Banner

Jesus Início

Início


Visitas



addthis

Addrhis

Canal de Videos

Maria



Rio de Janeiro

Santa Sé






sexta-feira, 8 de novembro de 2013

[Catolicos a Caminho] NOVEMBRO MÊS DAS ALMAS (09) REDENÇÃO DO HOMEM Som !

 











  • NOVEMBRO, MÊS DAS ALMAS! 




Redenção do Homem ! 
Pela Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo, cumpriu-se a redenção da raça humana. 
A Redenção é simultaneamente a libertação do pecado e a restauração da vida da graça, ou a própria participação na vida divina. 




(09) - REDENÇÃO DO HOMEM ! (9-XI-2013) 


................. 



Diz o Catecismo da Igreja Católica : 

613. - A morte de Cristo é, ao mesmo tempo, o sacrifício pascal que realiza a redenção definitiva dos homens por meio do "Cordeiro que tira o pecado do mundo" (Jo. 1,29), e o sacrifício da Nova Aliança que restabelece a comunhão entre o homem e Deus, reconciliando-o com Ele pelo "sangue derramado pela multidão, para remissão dos pecados" (Mt.26,28; cf.Lev.16,15-16). 

A Redenção é um dom livre e voluntário da misericórdia de Deus concedido e realizado pela morte de Cristo. 

Diz ainda o Catecismo da Igreja Católica : 

517. - Toda a vida de Cristo é ministério e redenção. A redenção vem-nos, antes de mais, pelo sangue da cruz. Mas este mistério está actuante em toda a vida de Cristo: já na sua Encarnação, pela qual, fazendo-Se pobre, nos enriquece com a sua pobreza; na vida oculta que, pela sua obediência, repara a nossa insubmissão; na palavra que purifica os ouvintes; nas curas e expulsões dos demónios, pelas quais "toma sobre Si as nossas enfermidades e carrega as nossas doenças"(Mt.8,17 cf.Is.53,4); na Ressurreição, pela qual nos justifica. 

Nós não podemos afirmar que a morte de Cristo seria necessária para a Redenção, mas sabemos que foi o meio escolhido por Deus e realizado pela misteriosa e infinita obediência de Seu Filho Jesus Cristo depois de assumir a nossa humanidade, que aceitou a ignomínia e o sofrimento da cruz para a nossa salvação. 

O que Deus pretendia era a nossa Redenção; Ele permitiu a traição, a cobardia e a malícia que criaram as condições necessárias para a morte de Cristo, e por ela veio o perdão do pecado da humanidade. 

Desta maneira, a Ressurreição de Cristo de entre os mortos, demonstra que o poder do pecado e da morte ficou vencido e neutralizado para sempre. 

Esta Redenção abriu o caminho para a nossa nova vida em Cristo. 

Nós tornámo-nos filhos de Deus, pela graça de Cristo, como redenção que Ele nos ganhou uma só vez por todos, e que nós alcançaremos através da nossa justificação e salvação. 

Diz o Catecismo da Igreja Católica : 

1026. - Pela Sua Morte e Ressurreição, Jesus Cristo "abriu-nos" o Céu. A vida dos bem-aventurados consiste na posse, em plenitude, dos frutos da redenção operada por Cristo, que associa à sua glorificação celeste aqueles que n'Ele acreditaram e permaneceram fiéis à sua vontade. O Céu é a comunidade bem-aventurada de todos os que estão perfeitamente incorporados n'Ele. 

O Apóstolo S. Paulo resume assim a história da nossa redenção : 

- "E a vós, que também outrora éreis estranhos e inimigos pelos vossos pensamentos e más obras, reconciliou-vos agora pela morte de Seu Filho, no Seu corpo carnal, para vos apresentar santos, imaculados e irrepreensíveis perante Ele".(Col.1,21-22). 

Para que as almas do Purgatório vejam reduzido o seu tempo de purificação e possam ser apresentadas imaculadas e irrepreensíveis diante de Deus, devemos nós oferecer por elas, as nossas orações (especialmente a Santa Missa) e boas obras, e elas intercederão também por nós. 



John
Nascimento 











__._,_.___







Atividade nos últimos dias: 




Para cancelar sua assinatura deste grupo, envie um e-mail para:

catolicosacaminho-unsubscribe@yahoogroups.com









Trocar para: Só Texto, Resenha Diária • Sair do grupo • Termos de uso














.



__,_._,___

Nenhum comentário:




_

Immaculata mea

In sobole Evam ad Mariam Virginem Matrem elegit Deus Filium suum. Gratia plena, optimi est a primo instanti suae conceptionis, redemptionis, ab omni originalis culpae labe praeservata ab omni peccato personali toto vita manebat.

Cubra-me

'A Lógica da Criação'


Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim




“Se não fosse a Santa Comunhão, eu estaria caindo continuamente. A única coisa que me sustenta é a Santa Comunhão. Dela tiro forças, nela está o meu vigor. Tenho medo da vida, nos dias em que não recebo a Santa Comunhão. Tenho medo de mim mesma. Jesus, oculto na Hóstia, é tudo para mim. Do Sacrário tiro força, vigor, coragem e luz. Aí busco alívio nos momentos de aflição. Eu não saberia dar glória a Deus, se não tivesse a Eucaristia no meu coração.”



(Diário de Santa Faustina, n. 1037)

Ave-Maria

A Paixão de Cristo