Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Rio de Janeiro

Santa Sé






domingo, 11 de maio de 2014

[Novo post] OBRIGADO MÃE!




Thais publicou: "É tão bom ter Mãe que até o Filho de Deus, o Verbo divino que nada precisa, quis ter uma Mãe. Ela o acompanhou da manjedoura até a Cruz. Foi o seu consolo, a sua ajuda humana mais importante. Tão boa que Ele no-la deu como nossa Mãe, na última hora. Lembr" 




Responda a este post respondendo acima desta linha 






Nova publicação em Kerigma, A proclamação da Palavra 






OBRIGADO MÃE!


by Thais



É tão bom ter Mãe que até o Filho de Deus, o Verbo divino que nada precisa, quis ter uma Mãe. Ela o acompanhou da manjedoura até a Cruz. Foi o seu consolo, a sua ajuda humana mais importante. Tão boa que Ele no-la deu como nossa Mãe, na última hora. Lembro-me sempre nesta data do Dia das Mães, do Evangelho de São João (19,26-27) que nos diz: "Mulher, eis o teu filho! Depois, disse ao discípulo: "Eis a tua mãe!". E a partir daquele momento, o discípulo levou-a para a sua casa.


Ninguém amou tanto e sofreu tanto como esta Mãe; por isso, é Modelo de todas as outras: humilde, prestativa, disponível, paciente, desapegada de tudo, pura, bela, santa, imaculada, bondosa, meiga, compassiva, corajosa... silenciosa. Amar é sofrer, amar é dar-se; amar é dizer Não a si mesmo para dizer Sim ao outro. Amar é ser mãe!

Alguém disse um dia que "ser mãe é sofrer no Paraíso"; e uma outra mulher disse que o filho depois que deixa o ventre da mãe, "passa para a sua cabeça", e dai não sai mais. São palavras sábias do povo e que bem expressam a grandeza da mãe.

Não há figura mais doce e bela que a mãe; gestora e educadora da vida. Se é belo e nobre construir casas, carros, computadores... o que há de mais nobre que gerar e construir um ser humano, imagem de Deus?

Quando eu era criança, cantavam uma música que dizia: "Ela é dona de tudo; ela é rainha do lar. Ela vale mais para mim que o céu, que a terra, e que o mar. Ela é a razão dos meus dias... é o tesouro que o pobre das mãos do Senhor recebeu..."

Parabéns a todas as mães: as que geraram seus filhos no ventre, ou no coração.

Obrigado pelo teu ventre que nos acolheu, e não nos rejeitou, e gerou em nós a vida.

Obrigado pelas noites sem dormir; pelas lágrimas derramadas, pelas lutas de cada dia; pelo pão de cada dia, pela cama sempre arrumada, a mesa sempre pronta, o lar sempre aquecido com seu calor. És, de fato, o sol da família, tens o primado do coração.

Obrigado por suas mãos carinhosas e bondosas que aliviam as nossas dores.

Obrigado por teu abraço materno que acalma a nossa angústia e ansiedade.

Obrigado por nunca perder a esperança.

Obrigado por tantas vezes que você renunciou seus desejos, vontades e até mesmo as suas necessidades, para me socorrer.

Obrigado pelo teu gesto amoroso que me leva a Deus, e faz nascer a fé na minha alma.

Obrigado pela fé que você plantou na minha alma e que nenhuma força desse mundo pode arrancar.

Obrigado pela tua presença amiga que me faz acreditar no amor e jamais desistir de lutar.

Obrigado por este coração imenso onde sempre cabe mais um.
Obrigado por essa alma mansa que sempre perdoa, acaricia, acolhe e compreende.

Obrigado, porque eu sei que mesmo na eternidade você continuará cuidando de mim!

Oh, mãe, foste criada para ser o reflexo mais belo e sensível do coração de Deus! És a encarnação do belo, da virtude, do amor de Deus!

Que Ele te abençoe copiosamente neste seu Dia!







Thais | 11/05/2014 às 11:57 pm | Tags: Dia das Mães, Maria, Mãe, Presente | Categorias: Uncategorized | URL: http://wp.me/p3yA87-1bx












Cancele a assinatura para não receber mais posts de Kerigma, A proclamação da Palavra.
Altere as configurações do seu e-mail em Gerenciar Assinaturas. 

Problemas para clicar? Copie e cole esta URL no seu navegador: 













Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo