Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

[Catolicos a Caminho] PEDRO O PRIMEIRO SACERDOTE Som !

 











  • PEDRO O PRIMEIRO SACERDOTE.. 




«És feliz, Simão, filho de Jonas, porque não foram a carne e o sangue que to revelaram, mas Meu Pai que está nos Céu». 




A Liturgia da Palavra de hoje – 13 de Janeiro – A, lembra-nos a escolha de alguns discípulos, entre os quais Pedro, que deveriam ser os Seus Apóstolos, os primeiros sacerdotes para a Missão da Igreja que Jesus queria instituir e para que foi enviado por Seu Pai.
Naquela altura, nenhum dos discípulos sabia ainda o que sinificava aquele chamamento e aquela missão de ser pescador de homenes, porta-voz universal do próprio Deus e, apesar disso todos deixaram tudo e seguiram Jesus.
Quem é que não fez ainda a experiência surpreendente de se sentir porta-voz de mensagens que o ultrapassam e que, proclamadas por si, encontram em si o primeiro destinatário ?!
E perguntamos a nós próprios :
- Como é que isto me surgiu agora ?
E ao mesmo tempo sentimo-nos possuídos por uma presença e uma inspiração que não sabemos explicar.
O sacerdote continua a ser esse porta-voz de uma mensagem que o ultrapassa e que ele deve cumprir sob a luz do Espírito Santo, que é a força da Igreja.
- «Não foi a carne e o sangue»...replica Jesus a Pedro, quando ele, possuído pelo Espírito, reconhece o seu Messianismo.
Não foi o homem considerado no seu todo e na sua limitação e finitude.
Outra força, outra fé habita o sacerdote nessas horas.
Uma fé e uma inspiração que o Espírito transforma de tal maneira que :
* De uns faz profetas.
  • * De outros faz fundamento duma nova humanidade. 
  • * De outros faz evangelizadores e missionários. 
  • * De outros faz testemunhas da misericórdia divina. 
  • * De outros faz paladinos da justiça e da solidariedade entre os homens. 
Este «suplemento de alma» é para os cristãos aquilo a que chamamos «Graça», esse dom divino, essa semente transcendental que faz de nós participantes da divindade e testemunhas da presença de Deus no meio da humanidade.
Jesus comparou-nos, na pessoa de Pedro, a essa «pedra» que se coloca como fundamento duma construção capaz de resistir aos abalos dos inimigos do homem e pronta para abrigar e dar corpo a uma esperança e a uma aventura inauditas a que chamamos «Igreja».
E quando assumimos este apelo e esta missão Jesus garante-nos que o próprio Pai do Céu – o nosso Deus – se deixará determinar pelas promessas de Seu Filho :
- «Eu também te digo a ti : Tu és Pedro, e sobre esta Pedra edificarei a Minha Igreja, e as forças do Inferno não levarão a melhor contra ela. Dar-te-ei as chaves do Reino dos Céus; tudo o que ligares na Terra ficará ligado nos Céus, e tudo o que desligares na Terra ficará desligado nos Céus». (Mt.16,18-19).
Palavras da Escritura que revelam a vontade de Deus, transmitida pela voz de Seu Filho Jesus Cristo, para a fundação da Sua Igreja na Pessoa de Pedro, como o primeiro vigário de Cristo nessa Igreja, com poderes sobrenaturais garantidos.
Nesta Igreja edificada por Cristo, Pedro recebe as chaves dela – gesto simbólico que significa a entrega do seu governo.
E esta mesma Igreja, neste mesmo dia, nos vai dizendo com a mesma convicção, que as palavras de Cristo são para se cumprirem com as mesmas características de ligar e desligar, em ordem à Vida Eterna.
Só que, para muitos cristãos, elas parecem letra morta porque presentemente já não têm o mesmo impacto e o mesmo valor de reconciliação e de perdão...
Pois sem elas, o homem não poderá atingir o seu fim, porque não ficará abrangido pelo Plano da História da Salvação, como Cristo o estabeleceu. 




John
Nascimento 















__._,_.___







Atividade nos últimos dias: 




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com









Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso














.



__,_._,___

Nenhum comentário:

Apoio




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo