Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






terça-feira, 13 de maio de 2014

[Catolicos a Caminho] AMOR DO PRÓXIMO Som !

 











  • AMOR DO PRÓXIMO! 


********************** 


 

 Na Liturgia da Palavra de hoje – 14 de Maio – A e 4ª-Feira do 4º Domingo da Páscoa, Jesus, ainda na continuação da celebração do Bom Pastor, e como reflexo do amor do Pai, faz o elogio do amor ao próximo : 

-" O Meu mandamento é este : Que vos ameis uns aos outrros, como Eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida pdlos seus am igod".(Jo.1512). 



"Amar a Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo como a nós mesmos !" 



É uma crença católica que é pecado não praticar o Amor do Próximo, ainda que seja um inimigo. 

Isto exige que tenhamos um Amor ilimitado ao Próximo, isto é, a todas as pessoas, não apenas àquelas que nos amam, mas até às que nos querem mal, porque só assim se entende o que é um amor cristão, um Amor ao Próximo... 

Esta forma de amor é o sinal por excelência da contradição do mundo com o seu ódio, a sua auto-suficiência e o seu egoísmo. 

O Amor Do Próximo é a fonte da unidade da Igreja e o mais evidente sinal da presença do Espírito Santo, porque o Espírito Santo é a fonte da caridade, (do Amor). 

O verdadeiro Amor do Próximo revela o amor de Deus por nós, é fiel, desinteressado e fonte de paz. 

O Amor do Próximo fundamenta-se na Eucaristia e dela tira toda a sua forma, pois a Eucaristia é o modelo de todo o Amor do Próximo. 

Amando-nos uns aos outros encontramos formalmente Cristo, o Qual ama o próximo e nos leva a crer no Amor do Próximo como Ele faz. 

Diz o Catecismo da Igreja Católica : 

2196. – Respondendo à questão posta sobre o primeiro mandamento, Jesus disse : «O primeiro é : "Escuta, Israel ! O Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de toda a tua mente e de todas as tuas forças !". O segundo é este : "Amarás o teu próximo como a ti mesmo". Não há qualquer mandamento maior do que estes».(Mt.12,29-31). 

E o apóstolo S. Paulo lembra : 

- «Quem ama o outro cumpre a lei. É que os mandamentos que dizem : "Não cometerás adultério, não matarás, não furtarás, não hás-de cobiçar", bem como qualquer outro mandamento, resumem-se nestas palavras : amarás ao próximo como a ti mesmo. A caridade não faz mal ao próximo. Portanto, a caridade é o pleno cumprimento da lei».(Rm.13,8-10). 

E quem é o nosso próximo ? Basta ler a Parábola do Bom Samaritano em Lucas capítulos 10,25 e seguintes. 

Sobre o Amor de Deus e o Amor do Próximo, os Livros do Novo Testamento estão cheios de referências. 

A Liturgia da Palavra de hoje assenta toda no amor de Deus e, consequentemente, também, no amor do próximo. 

O próximo, não é um mito, é todo aquele que se encontra em qualquer espécie de necessidade, que precisa de ajuda, que tem muitas carências humanas, familiares, emocionais, que precisa de amor. 

E Jesus assim nos re3comenda : 

-"Vós sereis Meus amigos se fizerdes o que Eu vos mando (...) Chamei-vos amigos poque tudo quanto ouvi de Meu Pai vo-lo dei a conhecer".(Jo.15,14). 

E é assim que nós temos que fazer para amarmos também o nosso próximo. 



John
Nascimento 













__._,_.___




Responder através da web

• 



• 

através de email 

• 


• 







Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com













Privacidade • Sair do grupo • Termos de uso

















.




__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo