 150 mil fiéis pelas ruas da cidade. 





Já em Belém, no Pará, mesmo com a chuva, a procissão das velas foi realizada na noite de ontem (12) com milhares de fiéis. Também chamada de Procissão Luminosa, o cortejo é realizado desde 1966 pela Paróquia de Nossa Senhora de Fátima. É considerado o segundo maior evento religioso da cidade, depois do Círio de Nazaré, uma procissão que chega a reunir mais de 1 milhão de fiéis pelas ruas da capital paraense. A novidade deste ano foi um terço gigante de oito metros, conduzido pelo grupo Terço dos Homens. 





A vinda da imagem de Fátima a Aparecida é uma primeira iniciativa em preparação a comemoração de dois jubileus, os 100 anos das aparições de Nossa Senhora em Portugal e também os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora nas águas do rio Paraíba. Saiba mais sobre '2017: Aparecida e Fátima, Centenários de Bênçãos'.





Até 2017, uma série de atividades serão desenvolvidas com o objetivo de propagar a devoção a Virgem Maria e propiciar o intercâmbio de romeiros e peregrinos entre Brasil e Portugal.





No domingo (18), às 07h30, os telespectadores acompanharão a entronização da imagem da Virgem de Fátima, na Santa Missa de Aparecida que será presidida por Dom Antônio Marto, bispo de Leiria-Fátima e com a presença de Dom Raymundo Damasceno e de outros concelebrantes. Após a missa a Imagem de Fátima será levada a um monumento a ela dedicado construído no jardim do Santuário Nacional onde a imagem permanecerá.




voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


MUNDO 









FATIMA, 13 Mai. 14 (ACI) .- 


Milhares de peregrinos estão chegando hoje, 13 de maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima e conclusão da peregrinação internacional anual ao Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, em Portugual. Este ano, o prelado que presidiu a peregrinação foi Dom Fouad Twal, patriarca latino de Jerusalém. O prelado aproveitou a ocasião para pedir pelos cristãos na Terra Santa, assim como pela liberdade religiosa em todo o Oriente Médio, e para pedir pela próxima viagem do Papa à Terra Santa.





Com o tema “Mãe do amor misericordioso”, a peregrinação trará ao Santuário português dezenas de milhares de fiéis de diversos países do mundo, informou a Diocese de Leiria-Fátima. Até o dia dia 8 de maio estavam já inscritos 100 grupos organizados, oriundos de 24 países, sendo mais representados Portugal, Itália, Alemanha e Polônia. 





Em entrevista à Sala de Imprensa do Santuário de Fátima, D. Fouad Twal refere que foi com “grande alegria” que recebeu o convite para presidir a esta peregrinação, “por poder compartilhar com tantos fiéis de todo o mundo a beleza da catolicidade da nossa fé”. É a segunda vez que vem a este santuário mariano e afirma vir “apresentar a Nossa Senhora as súplicas dos seus filhos do Médio Oriente e as dos seus filhos de todo o mundo e, de um modo especial, pedir-lhe-ei pelas necessidades dos cristãos e de todos os habitantes da sua pátria: a Terra Santa”. 





Ao mesmo tempo, “venho também para dar testemunho junto de todos vós sobre a importância, a centralidade, da devoção mariana na vida de cada cristão e incentivar-vos a continuar a confiar na força de tão boa e poderosa Mãe”.





Considerando que “Fátima é um sinal incontestável do poder de Maria na história da humanidade”, o patriarca de Jerusalém afirma que “também gostaria de dizer aos peregrinos que vão a Fátima que estão convidados a completarem a sua peregrinação com uma visita à Terra Santa, (...) a Igreja Mãe de Jerusalém, (...) a vossa casa, a casa da vossa Mãe”.





Lembrando a próxima visita do Papa Francisco “como peregrino da paz e da unidade” à Jordânia, à Palestina e a Israel, nos dias 24 a 26 de maio, Dom Fouad Twal, sublinha a “riqueza” que são os cristãos do Médio Oriente para a Igreja Universal, uma minoria que testemunha “o amor de Jesus no meio de povos e de culturas muito diversas”. Pedindo a oração e a união dos cristãos de todo o mundo com estes irmãos, aponta a necessidade de justiça, liberdade e paz naqueles territórios. Nessa linha, apela: “Pedimos a liberdade total de acesso aos locais sagrados para todos os crentes das diferentes comunidades”.





Num Médio Oriente “em chamas”, só Cristo pode ser resposta de confiança e esperança. É por isso que o pedido do patriarca de Jerusalém se repete ao longo da entrevista: “Rezemos o Terço todos os dias para a salvação e pela paz do mundo!”. Uma oração que dirige, em particular, pela família, na linha do tema do próximo Sínodo dos Bispos, em outubro.





Como voto deixado aos peregrinos de Fátima por estesdias, o patriarca afirmou: “apesar de todos os pesares, todos e cada um de nós, depois de visitar Nossa Senhora, regressemos aos nossos lares rejuvenescidos na fé e na caridade, mais serenos e alegres, mais enamorados do Senhor Jesus, da sua Mãe Santíssima e da Igreja”.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


LISBOA, 13 Mai. 14 (ACI) .- 


O ex-secretário de São João Paulo II e agora Arcebispo de Cracóvia, Cardeal Stanislaw Dziwisz, afirmou que o Papa polonês se aproximou mais à devoção pela Virgem da Fátima logo após o atentado de 13 de maio de 1981, convencido de que Nossa Senhora o protegeu do disparo de Alí Agca.





"Antes do atentado (João Paulo II), não se ocupava muito da mensagem da Fátima, mas certamente conhecia o Santuário e sabia da devoção a nossa Senhora, muito difundida em todo mundo", afirmou o Cardeal.





Segundo a imprensa, o Arcebispo acrescentou que "logo após o atentado na Praça de São Pedro", a atitude do Papa mudou. "Ficou convencido de que Nossa Senhora de Fátima o salvou e ele mesmo penetrou no segredo da mensagem da Fátima", assinalou.





O Cardeal Dziwisz relatou que muitas vezes Portugal era tema de conversação entre ambos, e que o Pontífice se aproximava do povo português especialmente nos dias 13 de Maio e 13 de Outubro, quando se dirigia ao balcão na Praça de São Pedro para rezar e cantar a Ave Maria.





"Posso dizer que tenho uma grande recordação das três visitas do Papa ao Portugal" e "não posso esquecer quando foi agradecer a Nossa Senhora de Fátima por ter salvado sua vida", afirmou.





São João Paulo II, recordou o Cardeal, tampouco podia "deixar de admirar a devoção, oração e capacidade de sacrifício dos peregrinos" pela Virgem da Fátima.





Com respeito ao pedido da Santa Maria de consagrar a Rússia a seu Imaculado Coração, o purpurado assinalou que este se cumpriu com a "presença de todos os bispos (russos) na Praça de São Pedro" e com o testemunho de muitos bispos do Leste da Europa.





"Hoje sabemos que essa mudança foi enorme, a maior revolução que aconteceu no mundo sem derramamento de sangue", assegurou.




voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


CONTROVÉRSIA 









WASHINGTON DC, 13 Mai. 14 (ACI) .- Os gêmeos David e Jason Benham expressaram tristeza por causa do cancelamento do programa que estavam preparando para dar casas a pessoas pobres. Isso ocorreu devido a uma controvérsia pela oposição deles ao aborto e ao mal chamado “matrimônio” homossexual.

Em um comunicado difundido no dia 8 de maio, os gêmeos Benham assinalaram que “com todas as coisas grotescas que se veem e se escutam atualmente na televisão, poderíamos pensar que haveria espaço para dois irmãos gêmeos que somos fiéis a nossas famílias, comprometidos com princípios bíblicos e profissionais dedicados”.

“Se nossa fé nos custa um programa de televisão, que assim seja”, disseram.

Os irmãos Benham são especialistas no negócio de renovação e revenda de casas. O programa deles na rede HGTV “Flip it Forward” iria estrear em outubro.

O programa ia enfatizar a “rivalidade fraternal” dos gêmeos de Carolina do Norte (Estados Unidos), enquanto ajudam famílias pobres a “comprar casas que nunca pensaram que poderiam pagar”, indicou HGTV em um comunicado de imprensa de abril.

O site, Right Wing Watch, dirigido pelo grupo de ativismo político People for the American Way (Pessoas pelo Estilo Norte-americano), denunciou que o canal tinha escolhido um “extremista anti-gay, anti-escolha” para fazer o seu programa de televisão.

O organismo citou comentários de David Benham a um programa radial, depois do encontro de oração que liderou fora da Convenção Nacional Democrata, em Charlotte, Estado da Carolina do Norte.

Nessa ocasião, Benham disse que apesar de muitos se confessarem sendo cristãos norte-americanos, “temos divórcio sem culpa; temos pornografia e perversão; temos homossexualidade e sua agenda que está atacando a nação; temos adultério… permitimos inclusive que ideologias demoníacas tomem nossas universidades e nossos sistemas de escolas públicas, enquanto a igreja se sinta calada e só constrói grandes Igrejas”.

O site criticou os protestos de Benham contra as clínicas de abortos, seu apoio à emenda a favor do matrimônio tradicional na Carolina do Norte, sua crítica ao Islã. Além disso, criticou os pontos de vista e ações do pai dos gêmeos, o pastor cristão Flip Benham.

Outros meios de comunicação norte-americanos repetiram o ponto de vista de Right Wing Watch em suas informações. Entertainment Weekly qualificou o caso como uma “controvérsia anti-gay”.

Em 7 de maio, HGTV indicou que “decidiu não avançar” com a série de televisão planejada.

Os irmãos Benham enfatizaram no seu comunicado de 8 de maio o seu dever cristão de “amar o nosso próximo”.

“Qualquer pessoa que sugira que odiamos os homossexuais ou as pessoas com outros credos está desinformada ou está mentindo”, asseguraram.

Os gêmeos disseram que manteriam seu compromisso com as seis famílias que já tinham sido selecionadas para receber uma casa nova.

Em declarações à CNN em 8 de maio, David indicou que “amamos todas as pessoas. Eu amo os homossexuais. Eu amo o Islã e os muçulmanos, e meu irmão e eu nunca discriminaríamos”.

“Nunca falei contra os homossexuais, como indivíduos, e nunca fui contra eles. Eu falo sobre uma agenda”, indicou.

Para David, “o ponto é realmente este. Há uma agenda que está buscando silenciar as vozes de homens e mulheres de fé”.

O editor do grupo legal Alliance Alert, do Alliance Defending Freedom (Aliança Defendendo a Liberdade), James Arnold, disse sobre o cancelamento do programa que “não é a primeira vez que acontece algo assim”.

“Seja na tecnologia televisiva, ou na saúde pública, vimos isto inúmeras vezes antes”.

Arnold recordou a controvérsia que surgiu em torno de Phil Robertson, do programa “Duck Dynasty”, que foi suspenso por expressar seu desconcerto sobre a atração homossexual, e a recente renuncia do Co-fundador da Mozila, Brendan Eich, que foi atacado por ativistas homossexuais por ter doado mil dólares para uma ementa na Califórnia, que tinha como objetivo definir o matrimônio como a união de uma mulher e um homem.

Para o jurista, a decisão do HGTV é “apenas a mais recente” inclusão de indivíduos em uma “lista negra” devido a suas crenças.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo


LONDRES, 13 Mai. 14 (ACI/EWTN Noticias) .- O Colégio Real de Obstetrícia e Ginecologia da Inglaterra incorporou polêmicos requisitos para conceder a certificação nesta especialidade discriminando os estudantes pró-vida.

As normas do colégio obrigam os estudantes de medicina que procuram especializar-se a prescrever anticoncepcionais e fármacos abortivos ainda contra suas crenças e princípios.

Vitória Weissman, estudante do último ano de medicina, explicou ao Catholic News Agency, agência do Grupo ACI, que “estas normas impedem que profissionais que, devido a seus valores, não estão dispostos a receitar anticoncepcionais possam especializar-se em uma área importante do exercício clínico”.

Segundo o jornal britânico The Telegraph, no mês de fevereiro a Faculdade de Cuidado Sexual e Reprodutivo do Colégio Real de Obstetrícia e Ginecologia da Inglaterra voltou a publicar a sua guia clínica de especializações em cuidado sexual e reprodutivo.

A faculdade informou que para obter a certificação é necessário completar todo o plano de especialização que inclui “a disposição a prescrever todo tipo de anticoncepcional hormonal, incluindo anticoncepcionais de emergência, independente das crenças pessoais”.

A atualização da guia diz que os médicos clínicos que se opõem a “qualquer método anticoncepcional” por princípios morais ou religiosos, não cumprirão totalmente os requisitos do programa e serão considerados inelegíveis para obter o título da especialização.

Weissman considerou que “o cuidado de saúde sexual e reprodutiva é muito mais que prevenir e tirar uma vida”. Acrescentou que as drogas abortivas atuam “uma vez que acontece a concepção, uma vez que a vida começa a existir. Elas impedem que esta vida se desenvolva, prospere, sobreviva”.

Estes medicamentos “fazem que atentemos contra o Quinto Mandamento e o Juramento Hipocrático”, argumentou.

Weissman afirmou que ir contra suas crenças “ajudaria a promover uma atitude na sociedade que não respeita a dignidade de cada vida humana, independente da etapa em que se encontre”.

Estas normas também preocuparam o medico Peter Saunders, alto executivo do Christian Medical Fellowship, organização que reúne médicos e estudantes de medicina cristãos do Reino Unido.

“Isto impedirá que os médicos pró-vida se especializem em saúde sexual e reprodutiva. Do mesmo modo, fará muito mais difícil que os médicos não especializados obtenham trabalho nos programas de família ou saúde reprodutiva”, indicou Saunders e advertiu que a nova política poderia constituir uma discriminação ilegal contra quem defende uma crença moral ou religiosa.

voltar ao início | comentar a notícia | arquivo






PARA CANCELAR A ASSINATURA O INSCREVER UM AMIGO, PREENCHA O FORMULÁRIO AQUI
COMENTÁRIOS OU PERGUNTAS A acidigital@acidigital.com


Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo